Perguntas para carta de I Pedro 1:1-2

P: v. 1: Quem escreveu esta carta? A quem foi escrita?

R: (1) Pedro, apóstolo/mensageiro de Jesus Cristo.

(2) Aos escolhidos de Deus/ao povo de Deus/aos eleitos de Deus que vivem como

refugiados/que vivem espalhados fora de sua pátria, e que foram forçados a deixar seus

lares (suas casas) para viverem em 5 províncias.

(NOTA: Alguns comentaristas entendem que “dispersão” se refere ao céu como suas

verdadeiras casas. Outros entendem que não.)

P: v. 2: Isto se refere a alguma coisa que o povo tenha feito ou a alguma coisa

especial que foi feita a eles? O que?

R: a. Coisas especiais que foram feitas a eles:

b.1. Deus os escolheu/elegeu para serem seus de acordo com o propósito (vontade)

de Deus o Pai.

b.2. Fez deles/os separou pelo seu Espírito (obedecer a Jesus Cristo e ser perdoado

pelo seu sacrifício.)

b.3. Pedro ora por eles para que recebam mais e mais graça (O amor gratúito de

Deus) e paz (com Deus).

1:3-5

P: vs 3-5: Qual o tema deste trecho?

R: Ação de graças/agradecimento/adoração de Pedro a Deus por tudo que Ele fez por

nós/pela esperança da salvação.

P: v. 3: O que acontece quando Deus nos dá uma nova vida?

R: Nós temos uma esperança viva (que nada pode apagar).

(NOTA: Alguns entendem que a “herança” é o objetivo da esperança (P3), e outros

entendem que é o segundo objetivo (resultado) na nossa nova vida (P4). Escolha a que acha

que se aplica melhor.)

P: v. 4: O que estamos esperando?

R: As coisas (ricas bencãos) que Deus está guardando para nós no céu.

P: v. 4: Qual é a segunda conseqüência de termos recebido esta nova vida?

R: Uma nova herança/coisas que Deus está guardando para os seus filhos no céu.

P: v. 5: Para que Deus está nos protegendo/guardando com tanto cuidado?

R: Para a nossa salvação que será revelada no fim dos tempos (que está pronta e

esperando).

1:6-9

P: vs 6-9: Qual é o assunto deste trecho?

R: As provações que sofremos nos preparam para a salvação final (no fim dos tempos).

P: v. 6: Pedro diz que eles devem se alegrar, embora estejam passando por provações.

Por que (eles devem)?

R: Porque (eles vêm/sentem que Deus os está livrando/libertando) o fim está próximo.

Por causa da certeza de uma alegria futura.

P: v. 7: Por que/como a nossa fé é provada, como o ouro é provado?

R: O ouro puro/genuino/real permanece enquanto o ouro impuro é queimado. Da

mesma forma a fé pura/genuina/real permanece quando as provações/fogo vem sobre nós.

P: v. 7: Em que sentido a nossa fé é diferente do ouro?

R: A fé é mais valiosa (porque dura/permanece para sempre). O ouro é

perecível/somente tem valor tempor rio.

P: v. 8: Que duas coisas Pedro diz que eles têm embora não tenham visto a Cristo?

R: (1) Eles o amam (a Cristo).

(2) Eles creem nele (em Cristo).

P: vs 8-9: Por que eles são felizes/se alegram?

R: Porque Deus os estão salvando/os salvará.

(NOTA: Os comentaristas estão divididos em 3 sentidos diferentes:

(1) indica recebimento presente e salvação futura, (2) indica futuro recebimento da

salvação, (3) indica certeza/confiança.)

1:10-12

P: vs 10-12: Qual é o assunto deste trecho?

R: Profetas antigos proclamaram/falaram sobre os sofrimentos e a glória de Cristo Õÿo

dom/presente que Deus nos daria.

P: vs 10-11: Quem revelou estas coisas aos profetas Õÿ as coisas que eles procuraram e

perguntaram?

R: O Espírito Santo/o Espírito de Cristo.

(NOTA: Alguns comentaristas dizem o Espírito Santo, outros dizem o Cristo.)

P: v. 12 O que Pedro diz sobre os “anjos”?

R: Que até os “anjos” gostariam de entender estas coisas.

1:13-16

P: vs 13-16: Em resumo, o que Pedro diz neste trecho?

R: Pedro os exorta a serem obedientes a Deus/a terem uma vida santa.

P: v. 13: Quando esta “benção” será dada a eles?

R: Quando Jesus Cristo for revelado novamente. (A sua segunda vinda, quando Ele virá

para julgar o mundo.)

P: v. 13: Que atitude Pedro diz que eles devem tomar?

R: (1) Estarem mentalmente prontos para agir.

(2) Se controlarem/se equilibrarem.

(3) Ter esperança/adotar uma nova atitude de mente e coração.

P: v. 14: O que Pedro diz que eles não devem fazer?

R: Que eles não continuem a viver como viviam antes de conhecer a Deus, quando os

seus próprios desejos os governavam.

P: vs 14-16: O que Pedro diz para eles fazerem?

R: (1) Obedecer a Deus.

(2) Serem santos/se consagrarem a Deus/imitarem a sua santidade.

(3) Por que? Porque o Senhor é Santo.

1:17-21

P: vs 17-21: Qual é o assunto deste trecho?

R: O preço que Deus pagou para nos libertar/nos adotar como filhos.

P: v. 17: O que eles devem/nós devemos fazer o resto da vida aqui na terra?

R: Ter reverência e respeito a Deus e a Cristo/temer de ofender a Deus/desgostar de

entristecer o bom Pai que nos deu tanta coisa por intermédio da morte de Seu Filho/temer

(respeitar) o seu julgamento (santidade) assim moldando (aperfeiçoando) o comportamento

deles.

P: v. 18: Por que motivos eles/nós devem/devemos “temer” a Deus e a Cristo e

devem/devemos desejar a santidade?

R: (1) Deus pagou um alto preço por eles/nós.

(2) Deus os (nos) libertou da vida inútil que herdaram (herdamos) dos antepassados.

(3) O preço pago não perde o valor.

P: v. 19: O que se compara a morte/sacrifício de Cristo?

R: Era como tomar um cordeiro sem defeito e sem mancha e oferecer a Deus um

sacrifício pelos pecados (por causa disso eles (nós) são (somos) libertados.

P: v. 20: Quando Cristo foi escolhido por Deus?

R: Antes que o mundo fosse criado/feito.

P: v. 20: Quando Cristo foi revelado?

R: Nestes últimos dias/tempos. (NOTA: v. rias interpretações)

P: v. 21: O que se diz aqui sobre Cristo?

R: É por meio de Cristo que cremos/temos fé em Deus, e nele colocamos a nossa

esperança, aquele que ressuscitou Cristo dentre os mortos.

OU O motivo pelo qual cremos em Deus é ÕÿDeus levantou/ressuscitou Cristo

dentre os mortos e a Ele deu glória. 1:22-25

P: v. 22: O que Pedro diz que eles devem fazer?

R: Amar uns aos outros intensamente/com todas as suas forças.

P: vs 23-25: O que Pedro diz que aconteceu com eles pela ação da Palavra de Deus/a

Palavra de Deus fez por (com) eles? Por que?

R: a) Foi dada a eles uma nova vida/nasceram de novo/renascidos espiritualmente

como cristãos/receberam vida eterna.

b) A Palavra de Deus permanece para sempre/é eterna/imortal.

2:1-3

P: O que Pedro diz que eles devem fazer? Por que?

R: a. Se livrar da velha maneira de viver. Desejar/se alimentar (com) a Palavra de Deus

(que é pura e inalter vel).

b. Porque eles conheceram/experimentaram a bondade do Senhor.

P: v. 2: (Se não ficar claro quando P1 for respondida) Por que Pedro diz que eles

devem ser como os bebês recem-nascidos?

R: (1) Como cristãos eles deven querer/ter sede da Palavra de Deus, como os bebês

querem/têm sede de leite.

(2) Para que eles cresçam até a maturidade da salvação.

2:4-8

P: vs 4-8: Qual é o assunto deste trecho?

R: (Uma delas ou uma combinação das seguintes:)

a. Um templo espiritual construido.

b. O trabalho de Deus com os crentes.

c. Cristo a pedra de esquina (pedra principal), a pedra de tropeço.

d. O fundamento da vida cristã.

P: v. 4: O que se diz aqui sobre Cristo?

R: (1) Ele é aquele que devemos seguir/estar perto.

(2) Ele agora está vivo/vivo para sempre/tem todo o poder da (sobre) a vida.

(3) Os homens O rejeitaram/desaprovaram/desprezaram.

(4) Deus O escolheu como uma pedra valiosa. Por isso Deus o

recompensou/estimou/honrou.

P: v. 5: Qual é a nossa parte na edificação (construção) desta casa/templo espiritual?

O que significa?

R: a. Nós somos as “pedras” com as quais Deus vai construir esta casa/templo. NœO:

Nós somos aqueles (instrumentos) com que Deus construirá uma casa (literal).

b. Nós somos a habitação do seu Espírito que Ele coloca em nós.

P: vs 6-8: A quem/o que se refere a espressão “pedra”?

R: Jesus Cristo.

P: v. 6: Quem não será desapontado/desiludido/envergonhado?

R: Aqueles que creem em Cristo, a “pedra”.

P: v. 7: Quem rejeitou a “pedra”/Cristo?

R: Os construtores/aqueles que não creem (em Cristo).

P: v. 8: Quem são aqueles que “tropeçam” e “caiem” sobre esta “pedra”?

R: Aqueles que não creem/desobedecem À Palavra de Deus/Cristo, a “pedra”.

2:9-10

P: vs 9-10: Quais são os pontos principais deste trecho?

R: (Um dos seguintes será suficiente.)

a. As tarefas, os privilégios e funções do iluminado e adotado povo de Deus

(crentes).

b. Uma comunidade unida entre si, pertencendo a Deus, um povo.

P: v. 9: O que diz aqui sobre o povo de Deus?

R: Veja o texto.

P: v. 10: O que Pedro diz que eles eram quando ainda estavam na escuridão (v. 9)?

R: Descrentes/não eram povo de Deus/não conheciam a misericórdia de Deus.

2:11-12

P: vs 11-12: Basicamente qual é o assunto tratado?

R: Uma exortação/pedido para que tivessem uma boa/exemplar conduta.

P: v. 11: O que Pedro diz para eles fazerem?

R: Que conservem suas almas afastadas/evitem as paixões carnais.

P: v. 12: O que Pedro diz para eles fazerem? Por que?

R: a. Que tenham uma boa conduta/vivam honestamente entre os homens.

b. Se tiverem uma boa conduta entre os incrédulos, mesmo que sejam acusados de

malfeitores, suas boas ações serão reconhecidas, e eles mesmos louvarão a Deus quando

Cristo voltar.

2:13-17

P: vs 13-17: Qual é o tema deste trecho?

R: (Uma delas será suficiente.)

a. As obrigações dos cristãos em relação a autoridade civil/humana.

b. São deveres deles (nossos): obedecer as leis (civis), viver honestamente.

P: vs 13-14: Qual é o tema principal destes dois versos?

R: O princípio da obediência ao Estado/os diferentes tipos de relacionamentos em que o

cristão deve mostrar sua conduta cristã/santa.

P3 v. 15: Por que os ignorantes ficarão calados/não terão o que dizer contra vocês?

R: Eles não terão nada de mau que dizer ou criticar sobre vocês (nós).

P: v. 16: Para que serve nossa liberdade? Como devemos usar nossa liberdade?

R: (1) Não como uma capa para encobrir o mal. Não esconder nossa maldade com uma

aparência de cumprir a lei.

(2) Obedecer fielmente e servir a Cristo. Ser usado como servo de Deus.

P: v. 17: Como podemos resumir este verso?

R: Nossos deveres em relação a Deus e aos homens.

2:18-20

P: vs 18-20: Sobre que asssunto Pedro escreve estes versos?

R: A obediência aos patrões/superiores. Os servos/empregados devem ser fiéis mesmo

que sejam maltratados.

P: vs 19-20: O que acontecerá com os servos/empregados que suportam sofrimentos

injustos, mesmo que tenham procedido bem? Por que?

R: a. Deus os abençoará por isto/serão aprovados por Deus.

b. Por causa da sua consciência do dever/conhecimento da vontade de Deus e o

desejo de

agradá-lo.

2:21-25

P: vs 21-25: Qual é o assunto deste trecho?

R: O exemplo de Cristo que sofreu em silêncio.

P: v. 21: Se o próprio Cristo sofreu, o que nós devemos fazer? Por que?

R: a. Seguir o seu exemplo/fazer o que Ele fez, sofrendo pelas boas ações praticadas.

b. Porque Cristo sofreu por nós.

(NOTA: Alguns acrescentam, como gratidão pelos seus sofrimentos por nós.)

P3 v. 22: Sobre quem fala este verso (se traduzido literalmente)?

R: Cristo.

P: v. 22: Alguma vez Cristo mentiu?

R: Não!

P: v. 23: Quando Jesus não reagiu/respondeu com insultos e maldições?

R: Quando foi insultado/injuriado e quando sofreu/foi punido pelos nossos pecados.

P: v. 24: O que Cristo fez por nós?

R: (1) Carregou nossos pecados em seu corpo na cruz.

(2) Nos curou.

(NOTA: Entenda que Jesus não carregou (praticou) nossas má s ações, mas assumiu

a culpa e foi punido (castigado) por causa delas.)

P: v. 25: Por que era necessário Cristo morrer por nós e nos curar?

R: Nós eramos como ovelhas desgarradas (perdidas)/nós precisavamos ser trazidos de

volta a Cristo para que Ele alimentasse/nutrisse/fortificasse nossas almas, como um pastor

que cuida de um rebanho.

3:1-2

P: v. 1: O que as mulheres (esposas) devem fazer para tentar ganhar seus maridos

ímpios para Cristo?

R: (1) Se submeter/obedecer a seu marido.

(2) Bom comportamento//boa maneira de viver e obediência.

(3) Não dizer nada ao marido sobre coisas como: evangelho, arrependimento.

P: v. 2: Porque/como este comportamento (acima) poderá ganhar o marido para

Cristo?

R: O marido observar /verá o respeito/temor da esposa por Deus e o bom e puro

comportamento dela. (Isto fala mais poderosamente do que palavras.)

3:3-6

P: vs 3-6: Qual é o assunto deste trecho?

R: Os deveres da esposa para com o seu marido.

P: vs 3-4: O que Pedro diz aqui? O que assunto Pedro se refere?

R: Sobre a beleza.

P: vs 3-4: Em que deve consistir a beleza das esposas?

R: Aquilo que elas tem no coração, a beleza interior que consiste em um espírito calmo,

tranquilo, manso e delicado.

P: v. 6: O que Pedro diz que Sara fez?

R: (1) Obedecia a Abraão (seu marido).

(2) Chamava-o “meu senhor”/honrava-o como chefe da casa/querendo que ele se

tornasse importante disse “Tu, pai do meu filho Isaque; é boa a tua palavra”.

3:7-9

P: v. 7: Por que os maridos devem cumprir os seus deveres/o que Pedro diz neste

verso?

R: Para que nada venha a interromper/atrapalhar as suas orações.

(NOTA: Mantenha a ambigüidade de se referir ao marido, À mulher ou a ambos, e

as orações ou os resultados das orações não bloqueados.)

P: vs 8-9: Pedro está dizendo algo novo, ou já havia dito antes?

R: Ele já havia dito antes/é um resumo final/são conselhos de ordem geral.

P3 vs 8-9: O que Pedro resume/aconselha?

R: Veja o texto.

3:10-12

P: vs 10-12: Por que Pedro cita estes versos do Velho Testamento (Salmos)?

R: Para, mais uma vez, resumir simples e diretamente o caminho/tipo de vida que ele

estava descrevendo/para reforçar as exortações anteriores (referentes ao julgamento divino).

P: v. 11: O que devemos “procurar”/”buscar”?

R: A paz.

P: v. 12: O que significa quando se diz que o Senhor “olha” com atenção as pessoas

honestas/o Senhor mantem os seus “olhos” sobre os justos? Significa que Ele observa e

vigia os justos ou significa mais alguma coisa diferente? O que?

R: Que se importa, protege, observa, é bondoso para com os justos.

3:13-16

P: v. 13: Pode alguém/Quem nos fará mal se quizermos fazer o bem?

R: Provavelmente não/ninguém.

P: v. 14: Mesmo que alguém nos faça mal, o que devemos fazer? Por que?

R: a. Ficar contentes//felizes e não ter medo ou ficar preocupados.

b. V. 12, Deus fica zangado/é contra os que fazem o mal (implica em punição).

P: vs 15-16: O que mais devemos fazer?

R: Veja o texto.

3:17-22

P: v. 17: Que espécie de sofrimento é melhor do que o sofrer por fazer o mal?

R: Se Deus quizer que soframos por fazer o bem.

P: v. 18: Quem Deus quiz que sofresse por ter feito o bem? Por que?

R: a. Cristo.

b. Um homem bom morrendo pelos homens maus/Cristo morrendo pelos nossos

pecados é o bastante para conduzir-nos a Deus.

P: v. 20: Como as oito pessoas citadas neste verso foram salvas?

R: Depois que Noé terminou de construir a arca/barca e as oito pessoas entraram nela,

Deus mandou a gua (chuva). Deus as ajudou e a gua não as matou e/ou Deus levou/guiou a

barca em segurança.

(NOTA: Duas idéias estão envolvidas: (1) salvou das guas e (2) salvou pelas guas.)

P: v. 21: O batismo nos salva?

R: Não, não a participação no batismo, mas pelo que ele representa/a salvação vem pela

ressurreição de Jesus Cristo.

P: Então, que faz o batismo?

R: (1) Representa/simboliza a morte e a ressurreição de Jesus Cristo para nos salvar/que

nos salva.

(2) É tambem na época do batismo que suplicamos/oramos a Deus por uma

consciência pura/limpa. OU nos comprometemos com Deus por causa de uma consciência

limpa/pura.

P: v. 22: O que este verso diz sobre Jesus Cristo?

R: Veja o texto.

4:1-6

P: vs 1-6: Sobre que assunto Pedro escreve nestes versos?

R: Vidas transformadas/Estar preparado para sofrer por seguir a Cristo.

P: v. 1: O que Pedro diz que devemos fazer?

R: (Uma entre as seguintes é aceit vel.)

a. Para nos fortalecermos devemos suportar os sofrimentos da mesma maneira que

Cristo suportou os Seus.

b. Devemos pensar no fato de que Cristo sofreu.

P: v. 2: A quem Pedro está dizendo que deve passar o restante de sua vida aqui na

terra, sendo controlado/fazendo a vontade de Deus?

R: Ao povo (todo) de Deus (a quem Pedro está escrevendo).

P: v. 3: O que eles fizeram no passado (quando não eram crentes)?

R: Faziam o que os gentios/não crentes gostavam de fazer. Veja no texto uma lista

dessas coisas.

P: v. 4: O que diz neste verso sobre os gentios/não crentes/pagãos?

R: (1) Eles ficavam admirados/estranhavam porque o povo de Deus não fazia mais o

que eles faziam.

(2) Eles insultavam/difamavam/falavam mal do povo de Deus.

P: v. 5: O que acontecerá com os pagãos/gentios/descrentes?

R: Terão que explicar a Deus o que fizeram…e Deus os julgar /punirá.

P: v. 6: A quem diz aqui que o Evangelho/as Boas Novas também foi pregado?

R: Aos que estão mortos/morreram (embora tenham morrido por causa do pecado, o

julgamento para todos os homens).

4:7-11

P: vs 7-11: Sobre que assunto Pedro escreve nestes versos?

R: a. O fim de todas as coisas está próximo Õÿviver de acordo com esta verdade.

b. Bons administradores dos dons de Deus.

c. Serviço cristão para a glória/louvor de Deus.

d. O comportamento deles/dos cristãos nos últimos dias.

P: v. 8: Por que devemos amar uns aos outros sinceramente/intensamente?

R: O amor cobre/perdoa muitos pecados. (Se a ambigüidade pode ser preservada.)

(Os comentaristas estão divididos entre duas interpretações:

(1) Nosso amor pelos outros nos faz tolerar/suportar o mal que eles nos fazem/nós

cobriremos/perdoaremos muitos pecados e não pensaremos mais neles.

P: v. 9: O que diz aqui que devemos fazer?

R: Sermos hospitaleiros uns com os outros (cristãos) sem nos queixarmos.

P: vs 10-11: O que devemos fazer com os dons que Deus nos deu? Por que?

R: Veja o texto.

4:12-19

P: vs 12-19: Qual é o ponto/tema central deste trecho?

R: (Qualquer uma das seguintes:)

a. Sofrer como um cristão.

b. Alegria e perseverança no sofrimento cristão.

c. Compartilhar com os sofrimentos de Cristo.

d. Necessidade de firmeza/confiança na época de sofrimentos.

e. Alegria no sofrimento, para nos alegrarmos na revelação da glória de Cristo.

P: v. 12: Com o que não nos devemos admirar/surpreender?

R: Com os ardentes sofrimentos que vêm sobre nós para nos provar.

P: vs 13-14: Por que devemos nos alegrar por participarmos dos sofrimentos de

Cristo/sofrer como Cristo sofreu?

R: (1) Porque nos alegraremos quando a glória de Cristo for revelada.

(2) Porque o glorioso Espírito de Deus está sobre nós (para nos ajudar e consolar).

P: v. 15: O que basicamente está Pedro dizendo neste verso?

R: Que nenhum de nós deve sofrer por fazer o mal.

P: v. 16: O que Pedro diz que devemos fazer quando sofremos como cristãos?

R: Glorificar/agradecer a Deus por sermos chamados de cristãos (quando esta carga

vier sobre nós).

P: vs 17-18: Qual é o outro motivo pelo qual devemos alegremente sofrer por amor a

Cristo?

R: Por participarmos do primeiro julgamento, porque o julgamento final dos que não

crêem no Evangelho será muito pior.

P: vs 1-4: A quem Pedro instrui/exorta neste trecho?

R: Aos líderes da igreja/aos anciãos/aos presbíteros.

P: v. 2: De que/De quem Deus quer que os líderes/anciãos tomem conta/cuidem? De

que maneira?

R: a. A igreja/grupo de crentes (não um rebanho de ovelhas/animais).

b. De boa vontade, voluntariamente, sem se queixar e sem ganância.

P: v. 3: Os líderes não devem dominar a igreja. O que eles devem fazer?

R: Devem ser exemplos/modelos, para que a igreja siga os seus passos.

P: v. 4: Se os líderes procederem bem, o que acontecerá quando o Grande Pastor

voltar?

R: Cristo os recompensará com uma coroa de glória.

5:5-7

P: vs 5-7: A quem Pedro exorta/instrui neste trecho?

R: Aos jovens e a todos os outros.

P: vs 5-6: O que ele diz que os jovens devem fazer? E todos?

R: a. Devem se submeter/obedecer aos líderes.

b. Se comportar com humildade/submeter uns aos outros/ajudar uns aos outros. Ser

humilde e submisso a Deus.

P: vs 5-6: Por que?

R: (1) Deus ajudar /honrar /favorecerá os humildes.

(2) No tempo certo Deus honrar /exaltará os humildes.

P: v. 7: O que devemos fazer com as nossas preocupações/ansiedades?

R: Lançá-las/Entregá-las a Deus para que Ele cuide de nós.

5:8-11

P: v. 8: O que Pedro quer dizer com “O diabo é um leão que ruge”? (ou como a

tradução o descreve.)

R: O diabo é cruel e ousado, tem força e poder, e deseja ferir e matar/destruir os seus

inimigos.

P: vs 9-10: O que (então) Pedro diz que devemos fazer? Por que?

R: a. Resistir/opor ao diabo, ser fortes na fé.

b. Depois de sofrermos por um pouco de tempo, Deus nos aperfeiçoará e nos dará

força, firmeza e segurança.

5:12-14

P1 v. 12: O que Silas/Silvano tem a ver com esta carta de Pedro? Como ele ajudou a

Pedro?

(NOTA: Os comentaristas estão divididos. A maioria aceita(1).)

R: (1) Pedro ditou a carta para Silas/Silvano escrever.

(2) Silas/Silvano foi o portador da carta.

P: v. 13: Marcos era mesmo filho de Pedro? (uso literal do termo de parentesco)

R: Marcos era como se fosse filho de Pedro. (conforme a disposição de espírito, título

de afeição, ou a sua posição como discípulo e cooperador de Pedro.)

P: v. 14: O que Pedro quer que eles mostrem quando diz “cumprimentem um ao outro

com um beijo cristão” (ou como foi traduzido)?

R: Um sinal exterior de unidade e amor/irmandade cristã em amar um ao outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *