canticos 2:10-17

10O meu amado fala e me diz: Levanta-te, amiga minha, formosa minha, e vem. 11Porque eis que passou o inverno: a chuva cessou e se foi. 12Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra. 13A figueira já deu os seus figuinhos, e as vides… Continuar lendo canticos 2:10-17

publicado
Categorizado como Cânticos

Cânticos 6:1-10

1Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres? Para onde virou a vista o teu amado, e o buscaremos contigo? 2O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para se alimentar nos jardins e para colher os lírios. 3Eu sou do meu amado, e o meu amado é… Continuar lendo Cânticos 6:1-10

publicado
Categorizado como Cânticos

Cânticos 8:1-10

1Ah! Quem me dera que foras meu irmão e que te tivesses amamentado aos seios de minha mãe! Quando te achasse na rua, beijar-te-ia, e não me desprezariam! 2Levar-te-ia e te introduziria na casa de minha mãe, e tu me ensinarias; e te daria a beber vinho aromático e do mosto das minhas romãs. 3A… Continuar lendo Cânticos 8:1-10

publicado
Categorizado como Cânticos

Cânticos 2:12

Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra.

publicado
Categorizado como Cânticos

Cânticos 2:4

Levou-me à sala do banquete, e o seu estandarte em mim era o amor.

publicado
Categorizado como Cânticos