2º Trimestre de 2011

 

Data: 10 de Abril de 2011

TEXTO ÁUREO

“E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sofre ele” (Mt 3.16).

VERDADE PRÁTICA

A pluralidade dos nomes e símbolos do Espírito Santo revela sua divindade, obra e ministério na vida da Igreja de Cristo.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – Jo 16.13

O Espírito Santo guia-nos em toda a verdade

Terça – Jo 16.8

O Espírito Santo convence do pecado

Quarta – Jo 14.26

O Espírito Santo nos ensina todas as coisas

Quinta – Rm 8.26

O Espírito Santo intercede por nós

Sexta – At 1.8

O Espírito Santo confere poder para testemunhar

Sábado – Rm 8.14

O Espírito Santo guia os filhos de Deus

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

João 1.29-33; Romanos 8.9-11,14,15.

João 1

29 – No dia seguinte, João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.

30 – Este é aquele do qual eu disse: após mim vem um homem que foi antes de mim, porque já era primeiro do que eu.

31 – E eu não o conhecia, mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água.

32 – E João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descer do céu como uma pomba e repousar sobre ele.

33 – E eu não o conhecia, mas o que me mandou batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo.

Romanos 8

9 – Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.

10 – E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da Justiça.

11 – E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o vosso corpo mortal, pelo seu Espírito que em vós habita.

14 – Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.

15 – Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.

INTERAÇÃO

O estudo analítico e sistemático da Bíblia Sagrada evidencia a centralidade da obra do Espírito Santo como o agente ativo de Deus atuando na totalidade da criação (Rm 8.18-27). Através dos títulos e símbolos do Santo Espírito, as Escrituras Sagradas revelam a pluralidade de ação que a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade exerce na e através da Igreja. É preciso, porém, que não nos contentemos em apenas conhecê-Lo teoricamente. Precisamos buscar uma experiência real com o Espírito Santo de Deus e valorizarmos devidamente a sua obra, pois Ele é o agente divino que inclui o crente no Corpo de Cristo e confirma a veracidade das Escrituras. Eis o grande segredo de os cristãos entendermos a doutrina do Espírito Santo.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:

Conhecer a pluralidade dos nomes do Espírito Santo.
Definir o que é símbolo bíblico.
Saber as representações simbólicas do Espírito Santo.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Prezado professor, reproduza, conforme suas possibilidades, o esquema abaixo. O tópico I trata sobre a pluralidade dos nomes ou títulos do Espírito Santo.

Com o auxílio do esquema, introduza o assunto mostrando os aspectos da consolação, do ensino e da promessa do Espírito Santo. Explique aos seus alunos que a atividade e intervenção do Espírito são para todos os que o buscam perseverantemente. Os verdadeiros discípulos de Cristo serão ensinados, consolados e abençoados por sua promessa. Boa aula!

O ESPÍRITO SANTO

Como Ensinador

• Ele leva o crente a toda verdade. Ajuda-o na interpretação e compreensão correta da Palavra de Deus dando continuidade a obra iniciada por Cristo no mundo (Mt 10.20; Jo 14.26; 1 Jo 4.1,2).

Como Consolador

• A obra do Espírito Santo inclui o seu papel como Espírito da Verdade que habita em nós. Ele ensina todas as coisas e faz lembrar tudo o que Cristo disse, além de consolar-nos (Jo 14.16,26; 15.26).

Como Promessa

• Ele é o penhor que garante a nossa herança futura em Cristo Jesus. É a garantia de Deus de que a Igreja é propriedade exclusiva dEle, operando poderosamente no Corpo de Cristo (Ef 1.13,14).

COMENTÁRIO

introdução

Palavra Chave

Símbolo: Aquilo que, por princípio de analogia, representa ou substitui outra coisa.

O Espírito Santo não é uma força, influência ou poder emanado de Deus. Ele é a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Sua atuação na Bíblia é marcante e plena: vai do Gênesis ao Apocalipse. A Palavra de Deus no-lo mostra como uma pessoa que age, decide, guia e cumpre o plano de salvação que o Pai traçou para a humanidade através do sacrifício vicário de seu Unigênito.

Nesta lição, estudaremos os nomes e símbolos do Espírito Santo. Por que este assunto é tão importante? Os nomes e símbolos do Espírito Santo revelam seu caráter e obra. Se quisermos aprender mais a respeito da fé pentecostal, precisamos conhecer melhor o caráter e o ministério do Consolador.

I. A PLURALIDADE DOS NOMES DO ESPÍRITO SANTO

Os nomes do Espírito Santo estão relacionados à sua obra e caráter. Entre os hebreus, o nome não era utilizado apenas para distinguir as pessoas, mas também para revelar-lhes o caráter e a índole (Gn 25.26). Vejamos, pois, alguns dos nomes do Espírito Santo.

1. Nomes do Espírito Santo relacionados à Trindade. Na Palavra de Deus, há vários nomes que descrevem a deidade do Espírito Santo: Espírito de Deus, Espírito do Senhor, Espírito de Cristo e Espírito de Seu Filho (Gn 1.2; Is 11.2; Gl 4.16; Fp 1.19). Encontramos também nomes que relacionam o Espírito Santo diretamente a Deus e a Jesus: Espírito de Jesus (At 16.7) e Espírito do nosso Deus (1 Co 6.11).

2. O Consolador. Este é um dos nomes mais conhecidos do Espírito Santo. Ao ouvirem o Senhor anunciar a sua ascensão, os discípulos ficaram preocupados. Quem haveria de ajudá-los? O Mestre aquieta-lhes os corações, assegurando-lhes que não ficariam órfãos. Nós também não estamos sós neste mundo que jaz no maligno. Contamos com a doce presença do Espírito Santo. Jesus prometeu aos discípulos: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre” (Jo 14.16). Ele está conosco! Você tem sentido a meiga presença do Consolador?

No grego, a palavra Consolador significa paracleto, e segundo a Bíblia de Estudo Pentecostal, paracleto é “alguém chamado a ficar ao lado de outro para ajudar”.

3. O Espírito da Verdade. O Consolador tem como missão revelar a verdade de Deus em Jesus Cristo (Jo 14.6). O Espírito Santo convence o homem do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8), levando-o a crer na única Verdade — Jesus Cristo.

4. Espírito de Graça. Sem o Espírito Santo não há arrependimento. É Ele quem nos convence dos nossos erros. Sem arrependimento verdadeiro, não há salvação pela graça. O Consolador comunica a graça de Deus a nós (Hb 10.29 e Zc 12.10).

5. Espírito de Vida. Sem o Espírito Santo, estaríamos mortos em nossos delitos e pecados (Ef 2.1). Ele operou em nós o novo nascimento e deu-nos nova vida em Cristo (2 Co 5.17).

SINOPSE DO TÓPICO (I)

O Consolador, o Espírito da Verdade, o Espírito de Graça e Espírito de Vida são expressões que denotam a pluralidade de nomes do Espírito Santo no Texto Sagrado.

II. OS SÍMBOLOS BÍBLICOS

1. A Bíblia e os símbolos. A Palavra de Deus é rica em linguagem simbólica. Por isso, precisamos da hermenêutica e da exegese para termos uma compreensão real e correta do texto bíblico. Muitos, por desconhecerem esta linguagem, acabam criando e atribuindo figuras e símbolos impróprios ao Espírito Santo. Para se compreender os símbolos é necessário interpretá-los dentro de seu contexto de origem.

2. Jesus utilizou alguns símbolos. O Mestre utilizou-se dos símbolos para ilustrar verdades espirituais a respeito da sua missão aqui na Terra (Jo 6.35; 8.12; 10.9; 14.6). A própria Bíblia, a Palavra de Deus, é representada por vários símbolos: espada (Hb 4.12), lâmpada (Sl 119.105), alimento (Jó 23.12), leite (1 Pe 2.2) e mel (Sl 19.10).

SINOPSE DO TÓPICO (II)

O símbolo bíblico é uma figura cuja função é revelar uma verdade moral ou religiosa. Através do símbolo a verdade bíblica é ensinada de modo objetivo.

III. OS SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO

1. Fogo (Lc 3.16). No Antigo Testamento, “o fogo” fazia parte da liturgia hebreia: simbolizava a presença de Deus, a purificação e o juízo divino (Êx 3.2; Sl 50.3; Is 6.1-7). Em Lucas 3.16, o fogo é apresentado como elemento purificador na vida de quem recebe o batismo com o Espírito Santo. O Consolador ajuda-nos a viver em santidade, pois, em nós, efetua a santificação (2 Ts 2.13).

Já regenerados pelo Espírito Santo, tornamos nosso corpo templo do Espírito Santo (1 Co 6.19). Isto significa que todas as nossas ações devem visar a glória de Deus. Ao sermos redimidos do mundo, passamos a pertencer unicamente a Ele. Deixe que o fogo do Espírito queime-lhe toda a impureza, fazendo real a presença de Deus em sua vida.

2. Água, rio e chuva (Jo 7.37,38). A água é vital para a natureza. Sem ela, o ser humano não vive. Deus utiliza-se desse elemento indispensável à existência para mostrar que o Espírito Santo sacia toda a nossa sede espiritual. No plano espiritual, água, rios e chuvas simbolizam o mover do Espírito na vida dos que recebem a Cristo (Jo 4.14).

A renovação que a água produz significa a operação miraculosa do Espírito Santo na vida do homem, produzindo a regeneração e a vivificação espirituais (Tt 3.5). Em Isaías 44.3, o Senhor promete derramar água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca. O profeta falava a respeito do derramamento do Espírito Santo sobre uma geração vindoura. A profecia começou a cumprir-se no dia de Pentecostes e prossegue através do Movimento Pentecostal, o maior avivamento da história da Igreja Cristã.

3. Selo (2 Co 1.21,22; Ef 1.13). Segundo o pastor Antonio Gilberto, “nos tempos bíblicos, o selo era usado para designar a posse de uma pessoa sobre algum objeto ou coisa por ela selada”. O selo indica propriedade, posse. Fomos selados pelo Espírito Santo quando aceitamos a Cristo como nosso único e suficiente Salvador. Hoje, pela fé, somos propriedade particular de Deus. Quando Cristo voltar para buscar a sua Igreja, subiremos com Ele, pois o Senhor virá buscar aqueles que lhe pertencem.

Como podemos ter certeza de que fomos selados? Segundo as Escrituras, o próprio Espírito Santo testifica com o nosso espírito que pertencemos a Deus (Rm 8.16). Não podemos nos esquecer que o Espírito Santo também é o penhor da herança celestial (Ef 1.14), isto é, a garantia de que receberemos a nossa herança, pois somos coerdeiros de Cristo (Rm 8.17a).

SINOPSE DO TÓPICO (III)

Os símbolos que representam a Pessoa do Espírito Santo, como elementos da natureza, são: Fogo, Água, Rio e Chuva.

CONCLUSÃO

Mediante o estudo dos nomes e símbolos do Espírito Santo, aprendemos mais sobre a sua obra e o seu caráter. Quando entregamos nossas vidas a Jesus Cristo, crendo nEle como Salvador pessoal, o Espírito Santo passa habitar em nós. Ele é a nossa garantia de que somos do Senhor. Pertencemos a Deus! Vivamos então de maneira santa, agradando ao Senhor e ao Espírito Santo que habita em nós.

VOCABULÁRIO

Pluralidade: o maior número, multiplicidade; o geral.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

HORTON, S. M. et al. Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal. 10.ed., RJ: CPAD, 2006.
ZUCK, R. B. Teologia do Novo Testamento. 1.ed., RJ: CPAD, 2008.

EXERCÍCIOS

1. De acordo com a lição, quais são as funções do nome na cultura hebraica?

R. O nome não era utilizado apenas para distinguir as pessoas, porém tinha a função de revelar o caráter e a índole.

2. Cite três nomes do Espírito Santo que estão relacionados à Trindade.

R. Espírito do Senhor, Espírito de Cristo e Espírito de Seu Filho.

3. O que significa paracleto?

R. É alguém chamado para ficar ao lado de outro para ajudar.

4. Segundo a lição, defina símbolo.

R. O símbolo é uma figura ou objeto cuja função é revelar uma verdade moral ou religiosa.

5. Cite três símbolos do Espírito Santo.

R. Fogo, Água e Selo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *