Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica;
pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as
Escrituras todos os dias para ver se as cousas eram, de fato,
assim. Atos 17.11, ARA
A Bíblia, para muitos que se dizem cristãos, é um livro comum. Não a
consideram infalível e inerrante, tampouco a sua regra de fé, de prática e de
vida. Tenho notado que esses crentes são os que mais se sentem ofendidos
com as críticas e refutações aos falsos evangelhos da atualidade. Vivem do
que ouviram falar; são hábeis para citar letras de canções, mas incapazes de
memorizarem um versículo bíblico sequer.
Neste capítulo, discorrerei sobre algumas “verdades” tidas como parte
integrante das Escrituras, as quais são difundidas por animadores de
auditório e cantores famosos, preocupados mais com as suas carreiras de
popstar do que com a propagação do evangelho.
Afinal, o que a Palavra de Deus não diz?

 

fonte: Mais Erros que os Pregadores Devem Evitar – Ciro Sanches Zibordi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *