No Antigo Testamento pouco é dito sobre a ressurreição.
Isso não significa que a ressurreição não está ali presente!
Está, mas não aparece de modo proeminente como
no Novo.
Já o Novo Testamento 0 assunto da ressurreição é visto
e analisado com sentido amplo, definido e categórico.
Não somente Jesus ressuscitou dentre os mortos, mas
igualmente um dia todos os homens também ressuscitarão.
Jesus refutou o ceticismo dos saduceus quanto a esse
particular, empregando um interessante argumento baseado
nas Escrituras (Mt 22.31,32). A posição geral do Novo
Testamento é que a ressurreição de Cristo será seguida
pela ressurreição dos crentes.
Mas esta ressurreição baseada na ressurreição de Cristo,
aniquila toda força do pecado que, segundo Paulo, trou154
xe a morte para o homem. ‘1Forque, assim como a morte
veio por um homem, também a ressurreição dos mortos
veio por um homem” (1 Co 15.21). Semelhantemente, 0
apóstolo Pedro escreve: “…nos gerou de novo para uma
viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os
mortos” (1 Pd 1.3b).
Dessa forma, portanto, a ressurreição do crente é decorrência
imediata da ressurreição do Salvador. E, certamente
é isto que Paulo afirma: “ …se Cristo não ressuscitou,
é vã a vossa fé” (1 Co 15.17).
Tão característico do crente é a ressurreição que Jesus
pode referir-se aos tais como “ …filhos de Deus, sendo filhos
da ressurreição” (Lc 20.36).

 

fonte: Escatologia Severino Pedro da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *