Letra da canção Deserto – Adriana Cabral

 

Deserto

Pai, quero confessar as minhas fraquezas,
as limitações da minha fé,
é tão difícil permanecer aqui de pé.

Pai, é um mundo de falsos amigos,
o orgulho se tornou um vício,
o absurdo agora é normal,
valores se perderam com o tempo.

Pai, vem atravessar comigo esse deserto,
vem brotar amor nos corações de pedra,
fazer cair dos olhos as escamas.

Oh Pai, vem dar vida aos meus sonhos tão secretos,
vem alimentar minha alma, eu não quero
morrer e não viver as Tuas promessas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *