E não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que falava.
Atos 6.10
Já não se fazem mais pregadores como antigamente… Como tenho
saudade daquelas pregações expositivas, baseadas inteiramente na Bíblia! Os
super-pregadores de hoje não querem seguir ao modelo das Escrituras:
contam histórias, interagem com a platéia, berram ao microfone… Você se
lembra da última vez em que participou de um congresso em que o orador, à
semelhança do protagonista deste capítulo, apenas expôs a Palavra de Deus,
permitindo a ação do Espírito Santo?
Neste capítulo continuarei a discorrer sobre o pregador e a pregação
expositivos. E tomarei como base a curta biografia do diácono Estêvão —
que diácono! —, pois na sua vida vemos os perfis do pregador e da pregação
que agradam a Jesus.

 

fonte: Mais Erros que os Pregadores Devem Evitar – Ciro Sanches Zibordi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *