1 – O crente como cidadão dos céus, em quanto estiver na tera, tem por obrigação demarcar território onde pisar com a planta de seus pés.

 

– Efésios 2:19 Assim, pois, não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus,

 

2 – Uma vez demarcado seu território, administrar com rédeas espirituais.

 

Colossensses 3:1 – Se, pois, fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.

Efésios 6:20 pelo qual sou embaixador em cadeias, para que nele eu tenha coragem para falar como devo falar.

 

3) – O Crente como cidadão dos Céus, tem que abster-se das concupiscências carnais e ignorar o mundo combatendo suas mazelas.

 

I Jo 2:15-17 15 Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo. 17 Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre.

 

I Pe 2:11 Amados, exorto-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências da carne, as quais combatem contra a alma;

 

4) O Crente deve ter sempre em mente que mesmo vivendo na terra o seu lugar é no Reino dos Céus

 

João 18:36 Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; entretanto o meu reino não é daqui.

 

Hb 11:13 Todos estes morreram na fé, sem terem alcançado as promessas; mas tendo-as visto e saudado, de longe, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *