496 JESUS ME TIROU DA LAMA

1
Jazia num lago de fama, de horror,
Não tinha esperança em mim, pecador,
Mas tenho clamado a Jesus Salvador,
Pra fora do lago me tirou o Senhor.

Dum lago horrível Jesus me tirou,
Sobre a rocha meus pós firmou!
Um novo canto em mim soou,
Ao Salvador, Aleluia!

2
Agora desejo a Cristo seguir,
Com todo o meu ser eu O quero sentir,
Pois Ele salvou-me a fim de O servir,
E para Seu gozo, eu também fruir.

3
Somente eu quero servir ao Senhor,
Com todo prazer e com muito fervor,
Assim vou andar de valor em valor,
Na luz gloriosa do Consolador!

4
Pra sempre agora eu proclamarei,
“Foi crendo em Cristo que me libertei,
E foi no Seu sangue que me lavei,
Na rocha eterna mais me firmarei!”

Autor: P.L.M Paulo Leivas Macalão

 

CIFRA

Tom: Mi b maior

  Eb                Bb                     Ab       Eb      Bb
Jazia num lago de lama, de horror, / Não tinha esperança em mim, pecador,
      Eb               Ab                    Eb              Bb      Eb
Mas tenho clamado a Jesus Salvador, / P'ra fora do lago me tirou o Senhor.
Eb
Dum lago horrível Jesus me tirou,
Cm                  F     Bb
Sobre a rocha meus pés firmou!
Eb                Ab
Um novo canto em mim soou,
Eb             Bb Eb
Ao Salvador, Aleluia!

  Eb             Bb                  Ab         Eb        Bb
Agora desejo a Cristo seguir, / Com todo o meu ser eu O quero sentir,
      Eb              Ab                   Eb                Bb      Eb
Pois Ele salvou-me a fim de O servir, / E para Seu gozo, eu também fruir.
  Eb               Bb                     Ab      Eb        Bb
Somente eu quero servir ao Senhor, / Com todo prazer e com muito fervor,
  Eb                 Ab                 Eb              Bb    Eb
Assim vou andar de valor em valor, / Na luz gloriosa do Consolador!
       Eb                 Bb                Ab       Eb        Bb
P'ra sempre agora eu proclamarei, / "Foi crendo em Cristo que me libertei,
   Eb                    Ab                Eb                   Bb   Eb
E foi no Seu sangue que eu me lavei, / Na rocha eterna mais me firmarei!"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima