1. O EXILADO

1 Da linda Pátria estou bem longe;

Cansado estou;

Eu tenho de Jesus saudade,

Oh, quando é que eu vou?

Passarinhos, belas flores,

Querem m’encantar;

São vãos terrestres esplendores,

Mas contemplo o meu Lar.

2 Jesus me deu a Sua promessa;

Me vem buscar;

Meu coração está com pressa,

Eu quero já voar.

Meus pecados foram muitos,

Mui culpado sou;

Porém, Seu sangue põe-me limpo;

Eu para Pátria vou.

3 Qual filho de seu lar saudoso,

Eu quero ir;

Qual passarinho para o ninho,

P’ra os braços Seus fugir;

É fiel – Sua vinda é certa,

Quando… Eu não sei.

Mas Ele manda estar alerta;

Do exílio voltarei.

4 Sua vinda aguardo eu cantando;

Meu lar no céu;

Seus passos hei de ouvir soando

Além do escuro véu.

Passarinhos, belas flores,

Querem m’encantar;

São vãos terrestres esplendores,

Mas contemplo o meu lar. J.H.N.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *