Quando chegamos à casa, quase sempre é com a
ideia de descansar ou de concluir trabalhos inacabados de
outro dia. O problema é que atividades domésticas, televisão,
revistas e jornais e outros afazeres roubam tempo que
deveríamos dedicar aos nossos filhos. E, quando eles
solicitam nossa atenção, temos a tendência de dispensá-los,
com a desculpa de que estamos ocupados.

Consequências
A criança que não consegue a atenção dos pais se
sente desvalorizada. Não raro, pais ausentes são a causa
do desequilíbrio emocional do filho. A personalidade
histriônica* é própria de indivíduos que sentiram a
ausência da figura paterna na infância. Ataques de
medo, acessos irracionais de raiva, sentimentos de culpa
e ódio de si mesmo procedem da mesma fonte.
___________________________________________________________
*Tende à dramaticidade e busca atenções para si; também conhecido como
“carente-afetivo”.

O que dizer?
Se você não puder atender ao seu filho no momento
em que ele pedir atenção, diga-lhe: “Gosto muito de brincar
com você, mas agora preciso ir ao trabalho’ ou ‘Agora preciso
concluir esta tarefa’. Então, vamos brincar outra hora. Prepare
tudo para nossa brincadeira”. E cumpra o acordo feito com
ele.
Programe alguma atividade com seu filho, para
determinada hora do dia ou da noite. Brinquem ou façam
alguma coisa juntos. Por exemplo, crianças gostam de brincar
de “cabana”. Faça uma barraca com um lençol no meio da
sala e “acampe” ali. Use a criatividade, seu filho jamais irá
esquecer.
Sua carreira e seu trabalho não podem roubar de você
o privilégio de desfrutar a companhia dos filhos.

FONTE: 50 Coisas que os pais nunca
devem dizer aos filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *