Se você deseja saber se alguém que se diz homem de Deus de fato o é,
analise o seu proceder e o seu falar mediante as seguintes perguntas: Ele
honra a Cristo em tudo, não recebendo glória dos homens?
Não é muito difícil para quem tem discernimento pela Palavra do
Senhor descobrir se um pregador ou cantor serve a Deus de verdade. Basta
verificar se o tal honra ao Senhor ou prefere receber glória dos homens.
Pregadores há que se comportam como um show-man. Todos os holofotes se
voltam para ele, que, qual um neófito, ensoberbece-se e cai na mesma
condenação do Diabo (1 Tm 3.6). Ele repudia a avareza, ou ama
sordidamente o dinheiro? Homens de Deus não são amantes do dinheiro,
pois sabem que a avareza é idolatria (Ef 5.5; 1 Tm 6.10). Se um pregador ou
cantor só fala em dinheiro e mercadeja a Palavra do Senhor (2 Co 2.17), por
que temos de respeitá-lo como homem de Deus? Ele ama os pecadores e
deseja vê-los salvos? Preste atenção nas mensagens dos super-pregadores.
Falam eles de Cristo? Quando fazem o convite para os pecadores irem à
frente, dizem claramente o que é receber o Senhor Jesus? Ou iludem as
pessoas, prometendo-lhes isso e aquilo? Tenho presenciado, com tristeza,
“apelos” mediante os quais o pregador promete “mundos e fundos” e nada
fala sobre a obra redentora. Resultado: inúmeras pessoas vão à frente, e a
maioria delas volta para casa sem Jesus no coração…
Ele prega contra o pecado, defende o evangelho de Cristo e conduz a
igreja à santificação? Muitos se escondem atrás de sua oratória, de suas
performances humorísticas e de seus fenômenos. Não pregam contra o
pecado. Acham que, fazendo isso, fecharão portas, e as igrejas não mais os
convidarão. Servem a si mesmos, e não ao Senhor! Também não se sentem
indignados quando ouvem heresias; menosprezam o evangelho. Quanto à
santificação, isso nada representa para eles.
Ele detesta o mal e ama a justiça? Os verdadeiros servos do Senhor,
que cumprem a sua vontade, posicionam-se claramente contra o pecado e as
heresias. Eles não buscam meios de tornar as verdades da Palavra de Deus
relativas. Para eles, o que é mal é mal, e o que é bem, bem. Sim é sim, e não
é não. Seu posicionamento contra o mal é claro.
Ele tem uma vida de oração e devoção a Deus? Quem de fato pertence
a Deus e anda de acordo com a sua Palavra sente prazer em buscar ao Senhor
e manter com Ele uma íntima comunhão. Os super-pregadores valem-se de
seus chavões e sua presença de palco. A Deus eles não enganam. Ele sabe
onde pisam os seus pés. Amenos que se prostrem diante do Senhor e se
humilhem, pedindo-lhe perdão por suas falcatruas, tais obreiros não
escaparão do juízo, naquele grande Dia.
Ele demonstra amar e seguir a Palavra do Senhor? Os servos de Deus
têm prazer na Lei do Senhor (Sl 1.1-3) e a respeitam, considerando
inegociáveis as suas verdades. Quando não entendem alguma coisa,
silenciam. Jamais se precipitam, dizendo que encontraram alguma
incongruência do texto sagrado.

 

fonte: Mais Erros que os Pregadores Devem Evitar – Ciro Sanches Zibordi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *