3º Trimestre de 1998

Data: 27 de Setembro de 1998

TEXTO ÁUREO

“E o SENHOR será rei sobre toda a Terra; naquele dia um será o SENHOR, e um será o seu nome” (Zc 14.9).

VERDADE PRÁTICA

O Milênio preparará a Terra para o estabelecimento do reino eterno de Cristo, conforme as promessas das Sagradas Escrituras.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – Mt 6.10

O Milênio é ansiosamente esperado pelo povo de Deus

Terça – Ap 20.4-6

Os salvos reinarão com Cristo no Milênio

Quarta – Mq 4.3,4

Haverá paz entre povos e nações

Quinta – Is 32.16,17

Haverá paz e justiça em plenitude

Sexta – Is 11.6-9

Haverá paz até na criação em geral

Sábado – Cl 3.4

Os salvos estarão em glória com o seu Salvador

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Apocalipse 20.1-7.

1 — E vi descer do céu um anjo que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão.

2 — Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.

3 — E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que mais não engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.

4 — E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos.

5 — Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.

6 — Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos.

7 — E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão.

PONTO DE CONTATO

O Milênio é alvo de muitas profecias através da Bíblia. Porém, hoje, há pessoas que materializam e outras que espiritualizam excessivamente o assunto. Precisamos evitar tais extremos e conduzir a classe para interpretação correta das profecias bíblicas.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:

Compreender que, na segunda fase da vinda do Senhor em glória, todos os homens O verão.
Reconhecer a vinda do Senhor em glória como o início do estabelecimento do reino milenial.
Entender que, com a volta de Jesus em glória, tudo será novo, restaurado pela sábia administração do Senhor, que reinará com retidão e justiça e cujo domínio durará mil anos sobre a Terra.
Identificar que o Julgamento Final só acontecerá após o Milênio, quando se estabelecerá, em seguida, a Eternidade.

SÍNTESE TEXTUAL

Nesta lição estudaremos acerca do mais esplendoroso reino que existirá neste mundo, predito pelos profetas do Antigo Testamento e confirmado pelo próprio rei Jesus. Chegamos a um ponto altamente importante da escatologia bíblica, pois trata-se da época em que Cristo tomará as rédeas do governo do mundo e reinará aqui por mil anos, com Seus santos (a Igreja), tendo Israel como sede do governo mundial.

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA

Para fazer um elo com a lição anterior e introduzi-los ao novo assunto, converse com os alunos sobre o final da Grande Tribulação e a vinda do Senhor em glória, antes de explicar os tópicos da lição. Pergunte-lhes sobre os objetivos da vinda de Jesus em glória. Ajude-os no raciocínio, lembrando a seqüência dos eventos e explicando-lhes o propósito de cada um, os quais são: 1º) derrotar o Anticristo; 2º) prender o Anticristo e o Falso Profeta; 3º) derrotar o poder das nações sob o domínio do Anticristo, que estarão no fragor da batalha contra Israel; 4º) ressuscitar os que, na Grande Tribulação, morreram por não aceitarem adorar o Anticristo; e 5º) estabelecer o trono de Glória de Cristo Jesus. Veja, agora, qual o conceito que cada um possui de um reino perfeito, e apresente-lhes o Reino Milenial de Cristo.

COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO

A volta pessoal e visível de Cristo à Terra está prevista em toda a Bíblia. Deus estabeleceu o programa de um reino teocrático, iniciado com o povo de Israel, prosseguindo no período milenial e culminando no reino eterno.

I. O FIM DA GRANDE TRIBULAÇÃO

1. A volta pessoal de Cristo. O texto de Zacarias 14.3,4 indica a intervenção divina sobre o monte das Oliveiras, em Israel. As nações reunidas pelo Anticristo para combater e destruir Israel serão surpreendidas pela vinda do Senhor. O texto de Jl 3.2,12 fala do vale de Josafá, identificado também como o Cedrom, localizado entre Jerusalém e o monte das Oliveiras. Será nesse lugar o encontro do Senhor contra as nações inimigas de Israel. O monte das Oliveiras, o lugar exato de onde Cristo subiu ao céu, também sobre ele descerá gloriosamente.

2. A seqüência dos eventos finais (Mt 24.27-30). Nesses versículos Jesus apresentou a realidade da Tribulação (Mt 24.21). No v.27, Ele fala de sua vinda visível como “o relâmpago que sai do Oriente e se mostra até o Ocidente”. No v.28, Jesus retrata mais uma vez a visibilidade de Sua vinda usando a ilustração dos abutres atraídos pela matança. No v.29, dá a entender que a Sua vinda será logo depois da tribulação daqueles dias. No v.30, fala do sinal dessa vinda no céu, uma prova de que Ele, o Messias, virá sobre as nuvens do céu.

3. A derrota do Anticristo e seus exércitos (Ap 19.15-21). Nos versículos anteriores ao 14, Cristo aparece como um grande general de exército (como nos tempos bíblicos), e o v.15 mostra um Cristo preparado para fazer juízo sobre a impiedade do Anticristo. Diz o texto que “saía da sua boca uma espada afiada, para ferir com ela as nações”. A partir do v.17, uma grande ceia é apresentada para comer as carnes de todos os inimigos do povo de Israel que se ajuntaram para destruí-lo. Mas eles serão aniquilados pelos exércitos de Cristo. No v.20, a Besta, que é o Anticristo, juntamente com o Falso Profeta são presos e lançados vivos no Lago de Fogo. Esses dois personagens não são meras figuras ou metáforas, mas realmente dois homens da parte do Diabo, que se levantarão naqueles dias.

4. A vinda em glória (Ap 19.11-16). Refere-se especialmente a forma da descida gloriosa de Cristo sobre um cavalo branco. O cavaleiro que monta o cavalo do capítulo 19 de Apocalipse é Jesus, porque é identificado como “Fiel e Verdadeiro”. Nada tem a ver com o cavaleiro do cavalo branco do capítulo 6 de Apocalipse o qual se refere ao Anticristo. O v.14 de Apocalipse fala dos santos que acompanham a Cristo na Sua volta à Terra. Eles montam cavalos brancos e os seus cavaleiros estão vestidos de linho finíssimo. São os anjos e a Igreja de Cristo que gloriosamente participam da Sua conquista.

II. PREPARAÇÃO PARA O REINO MILENIAL

Com a derrota do Anticristo e seus exércitos, Israel verá que Aquele a quem rejeitaram na primeira vinda, não é outro senão o seu Messias.

1. A conversão a Cristo da parte dos judeus. Zc 12.10 fala do espírito de súplicas que será derramado sobre a casa de Davi, e prantearão pelo que fizeram a Cristo na sua primeira vinda. Vários textos bíblicos da profecia indicam essa conversão e renovação (Zc 13.9; Ez 36.24-31; Is 25.9; Rm 11.26). Todas estas passagens mostram que os judeus sobreviventes daqueles dias serão leais a Cristo, aceitando-o como o Messias. Porém, haverá, também, muitos judeus rebeldes os quais sofrerão o juízo de Cristo (Ez 20.33-38; Ml 3.1-5).

2. A prisão de Satanás (Ap 20.1-3). Antes que o Senhor instale o seu reino milenial, Satanás será preso por mil anos com todos os seus anjos, e assim não estarão livres para tentar as criaturas nos dias do reino milenial de Cristo.

III. O REI JESUS

Será um período de completa manifestação da glória de Cristo no Seu domínio, governo, justiça e reino (Is 9.6; Sl 45.4; Is 11.4; Sl 72.4; Dt 18.18,19; Is 33.21,22; At 3.22).

Vários são os títulos e nomes de Cristo no Milênio. Ele é chamado: o Renovo (Is 4.2; 11.1; Jr 23.5; 33.15; Zc 3.8,9; 6.12,13); Senhor dos Exércitos (Is 24.23; 44.6); o Ancião de dias (Dn 7.13); o Altíssimo (Dn 7.22-24); o Filho de Deus (Is 9.6; Dn 3.25); o Rei (Is 33.17,22; 44.6; Dn 2.44); o Juiz (Is 11.3,4; 16.5; 33.22; 51.4,5); o Messias Príncipe (Dn 9.25,26). Muitos outros títulos destacam as atividades do Rei Jesus.

IV. CARACTERÍSTICAS DO REINO MILENIAL

1. Justiça. Somente os justos serão admitidos no reino (Mt 25.37; Is 60.21; 26.2). A justiça será sinônimo do Messias (Ml 4.2; Is 46.13; 51.5).

2. Obediência. Foi o propósito original de Deus na criação do mundo o estabelecimento de um princípio de obediência completa e voluntária a Deus. A árvore da vida foi colocada no Éden como uma prova de obediência (Gn 2.16,17). Diz a Bíblia que Deus sujeitou todas as coisas Àquele que é o Senhor (Ef 1.22).

3. Conhecimento universal de Deus (Is 11.9; Jr 3134). O conhecimento estará disseminado e determinado em toda a Terra. Na verdade, todas as pessoas terão conceitos corretos sobre Deus, porque o mal estará detido naquele tempo.

4. Paz e prosperidade (Is 2.4; 35.1,2). A maldição do pecado estará detida, sem poder de alastramento. A paz será universal porque a sua base será a justiça do Messias.

5. Longevidade (Is 65.20,21,22; 33.24). Uma vez que o mal estará detido, a vida física dos habitantes da Terra naqueles dias não sofrerá tanto como hoje. E verdade que as pessoas não estarão isentas da morte. Mas viverão muito mais.

V. FINAL DO MILÊNIO

1. A soltura de Satanás e seus anjos. Vemos uma descrição na Terra que mostra o fim do período milenial (Ap 20.2,3,7-9). A razão pela qual Satanás será solto é discernida pela sua atividade no tempo de sua soltura. Ele sairá para enganar as nações e promover sua última batalha contra o povo de Deus.

2. Gogue e Magogue (Ap 20.8). Esses dois nomes referem-se aos inimigos de Israel. Podem representar dois tipos de inimigos: povos vindos do Norte; e, também, povos em geral. O que prevalece mais fortemente é a representação de povos vindos do norte. Na verdade, a batalha não será muito extensa, porque haverá a intervenção divina.

VI. PÓS-MILÊNIO

Todos esses fatos conduzem ao Grande Trono Branco, que é o Juízo Final (Ap 20.11), símbolo do poder de Deus para executar a justiça. Jesus será o Juiz (At 17.31; Jo 5.22,27). Diante do Supremo Juiz, todos haveremos de comparecer. Os perdidos não escaparão ao Lago de Fogo (Ap 19.20; 20.10,14,15; 21.8). O Lago de Fogo é um lugar, e não um conceito, uma idéia ou estado mental.

CONCLUSÃO

Na segunda fase de Sua vinda em glória (visível em todo o mundo), Cristo vai julgar as nações (Juízo das Nações) e inaugurar o Milênio, a gloriosa era de paz a ser implantada na Terra. Seguindo-se o Grande Trono Branco, o Juízo Final, ocasião em que somente haverá dois destinos: a morte eterna ou a vida eterna. Os crentes em Jesus estarão livres de qualquer condenação e irão desfrutar da eternidade.

VOCABULÁRIO

Vindicação: Ato ou efeito de vindicar; reclamar.

EXERCÍCIOS

1. Depois de quais eventos acontecerá o Milênio?

R. Depois da Grande Tribulação e da vinda de Cristo em glória.

2. O Milênio será a completa manifestação de que?

R. Da glória de Cristo no Seu domínio, governo, justiça e reino.

3. Quais serão as características do Milênio?

R. Justiça, obediência, conhecimento universal de Deus, paz e prosperidade e longevidade.

4. Quem será solto no fim do Milênio?

R. Satanás e seus anjos.

5. Qual o grande evento que acontecerá após o Milênio?

R. Grande Trono Branco, o Juízo Final

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *