Palavras descritivas da idade: Receptividade e Plasticidade.
A. Físico
Rápido crescimento, inquietação, movimento, sentimento, dependência.
As quatro principais atividades da criança nessa idade
são: comer, dormir, brincar, perguntar. Os sentidos físicos funcionam com toda carga. Eles são nessa época de suprema importância na aprendizagem. O ensino ilustrado é de toda
importância nessa fase. Crianças gostam de todo tipo de barulho, especialmente aqueles que resultam em ritmo. Por
essa razão, rimas e movimentos ritmados nos hinos, poesias e
exercícios de expressão agradam, impressionam o sistema
nervoso e este transforma as sensações em movimento. Uma
criança vive pelo sentimento, por isso fica quieta apenas
alguns instantes.
B. Mental
Aprendizagem pelos sentidos. Curiosidade. Imaginação.
Credulidade. A alma da criança é como massa de modelagem:
a forma que se der essa fica; o que for ensinado é aceito e crido
sem discussão, o que não se dá com jovens e adultos, que tendo a faculdade da razão em pleno funcionamento, concordam
ou discordam, conforme seu senso de valores, julgamento e
conhecimento. A visão é por demais ativa e a criança aprende
mais pela visão do que por qualquer outro sentido. Há muita
curiosidade. Muita criança tem adoecido pela curiosidade em
experimentar coisas desconhecidas. Animais pequenos correm perigo perto de mãos infantis, vítimas de sua curiosidade… A imaginação é por demais fértil. Nessa idade a criança
não distingue entre o real e o imaginário. E tanto, que flores,
animais e figuras falam como se fossem gente. Devido a essa
forte imaginação, elas inventam histórias as mais incríveis,
sendo por isso tidas por mentirosas. Quanto à curiosidade, a
criança normal parece mais um ponto de imaginação! Seu
período de atenção não vai além de 3 minutos.

C. Social
A criança até aos 5 anos é notadamente egoísta, vindo
com isso a imitação. Ela é o centro do seu próprio mundo. Só
pensa em termos de “eu”. Tudo é “meu”. Se vai a uma loja de
brinquedos quer tudo. Se vê outras crianças brincando quer
tomar seus brinquedos. Se come e sobra alimento, ela não
come mas também não dá… E teimosa e quer fazer aquilo que
lhe vem à mente. São afetuosas. Gostam de música e canto.
Sua tendência para imitar os outros influi no caráter, assim
como a curiosidade influi no conhecimento. Essa é a época
áurea da formação dos hábitos como oração, obediência, freqüência aos cultos, contribuição, assistência caritativa e filantrópica, etc. A vida é uma série de hábitos bons ou maus.
Os que moldarão a vida são formados na primeira infância,
precisamente até os 4 anos. Toda construção começa pelo alicerce, e aqui temos o alicerce da vida — l s infância. Passada
esta fase, não volta mais.
D. Espiritual
Credulidade e confiança tranqüila. A vida cristã no lar, num
ambiente de oração e fé em Deus, fará a criança compreender a
Deus como o Pai amoroso. A atividade dos sentidos ajudá-la-á a
aprender as lições da natureza. A criança crê em tudo que lhe é
dito. Deus deve ser apresentado como o Papai do céu.

FONTE: Manual da Escola Bíblica dominical

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *