1. A CIDADE CELESTE

1 O Sião celeste repouso dos santos

O teu arquiteto se chama o SENHOR,

Em Ti entraremos, com gozo e canto,

Com os que adoram o bom Salvador,

Em bela planície estás situada,

E que majestosa rainha és tu!

De pedras preciosas estás adornada;

Demonstras a glória de Cristo Jesus.

De Cristo Jesus, de Cristo Jesus.

Demonstras a glória de Cristo Jesus.

2Teus belos caminhos tratados com zelo,

E as tuas torres que vistas farão!

De todos os palácios, grandioso é o modelo,

Em ti nós teremos a consolação,

As portas do muro são todas formosas;

A praga é calÇada de ouro que luz;

Em ti essas coisas são mm gloriosas,

E és toda cheia da paz de Jesus!

Da paz de Jesus da paz de Jesus.

E és toda cheia da paz de Jesus.

3 Jamais haverá em ti noite alguma,

Teu grande luzeiro perpétuo será;

Sem a luz do sol, nem d’estrelas ou lua,

A glória de Cristo te alumiará.

E neste esplendor, de um sol verdadeiro,

Os santos e anjos do céu entrarão

E virá na frente Jesus, o Cordeiro;

Com Ele p’ra sempre ali reinarão.

Ali reinarão, ali reinarão,

Com Ele p’ra sempre ali reinarão.

4 0h! que grande festa nos é concedida,

Com a mesa posta, espera o Senhor,

A todos inscritos no Livro da Vida,

E que já da morte não tem mais temor;

De todos os que foram por Cristo comprados

0 lindo cortejo composto será

E Deus, que há dado o Seu filho amado,

Com Cristo na glória, os consolará,

Os consolará os consolará

Com Cristo na glória, os consolará. P.L M.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *