Três pontos fundamentais marcaram a ressurreição
de Cristo, nosso Senhor:
primeiro, sua importância;
segundo, resultado; e
terceiro, seu efeito.
a. Sua importância. Tanto em síntese , como detalhadamente,
é doutrina fundamental, continuamente reiterada,
enriquecida e aprofundada nas Escrituras. Encontrase
em toda a Bíblia, nos ensinos dos profetas, especialmente,
também, os ensinos dos apóstolos e, de um modo particular,
nos ensinos de Jesus que, predissera com antecedência
de séculos no primeiro caso, e de alguns meses no segundo.
Também na “veracidade dos séculos” (cf. Jó 22.15)
este grande testemunho tem sido preservado até nós.
b. Seu efeito. Foi o cumprimento à risca das palavras
dos profetas, e do próprio Jesus, que, como já ficou afirmado,
a ressurreição estava predita com antecedência de sé-
culos. O episódio, e até com minúcias, em vários de seus
elementos importantes, a veracidade das Escrituras foi
justificada, esclarecida e evidenciada, pois dependiam do
fato desta ressurreição; foi também a evidência central da
divindade de Cristo, da sua exaltação e glorificação, do seu
supremo poder pessoal; o emblema expressivo da ressurreição
da imortalidade, tanto no presente, se for necessá-
rio. como no futuro. Ela deu a certeza, e assegurou o testemunho
apostólico, a certeza do juízo final, o fundamento
dos santos, agora no presente, no futuro e por toda a eternidade
(At 17.31).
c. Seu resultado. São amplos, grandes e maravilhosos
e excedem os desejos dos mais sinceros corações os resultados
da ressurreição de Cristo; ela tornou o cristianismo
idôneo, adequado, verdadeiro e eficaz, dando assim a certeza
real, literal e objetiva. Foi e é o fortalecimento de toda
a pregação evangélica, em qualquer tempo ou lugar. A ressurreição
de Cristo foi e é a suprema e majestosa história
dos evangelhos e da humanidade!

 

fonte: Escatologia Severino Pedro da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *