Livro do Eclesiástico

SENTENÇAS DO SÁBIO

O mistério da Sabedoria

1

1 Toda Sabedoria vem do Senhor Deus e com ele esteve sempre, existindo antes do mundo. 2 Quem pôde contar a areia do mar, as gotas da chuva, os dias do tempo?

  • Quem pôde medir a altura do céu, a extensão da terra, a profundeza do abismo? 3 Quem investigou a Sabedoria divina, que precede todas as coisas?
  • Antes de todas as coisas foi criada a Sabedoria, a Inteligência prudente existe desde a
  • Fonte da Sabedoria é a palavra de Deus nas alturas e o acesso a ela são os mandamentos
  • A quem foi revelada a raiz da Sabedoria? e suas sutilezas, quem as conheceu?
  • e a ciência da Sabedoria, a quem foi revelada e manifestada? Quem compreendeu sua grande experiência?
  • Só um é o altíssimo, Criador onipotente, rei poderoso e a quem muito se deve temer, assentado em seu trono e dominando tudo, Deus
  • Ele é quem a criou com seu santo Espírito: Ele a viu, a enumerou e mediu;
  • Ele a derramou sobre todas as suas obras e sobre cada ser humano, segundo a sua Ele a concede àqueles que o amam.
  • O temor do Senhor é glória e honra, alegria e coroa de exultação.
  • O temor do Senhor alegra o coração, dá contentamento, gozo e vida
  • Para quem teme o Senhor tudo acabará bem, e será abençoado no dia de sua morte. 14 O amor de Deus é Sabedoria digna de

 

  • Àqueles aos quais se manifesta, Deus a distribuirá para que o vejam e proclamem suas grandes obras.

 

O temor do Senhor, princípio da Sabedoria

 

  • Princípio da Sabedoria é o temor do Senhor: para os fiéis, ela foi criada com eles no seio materno;

15entre os discípulos da verdade foi firmada desde sempre e a seus descendentes é confiada. 17 O temor do Senhor é o conhecimento iluminado pela piedade.

18 A piedade guarda e justifica o coração, e lhe traz alegria e gozo.

20 Plenitude da Sabedoria é temer a Deus: com seus frutos ela inebria os fiéis; 21 de coisas preciosas enche toda a sua casa e, de tesouros, os seus celeiros.

22 Coroa da Sabedoria é o temor do Senhor, que faz florir a paz e o fruto da salvação: 23 uma e outro, porém, são dons de Deus.

  • A Sabedoria derrama como chuva a ciência e a inteligência prudente, e aumenta a glória dos que a possuem.
  • Raiz da Sabedoria é temer o Senhor, e seus ramos são
  • Nos tesouros da Sabedoria estão a inteligência e o conhecimento iluminado pela piedade; para os pecadores, porém, a Sabedoria é execração
  • O temor do Senhor repele o pecado; quando presente, afasta toda

 

 

Sabedoria e domínio de si

  • Quem não tem o temor não poderá justificar-se; a sua irritação sem controle vai levá-lo à ruína.
  • Quem é paciente resistirá, até o momento oportuno; depois, a alegria lhe será restituída.
  • Quem tem bom senso reterá as palavras até o momento oportuno; e os lábios de muitos proclamarão sua prudência.

 

Uma lição instrutiva

 

  • Entre os tesouros da Sabedoria está uma parábola instrutiva; 32 para o pecador, porém, é uma execração o culto a Deus.

33 Filho, se desejas a Sabedoria, pratica a justiça e Deus a concederá. 34 Pois Sabedoria e instrução é o temor do Senhor, e o que lhe agrada

 

  • é a fé e a mansidão.
  • Não sejas rebelde ao temor do Senhor, e não te aproximes dele com o coração dividido. 37 Não sejas hipócrita diante dos outros e toma cuidado com os teus lábios.

38 Não te exaltes a ti mesmo, para que não venhas a cair e não atraias sobre ti a desonra. 39 Pois o Senhor revelaria teus atos ocultos e te abateria no meio da assembléia,

40 por te haveres aproximado do temor do Senhor com malícia, estando teu coração cheio de falsidade e engano.

 

O temor de Deus na provação

 

 

2

 

  • Filho, se te apresentas para servir a Deus, permanece na justiça e no temor e prepara tua alma para a provação.
  • Mantém o teu coração firme e sê constante, inclina teu ouvido e acolhe as palavras inteligentes, e não te afobes no tempo da contrariedade.
  • Suporta as demoras de Deus, agarra-te a ele e não o largues, para que sejas sábio em teus
  • Tudo o que te acontecer, aceita-o, e sê constante na dor; na tua humilhação tem paciência, 5 pois é no fogo que o ouro e a prata são provados e, no cadinho da humilhação, os que são agradáveis a
  • Crê em Deus, e ele cuidará de ti; espera nele, e dirigirá os teus caminhos; conserva seu temor, e nele permanece até à velhice.

 

Temor do Senhor e confiança

 

  • Vós que temeis o Senhor, contai com a sua misericórdia e não vos desvieis, para não
  • Vós que temeis o Senhor, confiai nele, e a vossa recompensa não falhará.
  • Vós que temeis o Senhor, esperai coisas boas: alegria duradoura e misericórdia. 10 Vós que temeis o Senhor, amai-o e vossos corações ficarão
  • Considerai, filhos, as gerações passadas e vede: quem confiou no Senhor e ficou desiludido?

 

  • quem permaneceu nos Seus mandamentos e foi abandonado? quem o invocou e foi por ele desprezado?
  • Pois o Senhor é compassivo e misericordioso, perdoa os pecados no tempo da tribulação e protege todos os que o procuram com sinceridade.

 

Ai da duplicidade!

 

  • Ai dos corações divididos, dos lábios criminosos, das mãos depravadas e do pecador, que pretende entrar na terra por dois caminhos!
  • Ai dos corrompidos de coração, que não crêem, e por isso não serão protegidos!
  • Ai de vós, que perdestes a perseverança e abandonastes os caminhos retos, extraviando-vos por caminhos depravados!
  • Que haveis de fazer, quando o Senhor começar a pedir constas?
  • Os que temem o Senhor não são rebeldes às suas palavras, os que o amam observam seus
  • Os que temem o Senhor procuram o que lhe agrada, os que o amam saciam-se com a sua
  • Os que temem o Senhor preparam seus corações e na sua presença se purificam
  • Os que temem o Senhor guardam seus mandamentos e perseveram até a sua vinda.
  • Eles dizem: “Mesmo não convertidos cairemos nas mãos do Senhor e não nas dos homens, 23 pois tamanha é a sua grandeza, tão grande é a sua misericórdia!”

 

“Honrarás pai e mãe”

 

 

3

 

  • Os discípulos da Sabedoria são uma assembléia de justos e a sua comunidade é marcada pela obediência e o amor.
  • Ouvi, ó filhos, a advertência de um pai, e procedei de tal modo que sejais salvos. 3 Deus honra o pai nos filhos e confirma, sobre eles, a autoridade da mãe.
  • Quem honra seu pai intercederá pelos pecados, evitará cair neles e será ouvido na oração
  • Quem respeita sua mãe é como alguém que ajunta tesouros.

 

  • Quem honra seu pai terá alegria em seus próprios filhos; e, no dia em que orar, será
  • Quem honra seu pai terá vida longa, e quem obedece ao pai é o consolo da mãe.
  • Quem teme o Senhor honra seus pais e como a senhores servirá aos que o geraram. 9 Com obras e palavras honra teu pai,
  • para que dele venha sobre ti a bênção.
  • A bênção do pai consolida a casa dos filhos, mas a maldição da mãe destrói até os
  • Não te glories da injúria sofrida por teu pai, pois não é glória para ti a sua
  • A glória de cada um vem da honra de seu pai, e é uma desonra para o filho a mãe
  • Filho, ampara a velhice de teu pai e não lhe causes desgosto enquanto
  • Mesmo que esteja perdendo a lucidez, sê tolerante com ele e não o humilhes, em nenhum dos dias de sua

14 A ajuda prestada a teu pai não será esquecida, 16 mas será plantada em lugar dos teus pecados

  • e contada como justiça para ti; no dia da aflição serás lembrado e teus pecados se dissolverão, como o gelo em dia de sol.
  • Como é infame, quem desampara seu pai, e é amaldiçoado por Deus, quem exaspera sua mãe!

 

Humildade e orgulho

 

  • Filho, realiza teus trabalhos com mansidão e serás amado mais do que alguém que dá
  • Na medida em que fores grande, humilha-te em tudo e assim encontrarás graça diante de Muitos são altaneiros e ilustres, mas é aos humildes que ele revela seus mistérios.
  • Pois grande é o poder só de Deus, e pelos humildes ele é
  • Não procures o que é mais alto do que tu nem investigues o que é mais forte; pensa sempre no que Deus te ordenou e não sejas curioso acerca de suas muitas obras,
  • pois não precisas ver com teus olhos o que está escondido. 24 Não te desdobres em perscrutar coisas supérfluas,
  • pois já te foram mostradas muitas coisas que excedem a compreensão
  • A opinião própria já extraviou a muitos, e a falsa aparência enganou seus

 

Sem a pupila, falta-te a luz; sem o conhecimento, faltará a Sabedoria.

  • O coração obstinado findará na desgraça; quem ama o perigo, nele perecerá.
  • O coração que anda por dois caminhos não será bem sucedido; quem é depravado tropeçará neles.
  • O coração malvado será oprimido de dores; o pecador acrescenta pecados a
  • Para as chagas dos soberbos não há cura, pois a planta do pecado se enraíza neles e nem é
  • O coração do sábio captará as palavras dos sábios e o ouvido atento desejará a Sabedoria. 32 O coração sábio e inteligente se absterá dos pecados e praticando a justiça terá bom êxito. 33 A água apaga o fogo crepitante: assim a esmola expia os pecados.

34 Deus está sempre observando quem presta um favor, lembra-se dele no futuro e, no momento da queda, ele encontra apoio.

 

A esmola

 

4

 

  • Filho, não prives da esmola o pobre; não desvies do pobre os teus
  • Não entristeças quem tem fome e não exasperes o pobre em sua indigência. 3 Não aflijas o coração do indigente e não adies a ajuda ao
  • Não rejeites a súplica do aflito e não desvies do indigente o teu
  • Do necessitado não desvies com dureza os olhos e não lhe darás ocasião de amaldiçoar-te por detrás.
  • Pois será ouvida a súplica de quem, amargurado, te amaldiçoar: há de ouvi-lo aquele que o
  • Torna-te amável na comunidade; humilha-te diante do mais velho e perante a autoridade inclina a cabeça.
  • Inclina ao pobre teu ouvido sem má vontade, paga-lhe a tua dívida e responde-lhe com brandura e mansidão.
  • Livra da mão do opressor o que sofre violência, e não procedas com aspereza ao julgar. 10 Sê misericordioso com os órfãos como um pai, e como um esposo para com suas mães;
  • e serás como um filho obediente do Altíssimo, que se compadecerá de ti mais do que tua mãe.

 

A Sabedoria educa

 

  • A Sabedoria inspira a vida a seus filhos e acolhe os que a
  • Quem a ama, ama a vida; os que madrugarem por ela receberão o gozo da parte do Senhor. 14 Quem a adquirir, herdará a glória. onde ela entrar, Deus abençoará.

15 Os que a servem são obedientes ao Santo; pois Deus ama os que a amam. 16 Quem a escutar, julgará as nações; quem olhar para ela habitará seguro.

  • Se alguém confiar nela, vai recebê-la em herança, e na sua posse continuarão seus
  • Ela anda com ele sem se dar a conhecer e no começo o põe à prova;
  • faz vir sobre ele temor e tremor e o experimenta com as provas da sua disciplina, até que ele a conserve em seus pensamentos e nela deponha sua confiança.
  • Ela então voltará diretamente a ele e o confirmará, e lhe dará alegria:
  • revelará a ele os seus segredos e lhe confiará o tesouro do conhecimento e a compreensão da justiça.
  • Caso, porém, se desvie, ela o abandonará e o entregará às mãos do

 

 

Verdadeira e falsa modéstia

 

  • Filho, observa o momento oportuno e desvia-te do mal; 24 e não passes vergonha diante de ti mesmo.

25 Pois há vergonha que conduz ao pecado e há vergonha que traz glória e graça. 26 Não tenhas preconceito contra ti mesmo e também a ti mesmo não enganes.

  • Não receies acudir a teu próximo em sua queda
  • e não retenhas a palavra no momento oportuno, nem escondas a sabedoria por respeito
  • Pela palavra se reconhece a sabedoria e o bom senso, pela resposta da língua.
  • Não contradigas de modo algum à verdade mas sente vergonha da tua ignorância.
  • Não te envergonhes de confessar teus pecados mas também não te submetas a homem algum por causa do pecado.
  • Não resistas de frente ao poderoso, como não deves opor-te à correnteza do rio. 33 Luta pela justiça até a morte, e Deus submeterá teus inimigos diante de
  • Não sejas ousado na tua língua e medroso e indolente em tuas

 

  • Não sejas como um leão em casa, amedrontando teus empregados e oprimindo teus
  • Não tenhas a mão aberta para receber e fechada, para

 

 

Sobre a riqueza

 

 

5

 

1 Não te apoies nas tuas riquezas e não digas: “Bastam-me os meus recursos!” 2 Não deixes que tua força te leve a seguir as paixões do coração.

  • Não digas: “Quem terá poder sobre mim?” ou: “Quem me fará prestar contas das minhas ações?”, pois Deus, com certeza, te punirá.
  • Não digas: “Pequei, e que de mal me aconteceu?”, pois o Altíssimo é um retribuidor
  • Não percas o temor por causa do perdão acrescentando pecado a
  • Não digas: “A misericórdia do Senhor é grande, Ele se compadecerá da multidão dos meus pecados!”,
  • pois tanto a misericórdia como a ira dele chegam depressa, e sua ira se abate sobre os
  • Não demores em voltar para o Senhor e não adies de um dia para outro, 9 pois sua ira vem de repente e, no dia da vingança, serás arrebatado.

 

Não confiar em riqueza injusta

 

  • Não te apoies em riquezas injustas, pois de nada te valerão no dia da desgraça.
  • Não joeires a todo vento e não andes por todos os caminhos: é assim que o pecador se dá a conhecer, pela duplicidade da língua.
  • Sê firme na tua convicção, na verdade da tua convicção e no teu conhecimento; e te acompanhe a palavra da paz e da justiça.
  • Sê prestimoso para ouvir a palavra, a fim de entendê-la, e lento para dar a
  • Se tens a compreensão do assunto, responde; caso contrário, põe a mão à boca, para não seres surpreendido numa palavra descontrolada e saíres
  • Honra e ignomínia se encontram na fala; a língua leva a gente à ruína.

 

  • Não te deixes impressionar pelo boato, e com a tua própria língua não
  • Para o ladrão, a vergonha; para a pessoa de língua dupla, a má fama; para o boateiro, ódio e inimizade e injúria.

 

6

 

  • Não prejudiques nem pouco nem muito, nem, de amigo, te transformes em Herdarás má fama, impropérios e injúrias: assim é com todo pecador invejoso e de língua dupla.

 

Orgulhoso não tem vez

 

  • Não te exaltes como um touro em teu pensamento para que a tua força não venha a ser quebrada pela insensatez,
  • e esta devore tuas folhas e estrague teus frutos, e acabes abandonado como árvore seca no
  • Uma paixão perversa arruinará aquele que a entretém e o entrega ao escárnio dos inimigos, conduzindo-o à sorte dos ímpios.

 

Adquire teu amigo na provação

 

  • Uma palavra amena multiplica os amigos e acalma os inimigos; uma língua afável profere saudações
  • Sejam numerosos os que te saúdam, mas teu conselheiro, um entre
  • Se queres adquirir um amigo, adquire-o na provação; mas não te apresses em confiar nele. 8 Porque há amigo de ocasião, que não persevera no dia da desgraça.
  • Há amigo que passa a inimigo, e que revela as desavenças
  • Há amigo que é companheiro de mesa mas que não persevera no dia da
  • Quando fores bem sucedido, ele será como teu igual e, sem cerimônia, dará ordens a teus
  • Mas, se fores humilhado, ele estará contra ti e se esconderá da tua presença. 13 Afasta-te dos teus inimigos e toma cuidado com os amigos.
  • Amigo fiel é poderosa proteção: quem o encontrou, encontrou um
  • Ao amigo fiel não há nada que se compare, pois nada equivale ao bem que ele é.

 

  • Amigo fiel é bálsamo de vida; os que temem o Senhor vão encontrá-lo.
  • Quem teme o Senhor, orienta bem sua amizade: como ele é, tal será o seu

 

 

Como adquirir a sabedoria

 

  • Filho, desde a juventude recebe a instrução, e encontrarás sabedoria até a tua velhice. 19 Aproxima-te dela como quem lavra e semeia e espera seus bons frutos.
  • Trabalharás um pouco no seu cultivo, mas logo comerás dos seus produtos.
  • Quão áspera é a Sabedoria para os incultos! Nela não permanecerá o
  • Pesará sobre ele como uma enorme pedra de prova: ele não tardará em descarregar-se dela. 23 A instrução corresponde ao que diz o seu nome, e não é manifesta a muitos; naqueles, porém, aos quais se dá a conhecer, permanece até a presença de Deus.

 

O jugo suave da Sabedoria

 

24 Ouve, filho, recebe minha advertência e não rejeites meu conselho. 25 Mete o teu pé nos seus grilhões e o teu pescoço na sua coleira;

  • sujeita teu ombro e carrega-a, e não te impacientes com os seus grilhões.
  • Aproxima-te dela com toda a tua disposição e com todas as forças conserva os seus
  • Investiga e perscruta, procura e a encontrarás e, tendo-a encontrado, não a abandones. 29 No fim, encontrarás nela teu descanso e ela se transformará em teu contentamento.

30 Seus grilhões se mudarão em proteção da tua força e as suas coleiras, em estola gloriosa; 31 há nela ornamentos de ouro e suas cadeias são laços de púrpura

  • Tu a endossarás como uma estola gloriosa e como coroa de regozijo a cingirás.

 

 

A companhia dos sábios

 

  • Filho, se prestares atenção, aprenderás; se aplicares teu espírito, serás prudente. 34 Se gostares de ouvir, receberás a instrução; se inclinares teu ouvido, serás sábio.
  • Permanece no meio dos anciãos e de coração adere à sua sabedoria; procura ouvir toda exposição sobre Deus e não te escapem os provérbios
  • Se vires alguém sensato, madruga junto dele, e teu pé gaste os degraus da sua

 

  • Fixa teu pensamento nos preceitos de Deus e sê muito assíduo nos seus mandamentos: ele confirmará teu coração e o desejo da Sabedoria te será

 

O que evitar e o que fazer

 

7

 

1 Não faças coisas más, e os males não virão sobre ti. 2 Afasta-te da iniqüidade, e ela se afastará de ti.

3 Filho, não semeies nos sulcos da injustiça e não colherás sete vezes mais. 4 Não peças do Senhor o mando nem, do rei, a cátedra de honra.

  • Não te justifiques diante de Deus, pois Ele é conhecedor do coração; e diante do rei não queiras parecer sábio.
  • Não procures tornar-te juiz, a não ser que possas com firmeza enfrentar as iniqüidades; para que não aconteça temeres à vista dos poderosos e acabes comprometendo a tua
  • Não ofendas a multidão de uma cidade nem te metas no meio do povo. 8 Não acrescentes pecado a pecado, pois nem por um só estarás impune. 9 Não sejas impaciente na tua oração,
  • e não descuides de orar nem de dar esmola.
  • Não digas: “Deus olhará para a multidão de minhas dádivas” e: “Oferecendo meus dons ao Deus altíssimo, ele os receberá”.
  • Não escarneças de alguém que esteja amargurado; pois Deus, que tudo vê, é quem humilha e exalta.
  • Não inventes mentira contra teu irmão; nem contra o amigo, da mesma forma.
  • Não te dê vontade de proferir mentira alguma, pois o hábito de fazê-lo não é bom. 15 Não sejas tagarela no meio dos anciãos, e não repitas palavras em tua

16 Não desdenhes as tarefas difíceis, nem o trabalho do campo, criado pelo Altíssimo. 17 Não te alistes na multidão dos indisciplinados;

  • lembra-te da ira divina, pois não tardará.
  • Humilha profundamente o teu espírito pois o castigo do ímpio é o fogo e os vermes. 20 Não troques amigo por dinheiro nem, pelo ouro de Ofir, um irmão

 

  • Não te separes da mulher sensata e boa que recebeste em sorte no temor do Senhor: a graça da sua modéstia vale mais do que o ouro.

 

  • Não maltrates o servo que trabalha fielmente, nem o assalariado, que expõe sua
  • O servo sensato seja-te querido como a tua alma: não o defraudes da sua liberdade nem o deixes sair na indigência.
  • Tens rebanhos? Cuida deles e, se te são úteis, continuem contigo. 25 Tens filhos? Educa-os e dobra o pescoço deles desde a infância.
  • Tens filhas? Guarda seu corpo e não mostres teu rosto complacente para elas.
  • Casa tua filha, e terás feito grande negócio; entrega-a, porém, a um homem
  • Se tens mulher segundo o teu coração, não a repudies; mas não te entregues à que é

 

 

Honrar pai e mãe e os sacerdotes

 

  • De todo o coração honra teu pai e não te esqueças dos gemidos de tua mãe.
  • Lembra-te de que, se não fosse por eles, não terias Como lhes retribuirás o que fizeram por ti?
  • Com toda a tua alma teme a Deus e respeita seus
  • Com todas as tuas forças ama aquele que te fez e não abandones os seus ministros. 33 Honra a Deus com toda a tua alma e reverencia seus
  • Dá-lhes a sua parte, como te foi prescrito: primícias, oferta de purificação e pela inadvertência,
  • a oferenda das espáduas, o sacrifício da santificação e as primícias das coisas

 

 

Estende a mão ao pobre

 

  • Estende a tua mão ao pobre, para que a tua propiciação e tua bênção sejam
  • Tua generosidade atinja todos os viventes: mesmo aos mortos não recuses a tua piedade. 38 Não deixes de consolar os que choram, aflige-te com os que estão

39 Não hesites em visitar os doentes: assim hás de ser confirmado na estima de todos. 40 Em todas as tuas obras lembra-te do teu fim e jamais pecarás.

 

Prudência e tradição

 

8

 

1 Não entres em processo contra um poderoso, para que não venhas a cair em suas mãos. 2 Não contendas com um rico, para que não venha a empregar contra ti o seu dinheiro

3 Pois o ouro prejudicou a muitos e a prata subverte até o coração dos reis. 4 Não litigues com o tagarela: não jogues lenha na sua fogueira.

  • Não tenhas familiaridade com o ignorante, para não seres desprezado pelos príncipes.
  • Não desprezes aquele que se afasta do pecado e não o censures: lembra-te de que todos merecemos castigo.
  • Não desprezes alguém na sua velhice, pois nós também ficaremos
  • Não te alegres com a morte do inimigo; lembra-te de que todos morreremos e não queremos ser
  • Não desprezes a fala de velhos sábios e sejam-te familiares os seus provérbios:
  • deles aprenderás a sabedoria e a instrução da inteligência e a arte de servir aos grandes sem
  • Não te escape o que contam os velhos, pois eles o aprenderam de seus pais: 12 deles aprenderás a inteligência e a arte de responder na hora oportuna.
  • Não acendas os carvões dos pecadores, repreendendo-os, para que não sejas abrasado pela chama dos seus pecados.
  • Não te mantenhas junto ao insolente, para que não se ponha a armar laços às tuas palavras. 15 Não emprestes a alguém mais poderoso do que tu: o que lhe emprestares, considera-o

16 Não fiques de fiador acima de tuas posses: se fiares, pensa em como pagar. 17 Não movas processo contra um juiz, pois ele julga segundo o seu arbítrio.

  • Não partas em viagem com um fanfarrão, para que não agraves os teus males: pois ele age segundo o seu capricho e acabarás perecendo por causa da sua
  • Não tenhas rixas com alguém colérico nem vás com ele ao descampado: pois o sangue é quase nada a seus olhos e, onde não possas pedir socorro, te estrangulará.
  • Não te aconselhes com os estultos: pois não poderão ocultar o teu segredo.
  • Diante do estranho, nada faças que exija reserva, pois não sabes o que planeja dentro de si. 22 Não abras teu coração a qualquer um, para que não venhas a afastar de ti a felicidade.

 

Sobre as mulheres

 

9

 

  • Não tenhas ciúme da tua esposa, para que ela não pense mal de ti!
  • Não dês à mulher poder sobre ti, para que não se meta no que é da tua competência e passes
  • Não te dirijas a uma mulher da vida, para que não venhas a cair em seus laços.
  • Não freqüentes a sedutora nem a ouças, para que não venhas a perecer por seus atrativos. 5 Não fixes o olhar numa virgem, para que não venhas a cair por sua
  • Não te entregues às prostitutas em momento algum, para que não venhas a perder-te e a perder a tua herança.
  • Não circules os olhos pelas ruelas da cidade nem vagueies por suas praças.
  • Desvia teu olhar da mulher enfeitada e não olhes com curiosidade para a beleza
  • Pela beleza de uma mulher muitos pereceram, pois daí se abrasa a concupiscência como o [10-11]
  • Jamais te sentes à mesa com mulher casada nem te recostes a seu lado a beber vinho,
  • para que teu coração não venha a inclinar-se para ela e, apaixonado, escorregues para a perdição.

 

Sobre os homens

 

  • Não abandones um velho amigo: o novo não será semelhante a ele.
  • Amigo novo é como vinho novo: quando ficar velho, o beberás com
  • Não tenhas inveja da glória e das riquezas do pecador, pois não sabes como vai ser a sua
  • Não te agrade a prosperidade dos injustos, sabendo que não ficarão impunes até descerem ao
  • Fica longe de quem tem o poder de matar, e não passarás pelo medo da morte; 19 se, porém, dele te aproximares, nada cometas que possa levá-lo a tirar-te a
  • Fica sabendo que andas perto da morte, pois caminhas no meio de laços e andas sobre
  • Segundo a tua capacidade, convive com teu próximo e relaciona-te com os sábios e
  • Com o sensato esteja o teu pensamento, e toda a tua conversação aborde os preceitos do Altíssimo.
  • Os justos sejam os teus convidados e no temor de Deus esteja a tua ufania.

 

  • As obras dos operários são louvados pela habilidade de suas mãos; o chefe do povo, pela sabedoria do seu discurso, e a palavra dos anciãos, pela sua
  • É terrível, em sua cidade, o homem de língua solta; quem é temerário nas palavras será

 

Sobre o governo

 

10

 

  • O governante sábio organiza seu povo, e a autoridade de quem é sensato será estável.
  • Qual o governante do povo, tais serão seus ministros; qual o prefeito da cidade, tais serão seus
  • Um rei sem bom senso arruinará seu povo; as cidades se povoarão pela sensatez de seus
  • Na mão de Deus está o domínio da terra, e a seu tempo ele suscitará um governante
  • Na mão do Senhor está a prosperidade humana, e é ele quem investe de autoridade o

 

Orgulho e humildade

 

  • Por qualquer agravo do próximo não retribuas, e nada faças com ímpetos de 7 A soberba é odiosa diante de Deus e do próximo, e a ambos é execrável toda opressão.
  • O reino é transferido de uma nação para outra por causa de injustiças e afrontas e riquezas
  • Nada é mais criminoso do que o avarento, pois chega a pôr à venda a própria
  • Por que se ensoberbece quem é terra e cinza, aquele que ainda em vida expele as próprias entranhas?
  • A doença prolongada fatiga o médico; a doença passageira o deixa
  • Para todo potentado a vida é breve; assim, hoje é rei e amanhã estará morrendo. 13 Quando o homem morrer, terá por herança as serpentes, as feras e os

 

O princípio da soberba

 

  • Princípio da soberba do homem é afastar-se de Deus: daquele que o fez, o seu coração se
  • Pois o princípio de todo pecado é a soberba: quem a tiver, fará ferver a maldição e ela, no fim, o destruirá.
  • Por isso, Deus tornou espantosas as pragas dos maus e os destruiu até exterminá-los.
  • Os tronos dos chefes soberbos, Deus os destruiu e fez os não-violentos sentarem-se em lugar deles.
  • Deus arrancou as raízes dos povos soberbos e plantou os humildes em seu lugar. 19 O Senhor subverteu os territórios das nações e as destruiu até os

20 Desolou muitas delas e as dispersou, e fez apagar sua lembrança de sobre a terra. 21 Deus anulou a memória dos soberbos, mas preservou a memória dos humildes.

  • Não foi criada para os humanos a soberba, nem a raiva, para os nascidos das

 

 

Gente que se preze

  • Descendência honrada é a que teme a Deus; descendência, porém, desonrada, a que transgride os mandamentos do Senhor
  • No meio dos irmãos é honrado aquele que os lidera; assim, aos olhos do Senhor, aqueles que o temem.
  • Forasteiro, migrante e pobre: a glória deles é o temor de Deus. 26 Não desprezes o justo pobre e não engrandeças o pecador
  • O grande, o juiz e o magnata são honrados, mas não superam quem teme a Deus.
  • Os livres servirão a um servo sensato; quem é prudente e disciplinado não reclamará, quando corrigido.
  • Não te ensoberbeças ao fazeres teu trabalho, nem te glories no tempo da aflição.
  • É melhor quem trabalha, e tem abundância de tudo, do que quem conta vantagens, e sequer tem um pão.
  • Filho, com modéstia cuida da tua vida e dá-lhe o alimento e cultivo que merece
  • Pois quem justificará o que peca contra si mesmo? e quem honrará o que desonra a si mesmo?
  • Há o pobre, honrado por sua instrução e pelo temor de Deus, e há aquele que é honrado por causa de sua
  • Quem é honrado na pobreza, quanto mais o será na riqueza! E quem não é honrado na riqueza, quanto menos o será na pobreza!

 

Não julgar segundo a aparência

 

 

11

 

  • A sabedoria do humilhado vai levantar-lhe a cabeça e o fará sentar-se no meio dos príncipes.
  • Não louves alguém por sua aparência formosa, nem desprezes quem é deforme em seu
  • Pequena entre os seres alados é a abelha, mas seu produto tem a primazia da doçura.
  • Não te glories jamais dos teus trajes, nem te ensoberbeças no dia da honra, porque só as obras do Altíssimo são admiráveis, embora escondidas e invisíveis.
  • Muitos tiranos tiveram de prostrar-se por terra enquanto outro, com quem não se contava, recebeu a
  • Muitos poderosos foram tremendamente desonrados, e homens ilustres foram entregues à mercê de

 

Julgar com justiça

 

  • Antes de averiguar, não censures ninguém; depois de interrogar, porém, repreende com justiça.
  • Antes de ouvires, nada respondas; no meio das palavras do outro, não te
  • Não disputes sobre aquilo que não te diz respeito, e em contenda de pecadores não te

 

 

Reflexão sobre o esforço exagerado e a ganância

 

 

  • Filho, que tua atividade não esteja em muitas coisas: se te apressares, não estarás isento de delito; se perseguires, não alcançarás e, se correres, não escaparás.
  • Há quem se esforça, apressa-se e sofre, e tanto mais fica
  • Há outro, fraco, precisando de ajuda, mais carente de força e rico só em miséria:
  • o Senhor o observa com benevolência e o reergue de sua humilhação, levantando-lhe a cabeça, a ponto de muitos ficarem
  • Bens e males, vida e morte, pobreza e riqueza, tudo vem de Deus.

 

  • A sabedoria, a ciência e o conhecimento da Lei vêm do Senhor; estão junto a ele o amor e a conduta dos bons.
  • O erro e as trevas foram criados para os pecadores; os que se comprazem nas más ações, no mal envelhecem.
  • O dom de Deus permanece com os justos e sua benevolência produzirá bons frutos para
  • Há quem se enriqueça por avareza, mas esta será a sua recompensa:
  • quando disser: “Agora posso descansar, agora vou desfrutar, sozinho, dos meus bens”,
  • ele não tem consciência de que o tempo vai passar, a morte vai se aproximar, e ele morrerá, deixando tudo para

 

Perseverar no dever até o fim

 

  • Permanece firme na tua tarefa, ocupa-te bem dela e envelhece cumprindo teus deveres. 22 Não admires as obras dos pecadores, mas confia em Deus e permanece em teu trabalho. 23 Pois é fácil, aos olhos de Deus, enriquecer o pobre, num
  • A bênção de Deus está na recompensa imediata do justo: num instante ela faz aparecer o seu sucesso.
  • Não digas: “Do que é que eu preciso?” e ainda: “Que bens me advirão daqui?”
  • Não digas: “Basto-me a mim mesmo; de agora em diante, que desgraça me poderá atingir?”
  • No dia feliz não te esqueças dos males, e no dia infeliz não te esqueças dos bens. 28 Pois é fácil para Deus, no dia da morte, retribuir a cada um segundo os seus
  • O tempo da desventura faz esquecer a imensa riqueza, mas é no fim que as obras são reveladas
  • Antes da morte não louves pessoa alguma, pois no seu fim é que se conhece a pessoa.

 

 

Circunspeção na hospitalidade

 

  • Não introduzas qualquer um em tua casa, pois são muitas as insídias do trapaceiro.
  • Assim como as vísceras vomitam alimentos podres, e como a perdiz é induzida para a gaiola e a corça, para o laço, assim também é o coração dos soberbos e aquele que está espionando para ver a queda do seu próximo.
  • Quem é maldoso converte o bem em mal e até nos eleitos encontra

 

  • Por uma centelha aumentam as brasas, por um trapaceiro aumenta o sangue: o pecador arma ciladas para derramá-lo.
  • Guarda-te do malvado, pois fabrica males: que ele não faça cair sobre ti uma nódoa para
  • Recebe em tua casa o estrangeiro, e ele vai envolver-te em confusão e te afastará dos teus próprios

 

Se fizeres o bem, sabe a quem!

 

12

 

  • Se fizeres o bem, sabe a quem, e será grande o agradecimento por teus benefícios.
  • Faze o bem ao justo e encontrarás grande retribuição: se não dele, certamente da parte do
  • Nada sucede bem àquele que é assíduo no mal e não dá Pois o Altíssimo odeia os pecadores, embora se compadeça dos que se arrependem.
  • Ajuda ao compassivo, mas não acolhas o pecador, pois Deus dará o castigo aos ímpios e pecadores, guardando-os para o dia da vingança.
  • Ajuda a quem é bom, mas não recebas o pecador.
  • Faze o bem ao humilde mas não ajudes ao ímpio; não lhe dês armamento, para que não se torne mais poderoso do que
  • Encontrarás males dobrados por todos os bens que lhe fizeres, pois também o Altíssimo odeia os pecadores e dá o castigo aos ímpios.

 

Amigos falsos e verdadeiros

 

  • Não é na prosperidade que se reconhece o amigo, e por outro lado, na adversidade não fica encoberto o
  • Na prosperidade, até os inimigos são amigos, mas na adversidade até o amigo se
  • Não te fies jamais do teu inimigo, pois sua maldade é como vasilha de cobre que enferruja. 11 Se ele, na humilhação, anda encurvado, toma cuidado e guarda-te dele: comporta-te com ele como quem limpa o espelho, e saberás que, no fim, enferrujou.

 

  • Não o estabeleças junto a ti nem se assente ele à tua direita, para não suceder que, voltando-se para o teu lugar, ele procure a tua cadeira. No fim reconhecerás as minhas palavras e te deixarás mover pelos meus discursos.
  • Quem se compadecerá do encantador ferido pela serpente e de todos os que se aproximam das feras? Assim é aquele que se deixa acompanhar por um iníquo e se enreda nos seus pecados; não escapará, até que o fogo o
  • Uma hora ficará contigo; se, porém, vacilares, não há de
  • Nos seus lábios o inimigo traz doçura, mas no coração arma ciladas para lançar-te à cova. 16 Nos seus olhos o inimigo lacrimeja mas, encontrando a oportunidade, não haverá sangue que o

17 Se te sobrevierem males, tu o encontrarás ali antecipadamente 18 e, a pretexto de ajudar-te, cavará debaixo de teus pés;

19 sacudirá sua cabeça e aplaudirá com as mãos e, sussurrando muitas coisas, mudará de feição.

 

Cuidado com os ricos!

 

13

 

  • Quem tocar no piche, por ele ficará manchado; quem tiver contato com o soberbo, de soberba se revestirá.
  • Não levantes um peso acima de tuas forças e não te associes a alguém mais nobre e mais rico do que
  • Que tem em comum a bilha com a panela de ferro? Quando baterem uma na outra, a bilha se quebrará.
  • O rico pratica a injustiça e ainda reclama; o pobre, injustiçado, ainda pede desculpas. 5 Se fores útil, o rico te levará consigo; se nada tiveres, te abandonará.
  • Se algo possuíres, viverá contigo e te esvaziará, e não sentirá remorso a teu respeito.
  • Se lhe fores necessário, ele te manipulará e, sorrindo e contando boas coisas, dar-te-á esperança. E ainda perguntará: “De que precisas?”
  • Vai envergonhar-te com suas comezainas até despojar-te duas ou três Por último, zombará de ti e depois, mesmo vendo-te, não te dará atenção e ainda escarnecerá de ti.
  • Humilha-te diante de Deus e aguarda que ele intervenha.
  • Cuidado, para que, seduzido pela insensatez, não sejas

 

  • Não sejas humilde com a tua sabedoria para que, humilhado, não te seduza a insensatez. Como tratar os poderosos
  • Chamado por alguém mais poderoso, mantém-te à parte, e ele tanto mais te chamará.
  • Não te aproximes, para não seres afastado; também não fiques longe dele, para não seres
  • Não pretendas falar com ele de igual para igual, nem creias no seu palavreado; com sua abundância de palavras te experimentará e, entre sorrisos, perscrutará os teus
  • Seu espírito impiedoso guardará tuas palavras e não te poupará maldades e prisões. 16 Toma cuidado e presta atenção ao que ouves, pois andas em risco de te
  • Tu, porém, ouvindo estas coisas, acorda-te do teu sono.
  • Em toda a tua vida ama a Deus e invoca-o para a tua salvação.

 

 

“Os pobres são o pasto dos ricos”

 

  • Todo ser vivo ama o seu semelhante; assim, todo ser humano ama seu próximo.
  • Toda carne se une à que lhe é semelhante, e toda pessoa se associa a quem lhe afim. 21 Que têm em comum o lobo e o cordeiro? Assim, o pecador e o justo.
  • Que paz existe entre a hiena e o cão? ou que sociedade entre o rico e o pobre?
  • A presa do leão é o asno selvagem no deserto; assim também, os pobres são o pasto dos
  • Como a humildade é uma abominação para o soberbo, assim o pobre é a execração do rico. 25 O rico, vacilando, é apoiado por seus amigos; o humilde, quando cair, será empurrado até pelos

26 Ao rico que se engana, não faltam os defensores; falou barbaridades, e ainda o justificam. 27 O humilde se engana, e ainda o acusam; falou sensatamente, mas não lhe dão atenção.

  • O rico fala, e todos se calam e exaltam sua palavra até as nuvens;
  • O pobre fala, e dizem: “Quem é este?” e, se tropeça, ainda o
  • É boa a fortuna, quando não há pecado na consciência; mas péssima é a pobreza, na opinião do ímpio.

 

Feliz do justo

 

  • O coração do homem altera o seu rosto quer para o bem quer para o
  • Sinal de bom coração é o rosto alegre: dificilmente o encontrarás, e só com

 

 

14

 

  • Feliz aquele que não resvalou por uma palavra da sua boca e que não é atormentado pelo remorso do pecado.
  • Feliz aquele a quem sua alma não condena, e que não arrefeceu em sua esperança.

 

 

Ai do avarento!

 

  • Para o avarento é inútil a riqueza; para o invejoso, para que o ouro?
  • Quem nega para si mesmo injustamente, ajunta para os outros, e outro se regalará com os seus
  • Quem é mau para si, para quem será bom? E não desfrutará dos próprios
  • Quem tem inveja de si mesmo, ninguém é pior do que ele: e esta é a paga de sua
  • Se fizer bem, é por inadvertência e sem querer que o faz, mas no fim manifesta a sua
  • É perverso o olho do invejoso: ele vira o rosto e despreza as
  • O insaciável olho do cobiçoso não se contenta com uma parte, enquanto não consumir de secura a própria
  • O olho mau do invejoso fixa-se no pão alheio e se descuida da própria

 

 

A arte de viver bem

 

  • Filho, se tens posses, faze o bem a ti mesmo e apresenta dignas ofertas a Deus.
  • Lembra-te de que a morte não tarda: é um decreto do Abismo, que não te foi revelado, e é decreto também deste mundo: é forçoso morrer.
  • Antes da morte faze o bem ao teu amigo e, segundo tuas posses, estende-lhe a mão.
  • Não te prives do bem de um dia, e não deixes perder nenhuma parcela de um bom desejo. 15 Acaso deixarás para os outros os bens adquiridos com esforço e o fruto dos teus trabalhos, para a divisão da herança?
  • Dá e recebe, e alegra a ti mesmo,
  • pratica a justiça antes da morte, porque não há mais oportunidade, no Abismo, de procurar o
  • Toda carne envelhece como a roupa e como a folha que dá fruto na árvore verde:

 

  • umas nascem e outras caem; assim é a geração da carne e do sangue: uma termina, a outra
  • Toda obra corruptível, no fim, acaba e com ela se vai quem a realizou. 21 Toda obra excelente será louvada e nela será honrado quem a

 

Elogio da sabedoria

 

  • Feliz aquele que permanece na Sabedoria, que medita *na justiça e que, com sensatez, conta com Deus que tudo vê.
  • Feliz quem repassa no coração os caminhos da Sabedoria, que penetra com a inteligência os seus segredos

22 e vai atrás dela como quem lhe segue o rastro, percorrendo as suas veredas. 24 Feliz de quem olha pelas janelas da Sabedoria e ausculta à sua porta;

  • quem repousa junto à sua casa e fixa a estaca às suas paredes; quem instala a cabana ao seu lado e repousa na moradia da felicidade para sempre.
  • Ele faz morar seus filhos à sombra da Sabedoria e sob seus ramos permanecerá: 27 à sua sombra será protegido do calor e repousará na sua glória.

 

Quem observa a Lei adquire a Sabedoria

 

 

15

 

1 Quem teme a Deus faz estas coisas; quem observa a Lei, adquire a Sabedoria. 2 Ela vem ao seu encontro qual mãe venerada, e como jovem esposa o acolhe.

  • Ela o alimenta com o pão da vida e do entendimento e lhe dá de beber a água da Sabedoria
  • Nela ele se apóia e não cai; confia nela e não será
  • Ela o exalta entre seus companheiros e faz com que tome a palavra no meio da assembléia. Ela o encherá do espírito de Sabedoria e inteligência, e o cobrirá com um manto
  • Ela o cumulará de um tesouro de alegria e júbilo e ainda lhe dará, como herança, um renome
  • Os insensatos não a alcançarão mas os ajuizados se encontrarão com ela; os pecadores não a verão,

 

  • pois ela está longe da soberba e do Os mentirosos não se lembrarão dela, mas os que amam a verdade nela serão encontrados e terão bom êxito, até o julgamento de Deus.

 

O pecado nada tem a ver com Deus

 

  • Não é belo o louvor na boca do ímpio, pois não foi Deus quem lho
  • À sabedoria de Deus convém o louvor: o sábio a louvará com seus lábios, pois é o seu Dominador quem a ensina
  • Não digas: “De Deus vem o meu pecado!”, pois Deus não faz o que Ele próprio detesta. 12 Não digas: “Ele me induziu!”, pois Deus não precisa dos ímpios.

13 Todo erro é abominável e o Senhor o odeia: por isso não podem aceitá-lo os que o temem. 14 Desde o princípio Deus criou o ser humano e o entregou às mãos do seu arbítrio, e o deixou em poder da sua concupiscência.

  • Acrescentou-lhe seus mandamentos e preceitos e a inteligência, para fazer o que lhe é agradável.
  • Se quiseres guardar os mandamentos, eles te guardarão; se confias em Deus, tu também viverás.
  • Diante de ti, ele colocou o fogo e a água; para o que quiseres, tu podes estender a mão.
  • Diante do ser humano estão a vida e a morte, o bem e o mal; ele receberá aquilo que
  • A Sabedoria do Senhor é imensa, Ele é forte e poderoso e tudo vê
  • Os olhos do Senhor estão voltados para os que o temem; Ele conhece todas as obras do ser
  • Não mandou ninguém agir como ímpio e a ninguém deu licença para

 

 

Infelicidade dos insensatos

 

  • Não desejes uma multidão de filhos, se infiéis ou ímpios.

 

 

16

 

  • Não te alegres com filhos ímpios: por numerosos que sejam, não te comprazas neles, se não tiverem o temor de Deus.

 

  • Não te fies na vida deles, nem contes com os seus trabalhos. 3 É melhor um só, temente a Deus, do que mil filhos ímpios; 4 e é melhor morrer sem filhos do que deixar filhos ímpios.
  • Por uma pessoa sensata será povoada a pátria, enquanto a raça dos ímpios será extinta.

 

 

A ira de Deus não poupa os ímpios

 

  • Muitas coisas assim vi com meus olhos e coisas mais impressionantes ouviram meus
  • O fogo arderá na sinagoga dos pecadores e a ira \divina há de inflamar-se contra uma nação incrédula.
  • Não o comoveram os antigos gigantes que se rebelaram, confiando na sua força.
  • E não poupou os conterrâneos de Ló, execrando-os pela insolência de suas
  • Ele não teve compaixão da nação condenada, dos que foram expulsos por causa dos seus
  • Da mesma forma, os seiscentos mil guerreiros que se reuniram de coração

 

 

A misericórdia, mas também a ira

 

  • Mesmo se um só tivesse sido rebelde, seria de admirar que ficasse impune!
  • Pois em Deus está a misericórdia mas também a ira: é paciente, deixa-se abrandar, mas também derrama sua cólera.
  • Segundo a sua grande misericórdia, assim é o seu castigo: ele julga as pessoas segundo as suas
  • Não escapará o pecador com a sua rapina, como não ficará em vão a perseverança do justo. 15 A cada ato de misericórdia, a sua retribuição: cada um, segundo o mérito de suas obras, a encontrará diante de si, segundo a inteligência da sua conduta. O Senhor endureceu o coração do Faraó, para que não o reconhecesse, a fim de que suas obras fossem manifestadas debaixo do céu. Sua misericórdia apareceu para todas as suas criaturas: Sua luz e as trevas, ele as distribuiu aos filhos de Adão

 

Esconder-se de Deus?

  • Não digas: “Vou esconder-me de Deus!” e: “Lá do alto, quem se lembrará de mim?

 

  • No meio de um povo numeroso não serei reconhecido; que é, afinal, o meu ser, no meio de tão imensa criação?”
  • Eis o céu e os céus dos céus, o abismo e toda a terra e tudo o que neles existe, na sua vinda serão abalados;
  • também os montes, as colinas e os fundamentos da terra, quando Deus os encarar, serão sacudidos de tremor.
  • Em nada disso reflete o coração humano, embora todo coração seja compreendido por Ele. 21 E os seus caminhos, quem entenderá? E a tempestade, que nenhum olho humano percebe? 22 A maior parte de suas obras estão Aliás, as obras da sua justiça, quem proclama? ou quem as espera? Há muito tempo elas estão decretadas, mas o julgamento de todos vem só no fim.
  • Quem tem o coração mesquinho pensa assim, e o imprudente e desorientado pensa

 

Sabedoria de Deus na criação

 

  • Ouve-me, filho, e aprende a prudência do bom senso.
  • Eu te exporei com precisão a disciplina e perscrutarei para te ensinar a Sabedoria; atende com o teu coração às minhas palavras. Proclamo com isenção de ânimo as virtudes que Deus, desde o princípio, colocou em suas obras e com verdade anuncio o seu

 

A cada criatura sua função

 

  • Quando Deus criou suas obras, desde o princípio, quando as formou, distinguiu suas partes,
  • determinou para sempre suas tarefas e o domínio de cada uma em suas gerações. Não passam fome nem adoecem e não falham no que lhes compete.
  • Nenhuma delas embaraça a sua vizinha,
  • e para sempre não deixarão de ser obedientes à sua
  • Depois, Deus olhou para a terra e completou-a com os seus bens;
  • animais de toda espécie cobriram a sua superfície e para ela se dará o retorno de

 

 

A criação do ser humano

 

17

 

  • Da terra Deus criou o ser humano e o formou à sua imagem.
  • E à terra o faz voltar novamente, embora o tenha revestido de poder, semelhante ao
  • Concedeu-lhe dias contados e tempo determinado, dando-lhe autoridade sobre tudo o que há sobre a terra.
  • Em todo ser vivo incutiu o medo do ser humano, fazendo-o dominar sobre as feras e os pássaros.
  • Concedeu aos humanos discernimento, língua, olhos, ouvidos e um coração para pensar; encheu-os de inteligência e instrução.
  • Deu-lhes ainda o conhecimento do espírito, encheu o seu coração de bom senso e mostrou- lhes o bem e o mal.
  • Infundiu o seu temor em seus corações, mostrando-lhes as grandezas de suas
  • Concedeu-lhes que se gloriassem de suas maravilhas, louvassem o seu santo Nome e proclamassem as grandezas de suas
  • Concedeu-lhes ainda a instrução e entregou-lhes por herança a Lei da vida.
  • Firmou com eles uma aliança eterna e mostrou-lhes sua justiça e seus
  • Seus olhos viram as grandezas de sua glória e seus ouvidos ouviram a glória de sua Ele lhes disse: “Guardai-vos de tudo o que é injusto!”
  • E a cada um deu mandamentos em relação a seu próximo. Deus nos observa e nos julga 13 Os caminhos dos mortais estão sempre diante dele, e não podem ficar ocultos a seus olhos. 14 Para cada povo designou um chefe,
  • mas Israel foi constituído a herança de Deus.
  • Todas as obras humanas estão como o sol à sua vista, e seus olhos investigam sem cessar os seus caminhos.
  • Não estão escondidas as iniqüidades deles nem todos os seus pecados, diante de Deus.
  • A esmola que alguém faz é como um anel de sinete confiado a Deus; ele a preservará como à pupila de seus olhos.
  • Depois se levantará e lhes retribuirá, dando a recompensa a cada um individualmente
  • Aos arrependidos Deus concede o caminho da volta e conforta os que perderam a esperança, destinando-lhes a herança da verdade.

 

Volta a Deus e louva-o

 

  • Volta, pois, ao Senhor e deixa os teus pecados;
  • suplica em sua presença e diminui as tuas ofensas.
  • Volta ao Altíssimo, desvia-te da tua injustiça e detesta firmemente a iniqüidade.
  • Reconhece a justiça e os julgamentos de Deus e permanece constante no estado em que ele te colocou e na oração ao Deus Altíssimo.
  • Quem louvará o Altíssimo no Abismo em lugar dos vivos, os que proclamam o louvor de Deus?
  • Não te demores no erro dos ímpios, e louva a Deus antes da morte: do morto, como quem não existe, o louvor
  • Louva a Deus enquanto vives; glorifica-o enquanto tens vida e saúde, louva a Deus e gloria-te nas suas misericórdias.
  • Quão grande é a misericórdia do Senhor e o seu perdão, para com todos aqueles que a ele retornam!
  • Nem tudo está ao alcance da humanidade, pois o ser humano não é
  • Que há de mais brilhante que o sol? E contudo, ele se Que há de mais ímpio do que o pensamento de carne e sangue? Pois também isso há de ser punido.
  • Ele examina as potências das alturas celestes, quanto mais os seres humanos, que são terra e cinza.

 

A grandeza de Deus e o nada do homem

 

 

18

 

  • Aquele que vive eternamente, criou todas as coisas em Só Deus será proclamado justo e permanece como rei invencível para sempre.
  • Quem será capaz de contar as suas obras? 3 E quem investigará suas maravilhas?
  • Quem poderá explicar o poder da sua grandeza? Ou quem se porá a descrever a sua misericórdia?
  • Não há o que diminuir nem acrescentar, nem é possível inventariar as maravilhas de Deus: 6 ao terminar, apenas se começou, e ao parar, fica-se perplexo.

 

Paciência de Deus para com os mortais

 

 

  • Que é o ser humano? Qual o seu defeito e a sua qualidade? E qual o bem, e qual o mal que faz?
  • Quando muito, seus dias chegam a cem anos, a uma gota de água do mar são comparados: como um grão de areia, tão poucos são eles em comparação com a eternidade.
  • Por isso, Deus é paciente para com os mortais e sobre eles derrama a sua misericórdia. 10 Ele viu a presunção do seu coração, que é mau; e sabe da sua perversão, que é ímpia.

11 Por isso, redobra a sua benevolência para com eles e lhes mostra o caminho da eqüidade. 12 A compaixão de uma pessoa se volta para seu próximo; a misericórdia de Deus, porém, para todo ser vivo

  • Ele repreende, ensina e instrui, como o pastor que conduz o seu
  • Ele se compadece dos que recebem o ensinamento da sua misericórdia, e dos que se apressam em cumprir os seus julgamentos.

 

Vida generosa e prudente

 

  • Filho, não ajuntes censura aos benefícios, e ao dar um presente não causes a tristeza de uma palavra má.
  • O orvalho não refrigera o calor? Assim, a palavra vale mais do que o
  • Acaso a palavra não está acima de um bom presente? Mas a pessoa bondosa combina os
  • O tolo vocifera asperamente, e o dom do malcriado faz mirrar os olhos.

 

 

Ser previdente. Prever para tudo o tempo certo

 

  • Antes do julgamento providencia um advogado para ti e, antes de falar, informa-te.
  • Antes da enfermidade aplica o remédio; antes do julgamento examina a ti mesmo e, na hora do interrogatório, encontrarás benevolência.
  • Antes da enfermidade, humilha-te e, no tempo do pecado, mostra a tua conversão.
  • Não deixes que te impeçam de pagar a promessa no tempo oportuno, e não tardes até a hora da morte para justificar-te, pois a recompensa de Deus permanece para sempre.
  • Antes da promessa, pondera bem e não sejas como aquele que põe à prova o
  • Lembra-te da Ira no dia do fim e, a seu tempo, do castigo, quando Ele desviar a sua

 

  • Lembra-te da fome no tempo da abundância e das necessidades da pobreza, nos dias de
  • De manhã até a tarde o tempo muda, e tudo isto passa depressa aos olhos de Deus.

 

 

Gente prevenida…

 

  • Aquele que é sábio está de sobreaviso em tudo e em dias de pecado se guarda da maldade. 28 Quem é perspicaz reconhece a Sabedoria e presta homenagem a quem a
  • Os que são sensatos nas palavras também agem com sabedoria, pois compreenderam a verdade e a justiça e derramaram como chuva provérbios e sentenças.

 

Não vás atrás de tuas paixões!

 

  • Não vás atrás de tuas paixões, e dos teus prazeres abstém-te;
  • se dás a ti mesmo a complacência no prazer, acabarás como alvo do escárnio dos teus
  • Não te comprazas em muito banquete; porção dobrada é pobreza do outro.
  • Não sejas freqüentador de tavernas e beberrão quando nada tens no bolso: serias inimigo de ti mesmo.

 

19

 

  • O operário beberrão não ficará rico; quem despreza as coisas pequenas, aos poucos cairá.
  • O vinho e as mulheres fazem apostatar os próprios sábios; quem se ajunta às prostitutas, perecerá:
  • a podridão e os vermes o terão como herança.
  • A temeridade traz a ruína: o temerário será eliminado do meio dos vivos e o proporão como exemplo maior.

 

Não sejas leviano

 

  • Quem acredita depressa é leviano e será prejudicado; quem peca contra si mesmo, quem o fará escapar?
  • Quem se alegra com a iniqüidade será desonrado; quem odeia a correção, verá abreviada

 

a própria vida;

  • quem detesta a tagarelice, reprime a malícia.
  • Jamais repitas uma palavra injusta e dura, e absolutamente não serás prejudicado. 8 Sobre amigo ou inimigo não fales e, mesmo se estás a par do delito não o reveles: 9 ao te ouvirem, se precaverão de ti e, como defendem o pecado, te odiarão.
  • Ouviste algo contra o próximo? Guarda-o contigo, e tem certeza de que guardá-lo não te arrebentará.
  • Por uma palavra o tolo entra em dores de parto como a parturiente com uma criança a
  • Como uma flecha encravada na coxa, tal é o segredo no coração do

 

 

Correção fraterna

 

  • Corrige o amigo que talvez tenha feito o mal e diz que não fez, e se o fez, para que não torne a fazê-lo.
  • Corrige o próximo, que talvez tenha dito algo inconveniente; e se o disse, para que não o
  • Sonda o amigo, pois muitas vezes se faz incriminação sem provas,
  • para que não acredites em qualquer Há quem falhe na língua, mas não intencionalmente:
  • pois quem há que não tenha pecado com a língua? Indaga o próximo, antes de ameaçá-lo, e deixa a Lei do Altíssimo seguir o seu curso.

 

A verdadeira Sabedoria

 

  • Pois toda sabedoria é temor de Deus e nela se aprende a temer a Deus: em toda sabedoria está a prática da Lei.
  • Não é sabedoria a ciência da maldade e não é conselho a prudência dos pecadores. 20 Há uma astúcia que é execrável e é insensato aquele que é falto de
  • Entretanto, é melhor aquele que tem pouca sabedoria e é falto de senso, mas com o temor de Deus, do que o que tem muito senso, mas transgride a Lei do Altíssimo.
  • Há uma esperteza eficiente, mas no entanto iníqua.
  • Há quem perverta a graça, para proferir a sentença; há quem pareça oprimido e abatido de ânimo, mas o seu interior está cheio de trapaças.

 

  • Há quem se submeta muito por excessiva humildade,

27 e há quem vire o rosto e finja que não ouve; sem ser notado, vai levar vantagem sobre ti. 25 Mesmo se, por falta de forças, esteja impedido de pecar, se encontrar a oportunidade de fazer o mal, o fará.

  • Pelo semblante se conhece a pessoa; pelos traços do rosto, a pessoa sensata.
  • A roupa da pessoa, o seu sorriso, e o jeito de andar, tudo revela de quem se

 

 

Quando falar e quando calar

 

  • Há uma correção inoportuna, há um indício que se comprova infundado, e há quem se cale, e esse é prudente.

 

20

 

  • É melhor repreender do que guardar a raiva, como é melhor não impedir de falar aquele que
  • Paixão de eunuco para deflorar uma adolescente:
  • assim é quem quer fazer justiça pela força.
  • É bom que o corrigido manifeste seu arrependimento, pois assim evitarás o pecado voluntário.
  • Há quem, estando calado, seja tido por sábio, como se torna odioso quem é descomedido no
  • Há quem se cale por não ter a resposta, e quem se cala porque sabe o momento certo de
  • Quem é sábio mantém-se calado até certo tempo, mas o leviano e imprudente não esperam a ocasião.
  • Quem usa de muitas palavras será detestado; da mesma forma, quem arroga o poder para si

 

Paradoxos e máximas diversas

 

  • Os males aumentam para o indisciplinado, e o que ele inventa é para sua própria ruína. 10 Há presentes que não são úteis, e há presentes que rendem o

 

  • Há humilhações que vêm por causa da glória, mas há quem, depois da humilhação levanta a cabeça.
  • Há quem compre muitas coisas por preço baixo, mas torna depois a dar por elas sete vezes
  • O sábio torna-se amável por suas palavras, mas os encantos dos vaidosos se dissiparão. 14 O presente do insensato não te será útil, porque ele tem sete olhos voltados para ti:
  • dará pouco e reclamará muito, abrindo a boca como a do
  • Alguém empresta hoje e torna a pedir amanhã: é odiosa uma pessoa assim. 17 O insensato diz: “Não tenho amigos, e não há gratidão por meus benefícios!”
  • Os que comem do seu pão têm a língua falsa: quantas vezes e quantos zombarão dele!
  • Pois não distribui com bom senso o que deveria reter, nem lhe é indiferente o que não deveria reter.

 

A boca maldosa

 

  • É melhor cair no chão do que escorregar com a língua: é assim que a ruína dos maus vem
  • A pessoa grosseira é como anedota importuna, que anda freqüentemente pela boca dos
  • Da boca do insensato será malvindo o provérbio, pois ele não o profere no tempo

 

 

Pecados e mentiras

 

  • Há quem, pela indigência, esteja impedido de pecar: e por isso, no sono, não sente
  • Há quem perca a sua vida por vergonha, e a perderá por causa de um imprudente; por uma discriminação de pessoas se perderá.
  • Há quem, por vergonha, faça promessas ao amigo e assim ganha um inimigo de graça.
  • A mentira é um opróbrio perverso, mas se encontra freqüentemente na boca dos
  • É melhor o ladrão do que o mentiroso inveterado, mas ambos têm por herança a perdição. 28 O vício do mentiroso é uma desonra, e a vergonha o acompanha sempre.

 

Máximas

 

  • [Palavras parabólicas] Quem é sábio nas palavras progride na vida, e quem é prudente agradará aos
  • Quem lavra a terra, aumenta a quantidade dos frutos; quem pratica a justiça há de ser exaltado; mas quem agrada aos grandes, deverá fugir da iniqüidade.
  • Presentes e dádivas cegam os olhos dos juízes: como mordaça na boca, impedem suas correções.
  • Sabedoria escondida e tesouro oculto: qual a utilidade de ambos?
  • É melhor aquele que esconde sua insensatez, do que aquele que esconde sua sabedoria.

 

 

Sobre os pecados

 

 

21

 

  • Filho, pecaste? Não tornes a fazê-lo; e suplica pelas faltas passadas, para que te sejam
  • Foge dos pecados como de uma cobra: se deles te aproximares, te morderão. 3 Seus dentes são dentes de leões, que tiram a vida das pessoas.
  • Toda iniqüidade é como espada de dois gumes: não há cura para o seu
  • O terror e as injustiças acabarão com a riqueza: a casa que é muito rica será destruída pela soberba e, assim, a riqueza do soberbo será arrasada.
  • A súplica do pobre vai da sua boca até os ouvidos de Deus, e a justiça lhe será feita sem
  • Quem detesta a correção está nas pegadas do pecador; quem teme a Deus, atrai-a ao seu coração.
  • De longe se conhece o prepotente de língua atrevida: quem é sensato, sabe que ele
  • Quem edifica a própria casa à custa alheia é como quem ajunta pedras para o próprio túmulo 10 Montão de estopa é a reunião dos pecadores, e o seu fim é a geena de fogo.
  • O caminho dos pecadores é pavimentado de pedras, mas desemboca no sorvedouro do

 

A Sabedoria, perfeição do temor de Deus

 

  • Quem guarda a Lei controla seus pensamentos;

 

  • a perfeição do temor de Deus é a Sabedoria e o bom senso. 14 Não será instruído aquele que não é prudente;

15 há, porém, uma astúcia que transborda no mal, e não há bom senso onde está a amargura. 16 A ciência do sábio transbordará como cheia benéfica, e o seu conselho permanece como fonte de vida.

  • O coração do insensato é como vaso trincado: nada consegue reter da
  • Qualquer palavra sábia que alguém instruído ouvir, ele a aprovará e a tomará para si; ouve- a o devasso e não lhe agrada, e ainda a joga para atrás das costas.
  • A conversação do insensato é como fardo na viagem, mas nos lábios do sábio encontra-se a graça.
  • A palavra do prudente é apreciada na assembléia e seus conceitos são meditados nos corações.

 

O insensato e o sábio

 

  • Como casa arrasada, assim é a Sabedoria para o tolo; a ciência do insensato são palavras que nem se podem
  • Para o tolo, a instrução é como grilhões nos pés e como algemas nos punhos. 23 O insensato, quando ri, levanta a voz; o sábio apenas sorri

24 Como ornamento de ouro é para o prudente a instrução, como bracelete no braço direito. 25 O pé do insensato facilmente se insinua na casa do próximo, enquanto o experiente respeita as pessoas.

26 O tolo olha para dentro da casa pela janela, ao passo que o instruído ficará de fora. 27 É sinal de má educação auscultar pela porta: para o prudente, seria uma grave ofensa.

  • Os lábios dos imprudentes discorrem sobre tolices, enquanto as palavras dos prudentes são pesadas na balança.
  • Na boca dos estultos está o seu coração, enquanto no coração dos sábios está sua boca. 30 Quando o ímpio maldiz o adversário, é a si mesmo que maldiz.

31 Com o boato, mancha sua alma e será odiado por todos; também quem permanecer com ele será odiado, enquanto quem é calado e prudente será honrado.

 

Como tratar os insensatos

 

22

 

  • O preguiçoso é como a pedra cheia de lama: todos assobiarão contra ele, desprezando-o.
  • O preguiçoso é comparável também a um monte de esterco: quem toca nele, sacudirá os pés.
  • É vergonha para um pai ter o filho indisciplinado; se se trata de uma filha, é para seu prejuízo.
  • A moça prudente é uma herança para o marido,mas a que o envergonha torna-se a desonra do
  • A moça atrevida envergonha pai e marido,e por ambos será
  • Discurso inoportuno é como música em velório; disciplina e instrução são sabedoria em qualquer
  • Quem ensina o insensato, é como quem cola um vaso quebrado;
  • quem diz alguma coisa a quem não ouve, é como quem desperta o outro de pesado sono.
  • Quem transmite a Sabedoria a um insensato é como quem fala com alguém dormindo, e este, no fim, pergunta: “Quem é?”
  • Chora sobre o morto, porque lhe faltou a luz; e chora sobre o insensato, porque lhe falta o bom
  • Sobre o morto, chora um pouco, porque descansou; 12 a vida do insensato, porém, é pior do que a morte.
  • O luto por um morto dura sete dias; por um insensato e um ímpio, porém, todos os dias de suas vidas.
  • Não fales muito com o tolo, e não partas em viagem com o insensato.
  • Guarda-te dele, para que não tenhas incômodos e não te contamines com o seu contato. 16 Separa-te dele e encontrarás descanso, e não perderás tua paciência com a sua insensatez. 17 Que há de mais pesado que o chumbo? e qual o seu nome, se não: “insensato”?
  • É mais fácil carregar areia, sal, barra de ferro, do que suportar alguém imprudente, insensato, ímpio.

 

Como tratar os amigos

 

  • Travação de madeira bem presa ao fundamento do edifício não se solta; assim o coração, confirmado pela reflexão prudente, nenhum temor o abalará.
  • O coração firmado numa reflexão inteligente é como o enfeite em parede

 

  • Assim como uma paliçada no alto e pedras colocadas sem cuidado não resistirão à força do vento,
  • assim o coração hesitante pelos pensamentos estultos não resistirá diante das ameaças. [23] 24 Quem fere o olho faz correr lágrimas; quem fere o coração, expulsa dele a amizade.
  • Quem atira pedras nos pássaros, afugenta-os; assim, quem censura a gritos o amigo, desfaz a
  • Se brandiste a espada contra o amigo, não desesperes: o retorno é possível;
  • se abriste amargamente a boca diante do amigo, não temas: pode haver reconciliação; se, porém, houve gritaria, injúria, soberba, revelação de segredos ou golpe desleal, nestes casos, qualquer amigo se
  • Guarda fidelidade ao amigo em sua pobreza, para que possas beneficiar da sua prosperidade;
  • no tempo da sua tribulação permanece-lhe fiel, para teres parte na sua herança.
  • Como o vapor e a fumaça da fornalha aparecem antes do fogo, assim, antes do sangue, as maldições e injúrias e ameaças.
  • Não me envergonharei de proteger um amigo e não me esconderei de sua face; se me vierem males por causa dele, agüentarei:
  • todo aquele que o souber, porém, se precaverá contra ele.

 

 

Oração contra o pecado

 

  • Quem dará à minha boca uma guarda, e sobre meus lábios um sinete adequado,para que não me façam cair, e minha língua não me arruine?

 

 

23

 

  • Senhor, Pai e Soberano de minha vida, não me abandones ao arbítrio deles nem permitas que eu caia por sua
  • Quem aplicará açoites aos meus pensamentos e no meu coração infundirá a instrução da Sabedoria, para que não me poupem nos meus erros e não apareçam meus delitos?
  • Dessa forma meus erros não aumentarão nem se multiplicarão os meus delitos, e meus pecados não se avolumarão; não cairei à vista dos meus adversários e meu inimigo não se alegrará à minha custa!
  • Senhor, Pai e Deus da minha vida, não me abandones às suas sugestões.

 

  • Não me dês a arrogância dos olhos e afasta de mim todo mau
  • Tira de mim as concupiscências do ventre, e as do leito não se apoderem de mim; e não me entregues ao desejo irreverente e

 

Uso e abuso da palavra

 

  • [Instrução sobre a ] Ouvi, filhos, a instrução sobre a boca: quem a guardar, não será surpreendido pelos lábios nem tropeçará em atos perversos.
  • O pecador será apanhado por seus lábios, e o maldizente e soberbo tropeçará por eles. 9 Não acostumes tua boca ao juramento: muitas têm sido as quedas por causa dele.
  • O nome de Deus não seja freqüente em tua boca nem o mistures aos nomes de seus anjos pois não estarás imune de ofendê-los.
  • Como o escravo, freqüentemente investigado, não pode ficar livre das marcas dos golpes, assim, quem jurar e pronunciar o Nome divino a toda hora, não ficará livre de
  • Quem muito jura, enche-se de iniqüidade e a praga não se afastará de sua
  • Se jurar por inadvertência, seu delito virá sobre ele; se o fizer por leviandade, pecará
  • Se jurar em vão, não será justificado e a sua casa se encherá de males.
  • Há ainda outro modo de falar, comparável à morte: não seja ele encontrado na herança de Jacó
  • Dos que temem a Deus todas essas coisas estão afastadas, e eles não se envolverão nesses
  • Tua boca não se habitue a grosserias descontroladas, pois nelas sempre há pecado. 18 Lembra-te de teu pai e de tua mãe quando te sentares no meio dos grandes:
  • para que não venhas, na presença destes, a esquecer quem tu és e, envaidecido com a tua assiduidade junto a eles, chegues a sofrer injúria. Então preferirias não ter nascido, e chegarias a maldizer o dia do teu nascimento.
  • Quem se habituou a destratar os outros não se corrigirá pelo resto dos seus

 

 

O homem dado à sensualidade

 

  • Dois tipos de gente multiplicam os pecados e um terceiro atrai a ira e a perdição: 22 a paixão ardente, como fogo aceso que não se extingue enquanto não se saciar;

 

  • aquele que se entrega à sua própria sensualidade, que não pára enquanto não acende o fogo…
  • – para quem se entrega à sensualidade, todo pão é saboroso: só deixará de prová-lo quando morre –
  • e quem é infiel ao leito matrimonial debochando no seu coração e dizendo: “Quem me vê? 26 As trevas me rodeiam, as paredes me escondem, ninguém me olha; de quem tenho medo?

 

O Altíssimo não se lembrará dos meus pecados!”

 

  • E não percebe que o olhar divino vê tudo, porque o medo desse homem expele de si o temor de Deus. Seu medo são os olhos das outras pessoas
  • e não sabe que os olhos do Senhor são muito mais luminosos que o sol, controlando todos os caminhos humanos e a profundeza do Abismo, e perscrutando os corações dos mortais nos seus recantos mais secretos.
  • Pois ao Senhor e Deus eram conhecidas todas as coisas antes de serem criadas, e assim, depois de as ter feito, ele as controla
  • Tal homem será punido nas praças da cidade e afugentado como potro selvagem e, quando menos esperar, será preso.
  • Será desonrado diante de todos, pelo fato de que não compreendeu o temor do

 

 

A mulher infiel

 

  • Assim também é toda mulher que abandona seu marido e que faz um herdeiro em outro
  • Primeiro, ela foi infiel à lei do Altíssimo; segundo, pecou contra seu marido; terceiro, prostituiu-se no adultério e teve filhos de outro marido.
  • Ela será trazida para a assembléia e se fará uma inquisição sobre seus filhos; 35 seus filhos não lançarão raízes e seus ramos não darão fruto:
  • sua memória será entregue à maldição e não se apagará a sua desonra.
  • E reconhecerão, os que vierem depois que nada há melhor do que o temor de Deus e que nada é mais doce do que observar os mandamentos do
  • É grande glória seguir o Senhor: é dele que se receberá uma longa vida.

 

 

A EXCELÊNCIA DA SABEDORIA

 

Auto-elogio da Sabedoria personificada

 

 

24

 

  • A Sabedoria faz seu próprio elogio: em Deus será honrada e, no meio do seu povo,
  • Ela abre a boca na assembléia do Altíssimo e se gloria diante do Seu poder. 3 É exaltada no meio do seu povo, e admirada na santa multidão.
  • É louvada entre a multidão dos escolhidos, e abençoada entre os abençoados de Deus, ao dizer:
  • “Saí da boca do Altíssimo como primogênita, antes de todas as
  • Eu fiz com que nascesse nos céus uma luz inextinguível e como uma névoa recobri toda a
  • Habitei nas alturas excelsas e meu trono está numa coluna de
  • Sozinha percorri toda a órbita do céu e andei nas profundezas do Abismo. 9 Nas ondas do mar e em toda a terra eu estive,
  • e em todos os povos e em todas as nações obtive a primazia,
  • sujeitando com o meu poder os corações de todos os exaltados e Em todos eles procurei repouso: na herança de quem estabelecerei morada?
  • Então falou-me o Criador de todas as coisas e deu-me suas Aquele que me criou marcou o lugar de repouso da minha tenda
  • e me disse: “Habita em Jacó, toma posse da tua herança em Israel e deita raízes no meio dos meus ”
  • Desde o princípio, antes de todos os séculos, fui criada e até o mundo futuro não deixarei de existir.
  • Na Tenda santa ministrei em sua presença, e assim me estabeleci em Sião. Repousei na Cidade amada, e em Jerusalém está o meu poder.
  • Lancei raízes num povo glorioso, no quinhão do Senhor, na sua herança, e fixei minha morada na assembléia dos santos.
  • Elevei-me como o cedro no Líbano e como o cipreste, no monte Hermon. 18 Elevei-me como a palmeira em Engadi e como as roseiras em Jericó.
  • Elevei-me como a formosa oliveira nos campos e como o plátano junto às águas
  • Como o cinamomo e o bálsamo trescalei perfume e, como mirra escolhida, exalei suave odor,

 

  • como o estoraque e o gálbano, o bálsamo e o aloés e como a fragrância do incenso na
  • Como o terebinto estendi meus ramos, e meus ramos são majestosos e cheios de graça. 23 Como a videira germinei o encanto e minhas flores são frutos de honra e
  • Sou a mãe do belo amor e do temor, do conhecimento e da santa esperança.
  • Em mim está toda a graça do caminho e da verdade, em mim, toda esperança de vida e de
  • Vinde a mim, todos os que me desejais e fartai-vos dos meus
  • A minha instrução é mais doce que o mel e a minha herança, mais do que o mel e seu favo; 28 minha lembrança dura por todos os séculos.

29 Os que comem de mim terão ainda fome; os que de mim bebem terão sede ainda. 30 Quem me ouve não será confundido; os que agem unidos a mim, não pecarão: 31 os que me tornam conhecida, terão a vida eterna.”

 

A Sabedoria é a Lei, rio de vida

 

32 Tudo isto é o livro da Aliança do Altíssimo, 33 a Lei, que Moisés promulgou para nós, como herança para a casa de Jacó.

  • O Senhor prometeu a Davi, seu servo, que faria sair dele um rei fortíssimo, o qual se sentaria num trono de honra para
  • É a Lei que transborda a Sabedoria como o Físon e como o rio Tigre, na estação dos frutos novos,
  • que inunda de inteligência como o Eufrates e como o Jordão, na época da colheita,
  • que transborda a instrução como o Nilo e se apresenta como o Geon no tempo da vindima. 38 O primeiro não acabou de conhecê-la, nem o último conseguirá perscrutá-la.
  • Seu pensamento é mais vasto do que o mar e seu desígnio é mais profundo que o grande
  • Eu sou a Sabedoria, que fiz correr os rios;
  • sou como o canal de águas abundantes que sai do rio e, como o aqueduto, dá num paraíso.” 42 E disse: “Irrigarei o pomar de minhas plantas, saciarei de água os frutos do meu prado”.
  • E eis que meu canal se tornou um rio e o meu rio assemelhou-se ao
  • Farei, pois, luzir a instrução como a luz da aurora e a proclamarei até bem
  • Penetrarei todas as regiões inferiores da terra, lançarei os olhos sobre todos os que dormem e iluminarei a todos os que esperam no Senhor.

 

  • Continuarei a espalhar minha instrução como profecia e a deixarei para as gerações dos séculos, e não cessarei de anunciá-la à sua descendência até a santa eternidade.
  • Vede que não trabalhei só para mim, mas para todos os que a Sabedoria procuram.

 

 

Três coisas boas e três, detestáveis

 

25

 

1 Em três coisas o meu espírito se compraz, as quais têm a aprovação de Deus e dos homens: 2 a concórdia entre irmãos, o amor entre vizinhos, e um marido e mulher em perfeito acordo. 3 Três espécies de gente a minha alma detesta e a sua vida me causa profunda irritação:

  • um pobre soberbo, um rico mentiroso e um velho enfatuado e insensato.

 

 

Para os anciãos

 

  • Na tua mocidade nada ajuntaste: como encontrarás alguma coisa na velhice?
  • Que belo é para os cabelos brancos saber julgar e, para os anciãos, conhecer o conselho! 7 Que bela é nos velhos a Sabedoria e, para os honrados, a inteligência e o conselho!
  • Coroa dos anciãos é a experiência consumada e a sua glória é o temor de Deus.

 

 

Nove coisas…

 

  • Nove coisas, das quais não pode suspeitar o coração, eu exaltei, e a décima exporei com minhas palavras:
  • o homem que se alegra com os filhos, e o que vive e chega a ver a ruína dos seus inimigos; 11 ditoso aquele que mora com mulher de bom senso e não ara ao mesmo tempo com o boi e o burro; quem não cometeu falta com sua língua e não teve de servir a alguém indigno dele.
  • Ditoso aquele que encontrou um amigo verdadeiro e que proclama a justiça a um ouvido
  • Como é grande quem encontrou a Sabedoria e a ciência, mas não é maior do que quem teme a Deus!
  • O temor de Deus está acima de tudo: 15 quem o possui, a quem se comparará?

 

  • O temor de Deus é o início do seu amor, e a fé é o início da adesão a ele.

 

 

A mulher maldosa

 

  • Toda ferida é tristeza do coração e toda malícia é maldade de mulher. 18 Toda ferida, mas não a ferida do coração;
  • e toda maldade, mas não a maldade da
  • Toda desgraça, mas não a causada pelos que nos odeiam; 21 toda vingança, mas não a dos inimigos.
  • Não há veneno pior do que o da cobra,
  • e não há ira pior do que a da mulher É melhor morar com leão e dragão do que conviver com mulher má.
  • A maldade da mulher lhe altera o rosto e lhe obscurece o semblante como o de um Seu marido põe-se à mesa no meio dos vizinhos
  • e, constrangido, suspira
  • É pequena toda maldade em comparação com a maldade da mulher: a sorte dos pecadores caia sobre ela.
  • Como a subida pela areia para os pés de um velho, assim é mulher faladeira para marido
  • Não te deixes levar pela beleza da mulher e não cobices as suas posses 29 Irritação, desrespeito e grande vergonha
  • causa a mulher, se tem o comando sobre o
  • Coração humilhado, rosto sombrio, ferida no coração, eis a obra da mulher má.
  • Mãos enfraquecidas e joelhos vacilantes, eis o que faz a mulher que não torna feliz o seu marido.
  • Da mulher veio o princípio do pecado, e é por causa dela que todos 34 Não deixes, de tua água, nada escapar, nem dês, à mulher má, liberdade de falar. 35 Se não anda conforme teus acenos, ela te envergonhará à vista dos teus inimigos: 36 corta-a, então, de tua convivência e despacha-a de tua casa.

 

A boa e a má esposa

 

26

 

  • Feliz o marido que tem uma boa esposa: o número de seus dias será
  • A mulher virtuosa é a alegria do marido, que passará em paz os anos de sua
  • Boa esposa é herança excelente, reservada aos que temem o Senhor: ela será dada ao marido em recompensa pelas boas obras.
  • Rico ou pobre, seu marido tem alegria no coração, e em qualquer circunstância mostra um rosto
  • De três coisas meu coração tem medo, e com a quarta meu rosto esmoreceu: 6 a acusação de uma cidade, o ajuntamento do povo

7 e a calúnia mentirosa, coisas todas piores do que a morte; 8 mas dor profunda e aflição é mulher ciumenta de outra,

  • pois o flagelo da língua a todos atinge.
  • Como a canga dos bois mal ajustada, assim é a mulher má: quem a tem é como se tivesse pegado um escorpião.
  • A mulher beberrona provoca muita raiva e injúria, pois a sua torpeza não fica oculta.
  • A impudicícia da mulher vê-se no movimento dos olhos e se reconhece pelas pálpebras. 13 Com a filha atrevida redobra a vigilância, para que não aproveite a ocasião que encontrar. 14 Cuidado com o olhar de uma desavergonhada e não te admires, se vier a te

15 Como o viajante sedento, ela abre a boca à fonte e bebe de toda água que estiver mais perto; diante de qualquer estaca se assenta, e a toda seta abre sua a aljava, até mais não poder. 16 Pelo contrário, a graça da mulher dedicada é a delícia do marido,

  • e sua correção lhe revigora os
  • Mulher sensata e silenciosa é dom do Senhor e nada é comparável à pessoa bem educada. 19 Mulher santa e pudica é graça sobre graça,
  • e não há medida que determine o valor da alma
  • Como o sol que se levanta para o mundo nas alturas de Deus, assim o encanto da boa esposa na casa bem
  • Como a lâmpada que brilha sobre o candelabro sagrado, assim é a beleza do rosto num corpo bem plantado;
  • colunas de ouro sobre bases de prata, assim as pernas graciosas sobre os pés seguros da
  • Fundamentos eternos sobre rocha sólida, tais são os mandamentos de Deus no coração da mulher santa.

 

Três coisas sem justiça

 

  • Por duas coisas se contristou meu coração e pela terceira me veio a cólera:
  • o soldado que definha na miséria, a pessoa de bom senso, votada ao desprezo, 27 e quem passa da justiça para o pecado: Deus o prepara para a

 

A difícil justiça

 

28 Duas profissões me pareceram difíceis e perigosas: é sábio, e muito temido, sentado em seu trono. dificilmente o negociante escapará de alguma falta, e o taberneiro, também, de algum pecado.

 

27

 

  • Por causa do lucro muitos pecaram; quem procura enriquecer-se, desvia os
  • Como se finca a estaca no meio da juntura das pedras, assim também, entre a venda e a compra se introduz o pecado. [3]
  • Se não te mantiveres firme no temor de Deus, depressa há de arruinar-se a tua casa.
  • Quando se sacode a peneira, ficam nela só os refugos: assim os defeitos da pessoa, na sua maneira de opinar.
  • Como o forno prova os vasos do oleiro, assim é a prova da tribulação para os justos.
  • O fruto revela como foi cultivada a árvore: assim, a palavra que provém do pensamento do coração.
  • Não elogies a ninguém, antes de ouvi-lo falar: aí está a pedra de toque das

 

 

Palavras vãs

 

  • Se procurares a justiça, hás de alcançá-la e dela te revestirás como de um traje de gala: habitarás com ela e te protegerá para sempre, e no dia do ajuste de contas encontrarás
  • Os pássaros da mesma espécie aninham-se juntos: assim a verdade volta para os que a
  • O leão está sempre à espreita da caça: assim os pecados armam laços aos que praticam a iniqüidade.
  • A fala do temente a Deus permanece na Sabedoria; o estulto, porém, muda como a
  • No meio dos insensatos restringe teu tempo; ao contrário, freqüenta os que têm bom senso. 14 A fala dos estultos é detestável: suas risadas são sobre os prazeres do

 

15 A falação de quem muito jura arrepia os cabelos, e suas disputas fazem tapar os ouvidos. 16 Nas contendas dos soberbos há derramamento de sangue, e suas maldições são penosas de ouvir.

 

Falta de lealdade na amizade

 

17 Quem revela os segredos perde a confiança do amigo e não encontrará mais amigo íntimo. 18 Ama teu amigo e une-te a ele com lealdade:

  • se, porém, revelares seus segredos, é inútil ires atrás dele.
  • Como alguém que enterrou um falecido, assim é aquele que perde a amizade do seu amigo: 21 como aquele que deixou escapar um pássaro das mãos, assim deixaste partir o teu amigo e não o recuperarás.
  • Não o sigas, pois já está muito distante: fugiu, como a corça que escapou da armadilha, pois sua alma está ferida;
  • não podes mais alcançá-lo. Da própria maldição pode haver perdão, 24 mas revelar os segredos do amigo é cortar toda esperança.

 

Planejando maldades

 

  • Quem pisca o olho planeja maldades: quem conhece tal pessoa, mantém-se
  • Na tua presença falará com doçura e admirará teus discursos; depois, porém, mudará de linguagem e apontará deslizes nas tuas
  • Muitas coisas aborreço, mas nenhuma como alguém assim: o próprio Senhor o
  • Quem atira uma pedra para cima, fá-la cair sobre a própria cabeça: um golpe traiçoeiro produz feridas no próprio
  • Quem abre uma cova, cai dentro dela; quem põe uma pedra no caminho do outro, nela tropeça; quem prepara uma armadilha para outrem, nela será
  • Quem forja um plano malvado, contra ele o mal se volta sem que ele saiba de onde 31 A ilusão e o escárnio atingem o orgulhoso, e a vingança, como um leão, o colherá de surpresa.
  • Serão presos na armadilha os que se alegram com a queda dos justos, e a dor os consumirá antes que morram.

 

Ira, furor e vingança

 

  • Ira e furor são duas coisas execráveis: até o pecador procura dominá-los.

 

 

28

 

  • Quem quer vingar-se encontrará a vingança do Senhor, que pedirá severas contas dos seus
  • Perdoa ao próximo que te prejudicou: assim, quando orares, teus pecados serão perdoados. 3 Um ser humano guarda raiva contra outro: como poderá pedir a Deus a cura?
  • Se não tem compaixão do seu semelhante, como poderá pedir perdão dos seus pecados?
  • Se ele, que é um mortal, guarda rancor, como é que pede perdão a Deus? quem é que vai interceder pelos seus pecados?
  • Lembra-te do teu fim e deixa de odiar;
  • pensa na destruição e na morte, e persevera nos mandamentos. 8 Pensa nos mandamentos e não guardes rancor do teu próximo.
  • Pensa na aliança do Altíssimo e não leves em conta a falta

 

 

Evitar as contendas

 

  • Abstém-te das contendas e diminuirás os pecados:
  • quem é irascível provoca as disputas e o pecador perturba os amigos, lançando a inimizade no meio dos que viviam em
  • Como no bosque o fogo se alastra em proporção da lenha, assim a ira se inflama conforme o poder da pessoa: segundo a sua riqueza crescerá sua cólera.
  • Uma contenda súbita acende o fogo, uma disputa violenta derrama sangue e a língua acusadora traz a morte.
  • Se assoprares na centelha, ela se inflamará; se cuspires sobre ela, se apagará: ambas as coisas saem da tua boca.

 

Maldita maldicência

 

  • A pessoa mexeriqueira e de duas falas é maldita: arruinou a muitos que viviam em paz. 16 A língua do caluniador inquietou a muitos e os dispersou de nação em nação;

17 destruiu as cidades amuralhadas dos ricos e subverteu as casas dos grandes; 18 arruinou as forças dos povos e desfez nações poderosas.

 

  • A língua caluniadora fez com que mulheres de valor fossem repudiadas e as despojou do fruto de seus
  • Quem a levar em conta não terá descanso, nem terá amigo com quem repousar. 21 O golpe do chicote produz a contusão, mas o golpe da língua quebra os ossos;
  • muitos caíram ao fio da espada, mas não tantos como os que pereceram por causa da língua.
  • Feliz aquele que dela está protegido, que não passou por sua ira, que não atraiu o seu jugo e que pelas suas cadeias não foi
  • Pois seu jugo é jugo de ferro e sua cadeia é cadeia de bronze;
  • a morte que ela provoca é terrível, e é melhor o túmulo do que
  • Ela, porém, não obterá o domínio dos justos, os quais não serão atingidos pela sua chama. 27 Os que abandonam a Deus cairão em seu poder: ela arderá neles e não se apagará, lançar- se-á contra eles como um leão e como um leopardo os ferirá.
  • Cerca os teus ouvidos com espinhos e não queiras ouvir a língua perversa, mas põe na tua boca portas e
  • Guarda com cuidado tua prata e teu ouro e para tuas palavras prepara uma balança, além de freios bem ajustados para tua
  • Toma cuidado para que não venhas a escorregar com a língua e não caias à vista dos inimigos que te espreitam, e a tua queda não seja incurável nem

 

A misericórdia e o empréstimo

 

29

 

  • Quem pratica a misericórdia empresta a seu próximo; e quem o ampara observa os
  • Empresta a teu próximo quando ele precisa; por tua vez, restitui ao próximo no tempo
  • Cumpre tua palavra e trata lealmente com ele, e em qualquer oportunidade encontrarás o que te é necessário.
  • Muitos consideram o empréstimo um achado e causam desgosto aos que os ajudaram.
  • Enquanto não recebem, beijam as mãos do doador e amaciam a fala diante das riquezas alheias;

 

  • na época do vencimento, pedirão tempo e proferirão palavras de enfado e de críticas e se queixarão do
  • Mesmo se puderem pagar, ainda farão dificuldades; mal restituirão a metade do capital e o credor a compara a um
  • E se não puderem pagar, fica fraudado de seu próprio dinheiro e ainda ganha um inimigo de graça.
  • Pagam-no com injúrias e maldições e, pelas honras e o benefício, lhe retribuem com a
  • Muitos deixam de emprestar, não por maldade mas porque receiam ser defraudados sem

 

Generosidade apesar de tudo

 

  • Apesar de tudo, sê magnânimo com o humilhado e não o faças esperar pela
  • Por causa do mandamento, acode ao pobre e, por causa da sua indigência, não o deixes ir de mãos
  • Sacrifica o dinheiro por um irmão e amigo, e não o escondas debaixo de uma pedra para ficar inútil.
  • Emprega o teu tesouro segundo os preceitos do Altíssimo, e isto te aproveitará mais do que o ouro.
  • Encerra a tua esmola no coração do pobre, e ela rogará por ti, para te livrar de todo [16-17]
  • Mais que um escudo forte e uma pesada lança, a esmola combaterá por ti diante do

 

O homem de bem e a fiança

 

  • O homem de bem se faz fiador do seu próximo; só o abandona quem tiver perdido a
  • Não te esqueças do benefício do teu fiador: ele expôs a vida por ti. [21]

22 O pecador dissipa os bens do fiador e o ingrato abandona aquele que o libertou. [23]

24 A fiança arruinou a muitos que agiam de boa vontade e os abalou, como a onda do mar; 25 fez emigrar homens poderosos que andaram errantes por nações estrangeiras.

 

  • O pecador, transgredindo os mandamentos do Senhor meter-se-á em fianças mas, tentando obter lucro, cairá sob o
  • Assiste a teu próximo segundo tuas posses mas toma cuidado, para não vires a

 

 

Viver em casa alheia…

 

  • Eis o essencial para a vida: água, pão, roupa e uma casa, para resguardar a intimidade.
  • É melhor a subsistência do pobre num casebre, do que banquete esplêndido no estrangeiro, sem casa própria
  • Contenta-te com o pouco ou o muito que tiveres e não ouvirás os impropérios que sofre um
  • Vida infeliz a de quem se hospeda de casa em casa: onde for acolhido, não procederá com segurança, nem ousará abrir a boca.
  • Serás recebido como estranho, te alimentarás e beberás constrangido, e ainda ouvirás coisas amargas assim:
  • “Vem, estrangeiro, prepara a mesa e, se tens algo nas mãos, dá-me de comer!”
  • “Cede o lugar a outro mais digno! Necessito de minha casa para receber meu irmão!”
  • São coisas penosas para alguém de bom senso: a afronta de ser estrangeiro e o insulto do

 

A educação dos filhos

 

30

 

  • [Sobre os ] Quem ama o filho não lhe poupa o chicote, para poder mais tarde alegrar- se com ele.
  • Quem ensina o filho, colherá fruto nele e se orgulhará no meio dos familiares.
  • Quem ensina o filho, deixará os inimigos com inveja e dele se orgulhará no meio dos
  • Se o pai vem a morrer, é como se não morresse, pois deixa em seu lugar alguém que lhe é
  • Em vida, sentiu alegria ao vê-lo; na morte não se entristeceu, nem teve de envergonhar-se diante dos inimigos;
  • deixou um defensor da casa contra os inimigos e alguém que retribua os favores aos amigos.

 

  • Quem mima o filho deverá tratar-lhe as feridas e, a todo gemido, suas entranhas se perturbarão.
  • Cavalo não domado torna-se recalcitrante: filho indisciplinado torna-se atrevido. 9 Mima teu filho, e te causará medo; brinca com ele, e te entristecerá.

10 Não rias com ele, para que não sofras e não venham, no fim, a embotar-se teus dentes. 11 Não lhe dês poder na juventude, nem dissimules os seus erros.

12 Dobra-lhe o pescoço enquanto jovem e bate-lhe nas nádegas enquanto criança, para que não venha a obstinar-se e a não atender-te, e não venhas a sofrer em teu íntimo por causa dele. 13 Ensina teu filho e ocupa-te com ele, para que não venhas a sofrer com a sua depravação.

 

Mais vale saúde que riqueza

 

  • É melhor um pobre são e cheio de forças do que um rico fraco e atormentado em seu
  • A saúde do corpo é melhor que todo o ouro e a prata; e um espírito vigoroso, mais do que imensa
  • Não há riqueza maior que a saúde do corpo, nem contentamento maior que a alegria do coração.
  • É melhor a morte do que uma vida amarga; e o descanso eterno, mais que uma doença
  • Bens expostos ante uma boca fechada são como exposição de manjares à beira de um túmulo.
  • De que serve ao ídolo a libação? Ele não come, nem sente o cheiro! 20 Assim é quem foge do Senhor, levando consigo a paga da iniqüidade:
  • ele vê com os olhos e suspira, como suspira o eunuco, abraçando uma

 

 

A alegria

 

  • Não entregues tua alma à tristeza e não aflijas a ti mesmo com tuas preocupações.
  • A alegria do coração é a vida da pessoa, tesouro inexaurível de santidade, a alegria da pessoa prolonga-lhe a
  • Tem compreensão contigo mesmo e consola teu coração; afugenta para longe de ti a
  • A tristeza matou a muitos e não traz proveito algum;

 

  • o ciúme e a raiva abreviam os dias, como a preocupação traz a velhice antes do
  • Um coração luminoso e bom está num contínuo festim; seus manjares são preparados com

 

Riqueza e cuidados

 

31

 

  • A insônia do rico faz definhar o corpo e a sua preocupação lhe tira o sono;
  • a preocupação da subsistência afasta o sono, e a doença grave torna o sono instável. 3 O rico labuta para ajuntar riquezas e, quando repousa, farta-se de suas delícias;
  • o pobre labuta na penúria de sua subsistência e, quando repousa, encontra-se necessitado.

 

 

O ouro traz perdição

 

  • Quem ama o ouro não será justificado; quem persegue o lucro, nele se perderá. 6 Muitos se arruinaram por causa do ouro, e sua perdição se deu na sua
  • O ouro dos que sacrificam é uma armadilha: ai daqueles que andam à sua procura, pois todo imprudente será por ele
  • Feliz do rico que se conservou sem mancha, que não foi atrás do ouro e não pôs sua segurança no dinheiro e nos
  • Quem é ele, para que possamos louvá-lo? Pois fez coisas maravilhosas entre o
  • Quem foi experimentado nesse ponto e se revelou perfeito? Isto será para ele uma glória Quem pôde transgredir a Lei e não a transgrediu, fazer o mal e não o fez?
  • Por isso, seus bens foram estabelecidos no Senhor, e toda a assembléia dos santos proclamará seus benefícios.

 

O autocontrole

 

  • [Sobre a moderação no comer.] Estás sentado a uma lauta mesa? Não abras diante dela por primeiro a tua boca,
  • nem digas: “Que abundância de manjares!”

 

  • Lembra-te de que é coisa má o olho cobiçoso, pois ao olho cobiçoso o próprio Deus
  • Que criatura é mais perigosa do que o olho? Por isso ele verte lágrimas de todas as faces. 16 Para onde alguém olhar, não sejas tu o primeiro a estender a mão, para que, por causa da inveja, não venhas a te envergonhar;
  • e não te acotoveles com ele no mesmo prato.
  • Avalia os desejos do teu próximo pelos teus e sê ponderado em todas as tuas
  • Serve-te moderadamente dos pratos que te são oferecidos para que não te tornes odioso, comendo muito.
  • Sê o primeiro a parar, em sinal de boa educação e não sejas exagerado, para não vires a impressionar
  • Se estás sentado no meio de muitos, não estendas a mão antes deles, nem sejas o primeiro a pedir de beber.

 

A moderação em tudo

 

  • Quão pouco vinho é suficiente para alguém instruído! Assim, quando te deitares, não sentirás seus efeitos nem ficarás
  • Insônia, cólica e dor de estômago sobrevêm a quem é guloso;
  • sono saudável, ao contrário, é da pessoa sóbria: dormirá até de manhã e sentir-se-á contente consigo mesmo.
  • Se foste forçado a te exceder na comida, levanta-te, vai vomitar e ficarás aliviado; e não atrairás ao teu corpo uma doença.
  • Ouve-me, filho, não me desprezes, e no fim compreenderás as minhas palavras. 27 Sê moderado em todas as tuas obras, e nenhuma doença te atingirá.
  • Os lábios de muitos bendirão quem é pródigo em dar comida, e o testemunho de sua bondade é digno de fé;
  • contra o que é mesquinho, porém, a cidade murmurará, e é verdadeiro o testemunho de sua

 

Moderação no vinho

 

  • Estando a beber vinho, não provoques ninguém; o vinho arruinou a muitos.

 

  • A fornalha prova a têmpera do ferro em brasa: assim, nas rixas, o vinho revela os corações dos soberbos.
  • O vinho é como a vida para as pessoas, desde que o bebas com moderação. 33 Que vida leva aquele a quem falta o vinho?
  • Que coisa defrauda vida? A morte.
  • O vinho foi criado para a alegria e não para a embriaguez, desde o princípio.
  • Alegria da alma, júbilo e prazer do coração é o vinho bebido, com moderação, a seu tempo;
  • saúde da alma e do corpo é a bebida sóbria.
  • Tomado em excesso, o vinho produz irritação, ira e ruínas.
  • Vinho tomado em excesso é amargura da alma, com irritação e ruína.
  • A embriaguez aumenta o furor do insensato para fazê-lo cair, diminuindo-lhe a força e abrindo feridas.
  • Num banquete com vinho não provoques o próximo, nem o desprezes quando está alegre; 42 não lhe digas palavras de injúria, nem o pressiones com reclamações.

 

Comportamento nos banquetes

 

32

 

  • Escolheram-te para presidir a festa? Não te ensoberbeças: sê entre todos como se fosses um
  • Ocupa-te com eles e depois senta-te; cumpridas todas as tuas obrigações, põe-te à
  • Então te alegrarás por causa deles e, por razões de mérito, receberás a coroa, alcançando o reconhecimento dos

 

A palavra do mais velho

 

  • Fala, tu que és o mais velho; pois a ti convém
  • a primeira palavra, com comprovada ciência, mas não impeças a música.
  • Durante o banquete, não prolongues o discurso e não faças ostentação de sabedoria
  • Como pedra de esmeralda em ornamento de ouro, assim é o concerto de músicos num banquete com vinho;

 

  • como, num engaste de ouro, avulta o sinete de esmeralda, assim é o conjunto dos músicos com o vinho alegre e moderado.
  • Ouve calado, e pelo respeito demonstrado conseguirás a

 

 

A palavra do jovem

 

  • Adolescente, fala em teu interesse uma vez; duas vezes no máximo, se tiveres sido
  • Repete a fala, dizendo muito em poucas palavras; porta-te como quem sabe, mas ao mesmo tempo cala-te.
  • No meio dos grandes não banques o presunçoso; da mesma forma, onde há idosos não fales
  • Como o relâmpago vem antes do trovão, à frente do modesto vai a simpatia.
  • Na hora de levantar-te, não te demores; sê o primeiro a retirar-te, voltando para Lá te diverte, lá brinca;
  • realiza teus desígnios, mas não peques com palavras
  • E por todas essas coisas bendize a Deus, que te criou e te inebria de todos os seus

 

 

Quem teme o Senhor…

 

  • Quem teme o Senhor acolhe a instrução; quem madrugar para Ele, encontrará a bênção. 19 Quem procura a Lei, dela será repleto; quem, porém, age insidiosamente, nela tropeçará.
  • Os que temem o Senhor encontrarão um juízo justo e acenderão suas boas obras como um
  • Um pecador evita a correção e encontra justificativas segundo o seu
  • Uma pessoa de bom senso não despreza a inteligência; o estrangeiro e o soberbo não têm nenhum [23]
  • Filho, nada faças sem reflexão, e não virás a arrepender-te
  • Não andes pelo caminho da ruína e não tropeçarás duas vezes nas pedras; não te metas por um caminho inexplorado e não darás à tua alma ocasião de queda.
  • Guarda-te de teus próprios filhos e toma cuidado com os teus servos. 27 pois também isto é observar os mandamentos.

28 Quem acredita na Lei atende aos mandamentos: quem confia no Senhor, não sofrerá dano algum.

 

Proteção para quem teme a Deus 33

  • A quem teme o Senhor não sobrevirão males; antes, Deus o guardará na tentação e o livrará das desgraças.
  • O sábio não aborrece os mandamentos e as normas da justiça, e não se destroçará como navio na
  • A pessoa sensata crê na palavra de Deus; para ela a Lei é tão digna de fé como, para quem pergunta, o oráculo.
  • Prepara as palavras e serás ouvido no que pedires, conserva a disciplina e então responderás. 5 Os sentimentos do insensato são como a roda do carro, e seu raciocínio é como eixo que
  • Amigo zombador é como garanhão; relincha, sob qualquer um que o monte.

 

 

Desigualdade de condições

 

  • Por que um dia é mais importante que outro, se toda a luz do ano vem do mesmo sol? 8 Pela ciência do Senhor foram diferenciados,
  • pois ele é quem distinguiu os tempos e, neles, os dias festivos.
  • Alguns dentre eles Deus os exaltou e engrandeceu, e a outros incluiu no número dos dias Assim também todos os seres humanos vieram do mesmo solo, como da terra foi criado Adão.
  • Pela grandeza da sua Sabedoria, porém, o Senhor os distinguiu e diversificou os seus caminhos:
  • a alguns abençoou e exaltou, a alguns santificou e aproximou de si; a outros amaldiçoou e humilhou e os removeu de suas posições.
  • Como a argila está nas mãos do oleiro para que a molde e dela disponha a seu bel prazer, 14 assim o ser humano está nas mãos de Quem o fez, o qual o recompensará segundo o seu
  • Em face do mal está o bem e, em face da morte, a vida; assim também, em face do justo está o pecador. Considera, assim, todas as obras do Altíssimo: duas a duas, uma em face da

 

Experiência pessoal do Mestre

 

  • Quanto a mim, fui o último a manter-me em vigília, como quem cata uvas atrás dos
  • Pela bênção de Deus eu também me adiantei e, como quem vindima, enchi o meu lagar. 18 Vede que não trabalhei só para mim, mas para todos os que buscam a instrução.
  • Ouvi-me, pois, ó grandes do povo e vós, dirigentes da assembléia, prestai-me ouvidos!

 

 

Autarquia

 

  • Ao filho e à mulher, ao irmão e ao amigo não dês poder sobre ti, durante a vida; e não entregues a outro as tuas posses, para não suceder que te arrependas e tenhas de pedi-las de
  • Enquanto ainda vives e respiras, não te entregues ao poder de ninguém.
  • Pois é melhor que os filhos peçam a ti, do que tu mesmo teres de olhar para as mãos deles. 23 Em todas as tuas obras mantém a autoridade, para que não manches a tua reputação.
  • No dia em que terminar o curso de tua vida, por ocasião de tua morte, então distribui a tua herança.

 

Os escravos

 

  • Para o asno, forragem, vara e carga; para o servo, pão, disciplina e trabalho
  • Executa o trabalho por meio do servo, e encontrarás descanso; deixa-lhe as mãos livres e ele procurará a liberdade.
  • Canga e correia fazem dobrar o pescoço; tarefas freqüentes mantêm o servo submisso.
  • Para o servo malévolo, tortura e grilhões: manda-o ao trabalho, para que não fique ocioso, 29 pois a ociosidade já ensinou muita
  • Aplica-o ao trabalho, pois tal lhe convém: se não atender, submete-o com grilhões. Entretanto, não cometas excessos contra ninguém, e nada faças de grave contra o direito.

 

O servo único

 

  • Se tens um servo só, estima-o como a ti mesmo, pois precisarás dele como de ti. Se tens um servo só, trata-o como a um irmão, para que não te indisponhas contra o teu próprio
  • Se o tratares mal sem motivo, ele te fugirá;
  • se, levantando-se, afastar-se de ti, não saberás por qual caminho procurá-lo.

 

 

Os sonhos

 

 

34

 

  • Esperanças vãs e mentirosas são as do insensato, e os sonhos dão asas aos
  • Como quem agarra uma sombra e persegue o vento, assim é quem dá atenção às visões da
  • A visão dos sonhos é uma coisa refletindo outra; é a imagem do rosto diante do próprio
  • Do impuro, o que de puro pode sair? e pelo mentiroso, o que pode ser dito de verdadeiro?
  • Adivinhações, horóscopos e sonhos são bobagem: fantasias de que o coração padece, como as da
  • Se do Altíssimo não provier a mensagem, não lhe entregues teu coração.
  • Os sonhos já fizeram muitos se extraviarem, e os que neles esperavam caíram.
  • A palavra da Lei será cumprida sem mentira, e na boca sincera a Sabedoria é

 

 

As viagens

 

  • Quem viajou aprendeu muitas coisas; quem muito experimentou falará com conhecimento. 10 Quem não passou por provocações pouco sabe; aquele que viajou, porém, tem grande 11]
  • Viajando, vi muitas coisas e compreendi muitos
  • Algumas vezes estive em perigo de morte, mas fui salvo, graças a estas convicções: 14 O espírito dos que temem o Senhor viverá e sob o Seu olhar será abençoado.

15 A esperança deles está em Quem os salva e os olhos de Deus estão naqueles que o amam. 16 Quem teme o Senhor não tem medo de nada e não se apavora, porque Ele é a sua esperança.

 

  • Feliz aquele que teme o Senhor!
  • Para quem volta ele os olhos? e quem é a sua fortaleza?
  • Os olhos do Senhor estão sobre os que o temem: protetor poderoso e esteio forte, abrigo contra o calor e sombra ao meio-dia,
  • defesa no tropeço e auxílio na queda, elevando a alma e iluminando os olhos, dando saúde, vida e bênção.
  • Só o Senhor é para os que nele esperam, os que caminham na verdade e na justiça.

 

 

Sacrifícios

 

  • É manchada a oferta de quem sacrifica de bens iníquos, e não são bem aceitas as oferendas dos
  • O Altíssimo não aprova os dons dos iníquos e não olha para as oblações deles, nem lhes perdoa os pecados por causa da multidão de seus sacrifícios.
  • Quem oferece um sacrifício com os bens dos pobres é como quem imola um filho na presença do
  • A vida dos pobres é o pão de que necessitam; quem dele os priva é um assassino. 26 Quem subtrai o pão do suor é como quem mata o seu próximo;
  • derrama sangue, quem defrauda o assalariado.
  • Um edifica, o outro destrói; que proveito alcançam, senão a aflição? 29 Um faz orações, o outro maldiz: de quem Deus vai ouvir a voz?
  • Quem se lava depois de tocar um morto e novamente o toca: de que lhe aproveitou a ablução?
  • Assim é a pessoa que jejua por seus pecados e depois torna a cometê-los. Quem ouvirá a sua oração? ou que lhe adianta ter-se humilhado?

 

O sacrifício espiritual

 

35

 

  • Aquele que guarda a Lei faz muitas oferendas:
  • sacrifício salutar é cumprir os [3]
  • Quem dá graças a Deus oferece flor de farinha; e quem dá esmolas oferece um sacrifício de

 

  • O que agrada ao Senhor é afastar-se da iniquidade: propiciar pelos pecados é afastar-se da injustiça.
  • Mas não te apresentes diante do Senhor de mãos vazias,
  • pois todas estas coisas se fazem por mandamento de
  • O sacrifício do justo é uma oferenda de gordura sobre o altar, e o seu perfume sobe à presença do Altíssimo.
  • A oblação do justo é aceita e o Senhor não a esquecerá.
  • Glorifica o Senhor com generosidade e não regateies as primícias de tuas mãos.
  • Faze todas as tuas oferendas com semblante alegre, e com exultação consagra o teu dízimo.
  • Dá ao Altíssimo segundo a doação que Ele te fez e com generosidade, segundo o produto de tuas mãos,
  • porque o Senhor é alguém que retribui, e te recompensará sete vezes

 

 

Sacrifícios perversos

 

  • Mas não lhe ofereças presentes defeituosos, pois não os aceitará;
  • nem confies num sacrifício injusto, porque o Senhor é um juiz que não faz acepção de
  • Ele não é parcial em prejuízo do pobre, mas escuta, sim, a súplica do injustiçado.
  • Jamais despreza a súplica do órfão nem da viúva, quando esta lhe fala com seus gemidos. 18 Não correm pelas faces as lágrimas da viúva, e o seu grito não é contra aquele que as provoca?

19 Da sua face elas sobem até o céu e o Senhor, que ouve, não terá prazer em vê-las. 20 Quem adora a Deus será recebido com agrado e sua súplica chegará até as nuvens.

  • A oração do humilde penetra as nuvens e não se consolará enquanto não se aproximar de Deus; e não se afastará, enquanto o Altíssimo não olhar e o justo juiz não fizer justiça.
  • Pois o Senhor não tarda, e o Fortíssimo não usará mais de paciência até quebrar as costas dos cruéis
  • e retribuir a vingança às nações, até que desfaça a multidão dos soberbos e despedace os cetros dos iníquos.
  • Enfim, ele retribuirá a todos segundo suas ações e aos crimes da humanidade segundo a sua vã soberba.
  • Assim realizará a justiça em favor do seu povo e alegrará os justos com a sua misericórdia.

 

  • É formosa a misericórdia no tempo da tribulação, como a nuvem de chuva no tempo da

 

Oração pela libertação de Israel

 

36

 

  • Tem piedade de nós, ó Deus do universo, e olha para nós! Mostra-nos a luz das tuas misericórdias
  • e infunde o teu temor nas nações que não te Assim saberão que não há outro Deus senão tu e vão ter de narrar os teus prodígios!
  • Levanta a tua mão contra as nações estrangeiras para que vejam o teu poder.
  • Assim como, à sua vista, mostraste em nós a tua santidade, assim também, à nossa vista, mostra-te grande entre elas.
  • Que elas te reconheçam, como nós te reconhecemos, que não há Deus além de ti, Senhor. 6 Faze novos milagres e renova os prodígios;

7 glorifica a tua mão e fortalece teu braço direito; 8 excita teu furor e derrama a tua ira;

  • suprime o adversário e aflige o
  • Apressa o tempo e lembra-te de teu desígnio, para que se publiquem as tuas
  • Na voracidade das chamas seja consumido quem escapar, e os que tiranizam teu povo encontrem a ruína.
  • Esmaga as cabeças dos príncipes dos inimigos, os que dizem: “Não há outro fora de nós!” 13 Reúne as tribos todas de Jacó e dá-lhes a herança, como desde o princípio.
  • Tem piedade do povo chamado pelo teu nome, de Israel, a quem trataste como primogênito.
  • Compadece-te de tua cidade santa, Jerusalém, lugar do teu repouso. 16 Enche Sião de tua majestade, e de tua glória o teu templo.
  • Dá testemunho daqueles que, desde o princípio, são tuas criaturas, e realiza as profecias que em teu nome foram
  • Dá a recompensa aos que esperam em ti, para que teus profetas sejam reconhecidos como Escuta, Senhor, as orações dos teus servos,
  • pela benevolência que tens para com teu povo, e conduze-nos no caminho da justiça. E saberão, todos os que habitam a terra, que tu és o Deus dos séculos.

 

Saber distinguir

 

 

  • estômago aceita qualquer comida, mas, entre os alimentos, um é melhor do que o outro. 21 O paladar distingue o sabor da caça; o coração sensato, as palavras
  • O coração perverso provoca tristeza, mas a pessoa experiente lhe revidará.
  • A mulher recebe qualquer marido, embora uma jovem seja melhor que a outra
  • A beleza da mulher alegra o rosto do marido, e ultrapassa todo o desejo do
  • Além disso, se na língua da mulher há cuidado, doçura e bondade, seu marido não está entre o comum dos mortais.
  • Quem possui uma boa mulher tem o começo da fortuna: um auxílio igual a si mesmo e uma coluna de
  • Onde não há cerca, será depredada a vinha; onde não há mulher, o homem vagueia e
  • Quem confia naquele que não tem ninho e passa a noite onde quer que ela o surpreenda, como um assaltante assustado, que corre de cidade em cidade?

 

Amigos…

 

37

 

1 Todo amigo diz: “Também eu sou teu amigo!”, mas há amigos que o são apenas de nome. 2 Não é uma dor quase mortal ver o companheiro e amigo tornar-se inimigo?

  • Ó inclinação perversa! De onde foste criada para cobrir a terra de malícia e de perfídia?
  • Há companheiro que se alegra com o amigo na prosperidade, mas no tempo da tribulação torna-se adversário;
  • há companheiro que se condói do amigo por causa da comida, mas, no momento da batalha, segura o escudo
  • Não te esqueças do amigo em teu coração e não percas a sua lembrança quando estiveres

 

Conselheiros…

 

  • Não te aconselhes com quem te arma ciladas, e dos que te invejam esconde teu plano.

 

  • Todo conselheiro apresenta o seu conselho, mas há conselheiros que visam o próprio
  • Guarda-te de recorrer a qualquer conselheiro e informa-te primeiro do que ele precisa – pois ele tem seus próprios
  • Se não, ele vai lançar a sorte a teu respeito e dizer: “O teu caminho é bom!”, 11 ao mesmo tempo que se coloca do outro lado, para ver o que te acontece.
  • Não te aconselhes com o invejoso, e de quem tem ciúme de ti esconde os planos. Não te aconselhes com uma mulher a respeito de sua rival, nem com um medroso, sobre a guerra; nem com o comerciante, sobre um negócio, nem com o comprador, sobre uma venda; nem com o invejoso, sobre um agradecimento,
  • nem com o ímpio, sobre a piedade; nem com o desonesto, sobre a honestidade, nem com o operário preguiçoso, sobre um trabalho;
  • nem com o assalariado por ano, sobre o término da tarefa nem com o servo preguiçoso, sobre muito trabalho: a nenhum desses deves procurar, para conselho
  • Ao contrário, freqüenta quem é temente a Deus, todo aquele que souberes que observa os mandamentos,
  • cujo ânimo é semelhante ao teu e que, quando titubeares nas trevas, sofrerá
  • E não duvides do que te aconselha o coração, pois não tens ninguém mais fiel a ti do que
  • De fato, o ânimo do homem intui às vezes melhor as coisas do que sete sentinelas postadas no alto para
  • Em todas estas coisas suplica ao Altíssimo para que dirija teu caminho na

 

 

A palavra antes da ação

 

 

  • Antes de qualquer tarefa, vem a palavra verdadeira; antes de cada ação, a decisão
  • A raiz das decisões é o coração, e dele brotam quatro ramos: o bem e o mal, a vida e a morte; mas quem os domina é sempre a língua.
  • Há quem seja hábil para instruir a muitos, mas para si mesmo é inútil.
  • Há quem fale com sofismas e se torna detestável: de todo banquete ficará excluído. 24 Não lhe foi dada a graça pelo Senhor, pois está totalmente desprovido de sabedoria. 25 Há quem seja sábio para si mesmo, e o fruto do seu bom senso está com
  • Quem é sábio instrui o povo, e os frutos do seu bom senso são confiáveis.
  • O sábio será cumulado de bênçãos, e todos os que o virem o declararão feliz.

 

  • A vida dos mortais tem os dias contados; os dias de Israel, porém, são sem conta. 29 O sábio herdará honra no meio do seu povo, e seu nome viverá para sempre.

 

Temperança

 

30 Filho, na tua vida põe à prova tua alma: vê se algo a prejudica e não lho concedas. 31 Nem tudo convém a todos, e não a todos agrada qualquer coisa.

32 Não sejas ávido em banquete algum, e não te lances sobre todos os pratos. 33 Pois em muita comida entra a doença, e a intemperança conduz à cólica.

34 31Pela gula insaciável muitos pereceram; quem, porém, é sóbrio, prolonga a vida.

 

 

Honra o médico

 

 

38

 

1 Honra o médico, porque ele é necessário; foi o Altíssimo quem o criou. 2 De Deus lhe vem a Sabedoria, e do rei ele recebe presentes.

3 A ciência do médico o faz andar de cabeça erguida, e diante dos grandes será louvado. 4 O Altíssimo faz sair da terra os medicamentos, e o homem sensato não os rejeita.

  • Não foi por um pedaço de madeira que ficou doce a água, para que as pessoas reconhecessem assim a força de Deus?
  • O Altíssimo deu aos homens a ciência, para que pudessem honrá-lo por suas maravilhas.
  • Com os remédios o médico acalma a dor e, com eles, o farmacêutico prepara os ungüentos: 8 assim, suas obras não ficam inacabadas e a saúde se difunde sobre a

 

Cuida da saúde

 

  • Filho, se adoeceres, não te descuides, mas roga ao Senhor, e ele há de curar-te.
  • Evita as faltas, torna reto o agir de tuas mãos e purifica teu coração de todo pecado;
  • oferece incenso e a oblação de farinha fina, faze uma oferenda generosa conforme tuas possibilidades
  • e recorre ao médico, pois também a ele o Senhor E ele não se afaste de ti, pois tens necessidade de seus serviços.

 

  • Chega o momento em que a cura está em suas mãos,
  • pois também eles rogarão ao Senhor para que os dirija no diagnóstico certo e faça acontecer a
  • Peca na presença daquele que o criou quem não se submete ao tratamento do médico.

 

 

O luto

 

  • Filho, derrama lágrimas por um falecido e põe-te a chorar, como quem recebeu um duro Segundo o costume, encobre o cadáver e não desprezes a sua sepultura.
  • Chora amargamente, faze a lamentação
  • e observa o luto, segundo ele merece, durante um dia ou dois, para evitar a maledicência, e depois consola-te da
  • Pois da tristeza procede com rapidez a morte, e a tristeza do coração abate as forças. 20 Na solidão perdura a tristeza, e uma vida de pobre é maldição para o coração.

21 Não entregues teu coração à tristeza mas afasta-a para longe de ti e lembra-te do teu fim. 22 Não continues recordando o morto, pois não há volta: em nada o ajudarás, e a ti mesmo prejudicarás.

  • Lembra-te do seu julgamento, que será também o teu: ontem para mim, hoje para
  • Como o morto descansa, deixa também descansar a sua memória; consola-te a seu respeito, quando tiver partido o seu espírito.

 

As profissões

 

  • A sabedoria do escriba é adquirida nas horas de lazer: quem diminui suas correrias, esse é que se encherá de Sabedoria.
  • Como se tornará sábio quem conduz o arado e cuja glória consiste em manejar o aguilhão, aquele que guia bois e só se ocupa com isso, e sabe falar apenas de criação de gado?
  • Seu coração está ocupado com os sulcos que traça; as suas vigílias, com a forragem das
  • O mesmo acontece com todo artesão e construtor, os quais, tanto de noite como de dia estão ocupados, e com aqueles que gravam as figuras dos sinetes, esforçando-se por variar os desenhos; eles empenham-se em reproduzir os modelos e fazem vigílias para concluir a obra. 29 Assim também o ferreiro, sentado à bigorna, atento ao trabalho com o ferro; o vapor do fogo cresta-lhe as carnes enquanto labuta no calor da fornalha;

 

30 o ruído do martelo atordoa seus ouvidos, enquanto seus olhos fixam o modelo a trabalhar; 31 aplica seu coração em acabar os trabalhos, e amanhece para retocá-los com perfeição.

  • Do mesmo modo, o oleiro, sentado a trabalhar e girando o torno com os pés, continuamente preocupado com sua obra, pois todo o seu trabalho está contado:
  • ele molda com o braço a argila e com os pés quebra-lhe a resistência;
  • aplica seu coração em terminar o polimento e suas vigílias, para limpar a fornalha. 35 Todos esses fiam-se de suas mãos e cada um é sábio em seu ofício.
  • Sem eles, cidade alguma seria construída,
  • nem se poderia aí habitar nem andar. Eles, porém, não serão procurados para o conselho do povo, nem terão lugar nas assembléias;
  • não se sentarão na cadeira do juiz nem compreenderão as disposições das leis; não tornarão públicas a instrução e o direito, nem serão citados nos provérbios
  • Entretanto, eles garantem os frutos do seu trabalho, e a sua solicitude está no exercício da sua

 

O escriba

 

39

 

  • Aquele, porém, que amolda sua alma no temor de Deus e medita na lei do Altíssimo, esse é o que busca a sabedoria de todos os antigos e dedica seu tempo às
  • Esse preserva as narrativas dos homens célebres e penetra as subtilezas das parábolas. 3 Investiga o sentido oculto dos provérbios e aplica-se aos segredos das parábolas.
  • Presta serviço no meio dos grandes e apresenta-se diante dos príncipes.
  • Percorre as terras das nações estrangeiras, averiguando o que é bom e mau entre as pessoas. 6 Empenha o coração em acordar cedo, dirigindo-se ao Senhor que o criou e orando em presença do Altíssimo.
  • Abre sua boca para orar e pede perdão pelos próprios pecados.
  • Se o Senhor, em sua grandeza, o quiser, ele será repleto do espírito de inteligência. 9 Fará chover as palavras da sua Sabedoria, e em sua oração louvará o
  • Conservará retos o seu conselho e a sua instrução, e aprofundará os segredos
  • No seu ensino ele exporá publicamente a instrução, e se gloriará na Lei da Aliança do
  • Muitos louvarão a sua Sabedoria, a qual jamais será

 

  • Sua lembrança nunca se apagará, e seu nome vai ser recordado de geração em geração. 14 As nações hão de proclamar sua sabedoria e a assembléia celebrará o seu
  • Se viver muito, terá maior reputação do que mil outros; e se morrer, isso lhe terá sido útil.

 

 

Convite a louvar o Senhor

 

  • Continuarei refletindo e continuarei a falar; estou repleto como a lua
  • Escutai-me, filhos piedosos, e vossa carne florescerá como a roseira plantada sobre as águas
  • Como o incenso, trescalai um perfume suave, desabrochai em flores como o lírio. 19 Elevai a voz e entoai cantos de louvor, bendizendo a Deus por todas as suas obras.
  • Proclamai a magnificência do seu Nome e prorrompei na confissão do Seu louvor, no cântico dos vossos lábios e nas Falai assim em vossa louvação:
  • As obras do Senhor são todas muito boas e tudo o que Ele ordenou acontecerá, a seu tempo! Não se deve dizer: “Que é isto?” ou: “Para quê, aquilo?”, pois todas as coisas terão sua utilidade a seu tempo.
  • Por sua Palavra, a água se juntou como em represa, e, ao aceno de sua boca, os reservatórios das águas.
  • Pois às suas ordens acontece o que lhe agrada e não há quem diminua sua obra de salvação.
  • As obras de cada ser humano estão diante dele e não há nada escondido a seus
  • Seu olhar se estende de eternidade em eternidade, e não há nada que lhe cause admiração. 26 Não se deve dizer: “Que é isto?” ou: “Para que aquilo?”, pois tudo foi criado segundo a sua

 

Bênção transbordante

 

27 A sua bênção recobre tudo como um rio e, como o dilúvio, inebriou o deserto. 28 Assim também a sua ira, dispersará as nações que não o procuraram

  • como quando mudou as águas em Os seus caminhos são retos para os santos mas, para os pecadores, a ira divina os enche de obstáculos.
  • Desde o princípio, as coisas boas foram criadas para os bons assim como, para os pecadores, bens e males.

 

  • Para a vida humana, eis as coisas mais necessárias: a água, o fogo, e o ferro, o sal, o leite, a farinha de trigo e o mel, o sumo da uva, o óleo e a roupa.
  • Todas essas coisas são boas para os santos, mas para os ímpios e pecadores convertem-se em

 

O tempo e o vento

 

  • Há ventos que foram criados para o castigo, os quais, enfurecendo-se, aumentam seus flagelos;
  • chegado o tempo de destruir, desencadeiam sua violência e acalmam o furor daquele que os fez:
  • fogo e granizo, fome e morte, tudo isso foi criado para o castigo.
  • Os dentes das feras, escorpiões e serpentes, a espada vingadora para a ruína dos ímpios,
  • todos se alegram por executar suas ordens; sobre a terra estarão preparados para quando necessário e, no momento oportuno, não transgredirão sua palavra.

 

Todas as obras do Senhor são boas

 

  • Eis por que, desde o princípio, tive a certeza, aconselhei-me, refleti e deixei escrito: 39 “Todas as obras do Senhor são boas, e ele provê à utilidade de todas na hora certa”.

40 Não se pode dizer: “Isto é pior do que aquilo”, porque tudo, a seu tempo, será comprovado. 41 E agora, de todo o coração e com a vossa boca, cantai, e bendizei o nome do Senhor.

 

As dificuldades da vida humana

 

40

 

  • Penosa ocupação foi dada a todos os mortais e pesado jugo oprime os filhos de Adão, desde o dia em que saem do ventre de sua mãe até o dia da volta para a mãe comum:
  • objeto de suas reflexões e temor do seu coração é a descoberta do que os espera, o dia do seu
  • Desde aquele que está sentado em trono glorioso até o humilhado na terra e na cinza;

 

  • desde quem veste púrpura e cinge a coroa até quem está coberto de linho cru: tudo é furor, inveja, inquietação, agitação, temor da morte, ressentimento, discórdia.
  • Até no tempo do repouso, sobre a cama, o sono da noite apenas alterna os
  • Um pouco de repouso, quase nada e logo, em sonho, estão aflitos como se fosse de dia.
  • Perturbam-se com as visões do coração, como quem tivesse escapado da batalha; no tempo do sono necessário, despertam e se admiram do vão temor.
  • Para todo ser de carne, do homem ao animal, mas, para os pecadores, sete vezes mais: 9 morte, sangue, dissensão e espada, opressões, fome, destruição e flagelos.

10 Para os iníquos foram criadas todas essas coisas, e por causa deles é que veio o dilúvio. 11 Tudo o que vem da terra volta para a terra, e tudo o que vem das águas volta para o mar.

 

Bens falsos e bens verdadeiros

 

  • Todo suborno e toda iniqüidade perecerão, mas a fidelidade permanece
  • As riquezas dos injustos secarão como a torrente no deserto e passarão como o trovão, que ribomba na tempestade.
  • Como o justo se alegra, abrindo as mãos, assim os prevaricadores, no fim, perecerão.
  • Os rebentos dos ímpios não multiplicarão seus ramos, como raízes impuras no topo da
  • A folhagem que cresce à flor das águas e na beira do rio será arrancada antes de qualquer outra
  • Mas a bondade é como um jardim de bênçãos, e a esmola permanece para

 

 

O que é melhor

 

  • A vida de um autônomo e mesmo a de um operário é relativamente boa, mas, acima deles, a de quem encontrar um
  • Filhos e a edificação de uma cidade perpetuam o nome, mas acima disto está a mulher irrepreensível.
  • Vinho e música alegram o coração, mas o amor da Sabedoria excede ambas as coisas. 21 Flauta e harpa tornam suave a melodia, mas acima de ambas está a língua
  • Graça e beleza são o desejo dos olhos, mas acima de ambas estão as verdes plantações.
  • Amigo e companheiro auxiliam-se mutuamente a seu tempo, mas, mais do que eles, mulher e

 

  • Irmãos e ajuda são úteis no tempo da tribulação, mas, acima de ambos, a esmola é que
  • Ouro e prata dão firmeza aos pés, mas acima de ambos está um conselho conveniente. 26 Riquezas e forças exaltam o coração mas, acima delas, o temor do Senhor.
  • Com o temor do Senhor, nada falta; com ele, não é preciso procurar
  • O temor do Senhor é como um jardim de bênçãos, e a sua proteção está acima de toda glória.

 

A mendicância

 

  • Filho, não sejas indigente enquanto vives: é melhor morrer, do que viver como indigente. 30 Aquele que fica olhando para a mesa de estranhos não leva uma vida que mereça esse nome: com essas comidas mancha até a alma.
  • Quem é instruído e educado, porém, delas se guardará.
  • Na boca do desavergonhado a mendicância é doce, mas em seu ventre arderá como o fogo.

 

 

A morte 41

1 Ó morte, quão amarga é a tua lembrança para o homem que vive em paz entre seus bens, 2 para quem vive tranqüilo e é bem sucedido em tudo, e que ainda tem forças para gozar do prazer!

  • ó morte, é boa a tua sentença para o indigente, e para aquele cujas forças diminuem,
  • para o já decrépito em idade e preocupado com tudo, que perdeu a confiança e a quem falta a paciência!
  • Tu, porém, não temas a sentença da Lembra-te dos que existiram antes de ti e dos que virão depois de ti:

4 é sentença proferida pelo Senhor para todo ser vivo.

6 Por que, pois, resistir ao beneplácito do Altíssimo? Sejam dez, ou cem, ou mil anos, 7 não há, no mundo dos mortos, discussão sobre a vida.

 

O castigo dos ímpios nos seus filhos

 

8 Abomináveis se tornam os filhos dos pecadores e os que freqüentam as moradas dos ímpios; 9 perecerá a herança dos filhos dos pecadores, e sobre a sua descendência recairá a desonra.

10 De um pai ímpio queixam-se os filhos, porque por causa dele são desonrados. 11 Ai de vós, homens ímpios, que abandonastes a lei do Senhor Altíssimo!

  • Se nasceis, é para a maldição que nasceis; quando morrerdes, é na maldição que está a vossa
  • Tudo o que é da terra, volta para a terra; assim também os ímpios, que vêm da maldição para a ruína.

 

A reputação permanece

 

  • O luto das pessoas concerne a seus corpos, mas dos pecadores será apagado até o
  • Toma cuidado com a tua reputação, pois ela vai durar para ti mais do que mil tesouros, por valiosos que sejam.
  • Uma vida feliz dura certo número de dias, mas o bom nome permanece para
  • É melhor aquele que esconde sua ignorância, do que aquele que esconde a sua Sabedoria: de fato, Sabedoria escondida e tesouro invisível, que utilidade há neles?
  • Conservai em paz esta instrução, meus

 

 

Do que se envergonhar

 

  • Entretanto, respeitai o meu parecer:
  • não é bom observar toda reverência, e nem toda vergonha é aprovada.
  • Envergonhai-vos diante de pai e mãe por causa da libertinagem; e diante do governante e da autoridade, por causa da mentira;
  • diante do príncipe e do juiz, por causa do delito; e diante da assembléia e do povo, por causa da impiedade;
  • diante do companheiro e do amigo, por causa da injustiça; e na vizinhança onde moras, por causa do furto.
  • Envergonha-te, diante da verdade de Deus e de sua Aliança, por apoiar os cotovelos sobre a mesa

21 por desdenhar o que dás ou o que recebes;

  • por não responder para os que te saúdam; por dirigir olhares à prostituta; por evitar o encontro com um parente;

 

  • por tirar uma parte e não restituir,
  • por olhar para a mulher do próximo, pela curiosidade para com a sua serva – não te aproximes do seu leito!
  • Envergonha-te, diante dos amigos, por palavras injuriosas, e não ofendas, depois de dar!

 

 

42

 

  • Envergonha-te, ainda, por repetir palavra ouvida e por revelar segredo É assim que realmente não te envergonharás, mas encontrarás graça diante de todos.

 

Do que não se envergonhar

 

Não te envergonhes, porém, das seguintes coisas, – e não faças acepção de pessoas, a ponto de pecar – :

  • da lei do Altíssimo e da sua Aliança, e da sentença que faz justiça, mesmo ao ímpio;
  • de fazer as contas com os sócios e companheiros de viagem e da partilha da herança alheia; 4 da exatidão da balança e dos pesos e da compra de muito ou de
  • Não te envergonhes, também, do preço da compra do que foi negociado e, ainda, da freqüente correção dos filhos, e de fazer sangrar as costas do servo
  • Com mulher curiosa, é bom lacrar os documentos
  • Onde são muitas as mãos, passa a chave, e o que entregas em depósito, faze contar e pesar: o que deres e receberes, anota por
  • Não te envergonhes de corrigir o insensato e tolo, nem o velho, acusado de Assim te mostrarás realmente instruído e receberás a aprovação de todos.

 

O pai e suas filhas. Uma preocupação…

 

  • Uma filha é para o pai preocupação secreta, e a inquietação por ela tira o sono: na adolescência, para que não passe da idade, se já casada, para que não seja repudiada;
  • enquanto virgem, para que não seja violada e se encontre grávida na casa paterna; desposada com seu marido, para que não incorra em falta; ou, coabitando com ele, para que não fique estéril.

 

  • Em relação à filha desenvolta redobra a vigilância, para que não te faça cair na zombaria dos teus inimigos, na maledicência da cidade e no desprezo da plebe, e te envergonhe no ajuntamento do povo.
  • Que ela não exiba a beleza para qualquer homem e não freqüente a companhia das mulheres casadas:
  • pois, assim como é da roupa que sai a traça, assim é da mulher que procede a malícia
  • É melhor a dureza do homem que a indulgência da mulher; a mulher desavergonhada expõe à infâmia.

 

A SABEDORIA NA CRIAÇÃO E NA HISTÓRIA

 

Louvor de Deus na Criação

 

  • Vou agora recordar as obras do Senhor, e aquilo que vi, vou Pelas palavras do Senhor foram feitas as suas obras, e de acordo com a sua vontade realizou-se a sua decisão.
  • O sol brilhante contempla todas as coisas, e a obra do Senhor está cheia da sua glória.
  • Os anjos do Senhor não são capazes de descrever todas as suas O Senhor confirmou os seus exércitos, para que continuassem firmes diante de sua glória.
  • Ele sonda o abismo e o coração humano, e penetra em todas as suas astúcias.
  • Pois o Senhor conhece toda a ciência e controla os sinais do tempo; Ele manifesta o que passou e o que vai acontecer, e revela os vestígios das coisas
  • Nenhum pensamento lhe escapa e nenhuma palavra lhe fica
  • Põe em ordem as maravilhas de sua Sabedoria, pois só Ele existe antes dos séculos e para
  • Nada lhe é acrescentado e nada, tirado, e ele não precisa do conselho de ninguém.
  • Como são desejáveis todas as suas obras, até a menor centelha que se possa contemplar! 24 Tudo isso vive e permanece para sempre, e em todas as circunstâncias tudo lhe obedece. 25 Todas as coisas existem aos pares, uma frente à outra, e ele nada fez de incompleto:

26 uma coisa completa a bondade da outra… quem, pois, se fartará de contemplar a sua glória?

 

O sol

 

43

 

1 Glória das alturas é o límpido firmamento, eis a visão do céu num espetáculo de glória! 2 O sol, aparecendo, proclama, ao sair: coisa maravilhosa é a obra do Excelso!

  • No seu meio-dia abrasa a terra: quem poderá resistir diante do seu ardor?
  • Como quem acende a fornalha para os trabalhos a fogo, o sol queima as montanhas três vezes mais, exalando vapores ardentes e, refulgindo com seus raios, ofusca os olhos.
  • Grande é o Senhor, que o criou e a cujas ordens ele acelera a

 

 

A lua, as estrelas, o arco-íris

 

  • Também a lua, pontual em suas fases, indica as datas e é um sinal do tempo. 7 Da lua vem o sinal do dia festivo; é um luzeiro que diminui até desaparecer.
  • É dela que o mês recebe o nome, enquanto cresce maravilhosamente até ficar
  • Instrumento dos exércitos celestes, ela rebrilha esplendidamente no firmamento do céu. 10 Beleza do céu é o brilho das estrelas, iluminando o mundo nas alturas do Senhor.
  • Às ordens do Santo ficarão, segundo seu preceito, sem jamais falharem em seus postos de vigia.
  • Vê o arco-íris e bendize quem o fez, magnificamente belo em seu esplendor: 13 ele cinge os céus com um círculo de glória, pelas mãos do Altíssimo

 

Neves, granizo, tormentas

 

14 Com a sua vontade faz cair rapidamente a neve, e lança os relâmpagos do seu julgamento. 15 Por causa disso, abrem-se os seus depósitos e as nuvens esvoaçam, como pássaros.

  • Em sua grandeza ele condensa as nuvens, e as pedras do granizo se fragmentam.
  • A voz do seu trovão faz tremer a terra e à sua vista abalam-se os Por sua vontade sopra o vento do sul,
  • a tempestade do norte e o redemoinho do
  • Ele espalha a neve como pássaros que descem, como a descida de gafanhotos que pousam: 20 a beleza da sua alvura arrebata os olhos e, quando ela cai, o coração se
  • Como sal sobre a terra ele derrama a geada, a qual, congelando, torna-se como pontas de

 

  • O vento frio do norte põe-se a soprar, faz condensar-se o gelo sobre a água: sobre qualquer lago ou lagoa se abate, como de uma couraça revestindo a água.
  • É ainda o vento que devora as montanhas e abrasa o deserto, consumindo o verde como
  • Remédio de tudo isso é a névoa que vem rápida, e o orvalho, que sucede ao calor, traz

 

A água navegável

 

  • Com seu desígnio, o Senhor aplacou o oceano e nele plantou as ilhas.
  • Os que navegam pelo mar descrevem seus perigos, e ficamos admirados com o que ouvimos a
  • Há nele coisas estranhas e maravilhosas, vários tipos de feras e animais e criaturas
  • Pelo Senhor, porém, seu mensageiro chega à meta e por sua palavra se coadunam todas as

 

Resumo do louvor

 

  • Por muito que digamos, ainda nos faltarão palavras… eis, pois, o resumo dos discursos: “Ele é tudo!”
  • Glorificando-o, de que seremos ainda capazes? Pois Ele é grande, acima de todas as suas
  • O Senhor é terrível e soberanamente grande, e admirável é seu
  • Glorificando-o, exaltai o Senhor quanto puderdes, pois estará sempre mais acima, e admirável é sua [33]
  • Para exaltá-lo redobrai as forças; e não vos canseis, pois não chegareis ao fim.
  • Quem jamais o viu, para poder descrevê-lo? e quem O engrandecerá, como ele é?
  • Muitas coisas escondidas são ainda maiores, pois vimos apenas poucas das suas obras.
  • O Senhor é quem fez todas as coisas e, aos que agem com piedade, concedeu a Sabedoria.

 

 

Elogio dos antepassados: abertura

 

44

 

 

  • [Elogio dos ] Façamos o elogio dos homens ilustres nossos antepassados através das gerações.
  • O Senhor manifestou uma imensa glória, a sua grandeza desde os tempos
  • Alguns exerceram o poder em seus domínios, foram renomados em força e dotados de prudência, e expressaram-se em
  • Outros guiaram o povo com seus conselhos e com a sua habilidade em escrever, e na sua instrução estavam as palavras da Sabedoria.
  • Outros, ainda, excogitaram cantos melodiosos e compuseram os poemas das
  • Outros foram ricos e dotados de força, zelosos na busca da beleza e viveram em paz nas suas casas.
  • Todos esses alcançaram glória entre as gerações do seu povo, já louvados desde os dias de sua
  • Os que deles nasceram deixaram um nome que faz recordar os seus
  • Outros não deixaram lembrança alguma, desaparecendo como se não tivessem Viveram como se não tivessem vivido, e seus filhos também, depois deles.
  • Agora, porém, falemos dos homens de bem, pois seus gestos de bondade não foram esquecidos;
  • eles permanecem com os seus descendentes: seus netos são a sua melhor herança.
  • A descendência deles mantém-se fiel às alianças e, graças a eles, também os seus filhos. 13 A descendência deles permanece para sempre, e sua glória não lhes será
  • Seus corpos estão sepultados na paz e seu nome dura através das gerações.
  • Os povos proclamarão a sua sabedoria e a assembléia vai celebrar o seu

 

 

Henoc, Noé

 

  • Henoc agradou a Deus e foi arrebatado ao paraíso, para levar a conversão às nações.
  • Noé foi reconhecido como o perfeito justo, e no tempo da cólera tornou-se mediador da reconciliação:
  • graças a ele sobreviveu um resto na terra, quando houve o dilúvio.
  • Com ele foram firmadas alianças eternas, para que ninguém mais fosse aniquilado pelo dilúvio.

 

Abraão, Isaac e Jacó

 

  • Abraão, grande pai de uma multidão de nações, não teve mácula em sua glória. 20 Observou a lei do Altíssimo e fez com ele uma aliança.
  • Ratificou esta aliança na sua carne e foi reconhecido fiel na
  • Por isso, com juramento Deus lhe prometeu abençoar todas as nações em sua descendência, multiplicando-a como o pó da terra.
  • E exaltou a sua posteridade como as estrelas, dando-lhe em herança o território de um mar a outro, e desde o rio até às extremidades da terra.
  • Também a Isaac renovou o juramento por causa de Abraão, seu
  • O Senhor lhe deu a bênção de todas as nações e confirmou a aliança sobre a cabeça de Jacó.
  • Distinguiu-o com suas bênçãos e deu-lhe a herança: dividiu-a em partes e a distribuiu entre as doze tribos.

 

Moisés

 

  • Fez sair dele um homem de bem que encontrou favor aos olhos de todos,

 

 

45

 

  • Moisés, amado por Deus e pela humanidade, e cuja memória é abençoada.
  • Deus o fez semelhante aos anjos em glória e tornou-o poderoso para o terror dos
  • Por suas palavras multiplicou prodígios e glorificou-o em presença dos reis; deu-lhe mandamentos para o seu povo e fez-lhe ver a sua glória.
  • Por sua fidelidade e mansidão, Deus o santificou, e o escolheu entre todos os viventes; 5 fez-lhe ouvir a sua voz e introduziu-o na nuvem;
  • deu-lhe, face a face, os mandamentos, uma Lei de vida e de instrução, para ensinar a Jacó sua aliança e seus preceitos a Israel.

 

Aarão

 

  • Exaltou também a Aarão, santo como ele, seu irmão, da tribo de
  • Confirmou para ele uma aliança eterna, deu-lhe o sacerdócio do seu povo, encheu-o de felicidade e de glória

 

  • e o cingiu com uma veste Revestiu-o com magnificência perfeita e o coroou com as insígnias da sua dignidade.
  • Deu-lhe as vestes de baixo, a túnica e o manto, e circundou-o com sininhos de ouro e muitas romãs em
  • Isto, para que retinissem quando ele andava e o som fosse ouvido no templo, como memorial para os filhos do seu
  • Havia ainda a estola sagrada bordada artisticamente em ouro, jacinto e púrpura, o peitoral do julgamento e seu cíngulo,
  • com o tecido de fios de escarlate, obra de artista, e as pedras preciosas sobre o Estas eram incrustadas em ouro, obram de joalheiro, como memorial, numa inscrição gravada segundo o número das tribos de Israel.
  • Por cima do turbante, um diadema de ouro e a lâmina com o sinal da Santidade, honra gloriosa, obra aprimorada e encanto dos olhos, beleza perfeita.
  • Ornamentos tão belos nunca houve antes dele;
  • estrangeiro algum jamais os revestirá; mas somente seus filhos e seus descendentes, por todas as gerações.
  • Seu sacrifício é consumido ao fogo diariamente, duas vezes por dia, sem cessar. 18 Moisés consagrou-lhe as mãos e o ungiu com o óleo santo.
  • Foi-lhe, pois, concedido por aliança eterna, a ele e à sua descendência, enquanto durar o céu: servir ao Senhor e exercer o sacerdócio, e abençoar o povo em seu nome.
  • Escolheu-o dentre todos os viventes para oferecer sacrifício a Deus, incenso e gorduras
  • Deu-lhe autoridade sobre seus preceitos e sobre o teor dos mandamentos, para ensinar a Jacó seus testemunhos e iluminar Israel mediante a
  • Mas estranhos sublevaram-se contra ele e por inveja o cercaram no deserto, aqueles que estavam com Datã e Abiram e o bando de Coré, raivosos e
  • O Senhor Deus viu e se indignou, e foram consumidos pelo ímpeto de sua ira.
  • E Deus suscitou contra eles prodígios tremendos, e os exterminou com chamas de fogo.
  • E aumentou ainda mais a glória de Aarão, atribuindo-lhe uma herança e partilhando com ele as primícias dos frutos da terra.
  • Assegurou-lhes, sobretudo, pão em abundância, pois eles comerão dos sacrifícios do Senhor, dados a ele e à sua descendência.
  • Em contrapartida, não recebem herança na terra das nações nem entre o povo há uma parte para eles: pois Deus mesmo é a sua porção e herança.

 

Finéias

 

  • Finéias, filho de Eleazar, é o terceiro em glória, zeloso no temor do
  • Permaneceu firme, em favor do seu povo, no meio da apostasia; por sua bondade e prontidão, agradou a Deus, em favor de Israel.
  • Por isso, Deus lhe confirmou uma aliança de paz, constituindo-o príncipe do Santuário e de seu povo, a fim de que a dignidade sacerdotal pertencesse a ele e à sua descendência para
  • Na aliança com Davi, filho de Jessé, da tribo de Judá, a herança passou a um só de seus filhos; mas a herança de Aarão se estende a \todos os seus descendentes. Que Deus vos dê sabedoria no coração, ó sacerdotes, para governardes o seu povo com justiça, a fim de não se abolirem os seus bens nem a sua glória, pelas gerações eternas.

 

Josué e Caleb

 

46

 

  • Valente na guerra, assim foi Josué, filho de Nun, sucessor de Moisés no ofício profético, ele que, fazendo jus ao nome
  • mostrou-se grande para salvar os eleitos de Deus, para castigar os inimigos que se lhe opunham e dar a Israel a posse da sua herança.
  • Que glória não alcançou ele quando, levantando os braços, brandia a espada contra as cidades!
  • Quem foi capaz de resistir-lhe, quando ele conduzia as guerras do Senhor?
  • Não foi por ordem sua que o sol parou, e que um dia se transformou em dois?
  • Invocou o Altíssimo poderoso enquanto os inimigos o atacavam de todos os lados, e o grande Senhor o ouviu, lançando pedras de granizo de violência extraordinária.
  • Caiu sobre a nação inimiga e na encosta destruiu os adversários,
  • para que as nações reconhecessem a força de suas armas e soubessem que estavam combatendo contra Deus. De fato, ele seguia sempre o Poderoso.
  • Já nos dias de Moisés agiu com lealdade, assim como Caleb filho de Jefoné: contrapôs-se à multidão e, impedindo o povo de pecar, fez cessar a murmuração maligna.
  • Só eles dois foram poupados, entre seiscentos mil guerreiros, para serem introduzidos na sua herança, na terra onde corre o leite e o mel.

 

  • E o Senhor deu a Caleb grande vigor, o qual o acompanhou até à Assim ele podia subir aos pontos mais altos da terra que a sua descendência obteve em herança.
  • Assim, todos os filhos de Israel puderam ver como é bom seguir o Senhor.

 

 

Os Juízes

 

  • Vêm depois os Juízes, cada um com o seu nome, cujo coração não se corrompeu e que não se apartaram do Senhor:
  • abençoada seja a sua memória! Seus ossos rebrotem de seus túmulos 15 e seu nome seja renovado nos filhos desses santos varões.

 

Samuel

 

  • Amado do seu Senhor, Samuel, profeta do Senhor, estabeleceu a realeza e ungiu príncipes entre o seu povo.
  • Julgou a comunidade segundo a lei do Senhor e Deus visitou Jacó.
  • Por sua fidelidade, Samuel foi comprovado como profeta e reconhecido pelas suas palavras como vidente
  • Invocou o Senhor todo-poderoso quando os inimigos o acossavam de todos os lados, imolando um cordeiro ainda tenro.
  • E o Senhor trovejou do céu, com grande estrondo fazendo ouvir a sua voz, 21 e destroçou os príncipes de Tiro e todos os chefes dos filisteus.
  • Antes da hora de repousar para sempre, deu este testemunho diante do Senhor e de seu ungido: “De ninguém recebi dinheiro algum nem sequer sandálias”. E não houve quem o
  • Mesmo depois de adormecido profetizou, tornando conhecido e mostrando ao rei o fim da sua Levantou da terra sua voz, na profecia, para apagar a iniqüidade do seu povo.

 

Natã e Davi

 

 

47

 

  • Depois dele surgiu Nata como profeta, nos dias de Davi.

 

  • Como a gordura que se separa do sacrifício de comunhão, assim também sobressai Davi, entre os filhos de
  • Brincou com leões como se fossem cordeiros e com ursos da mesma forma, como se fossem
  • Não foi ele quem, ainda jovem, matou o gigante e cancelou do seu povo a desonra? 5 Ao voltear com a mão a funda, ele abateu a arrogância de
  • Pois invocou o Senhor, o Altíssimo, e este deu força ao seu braço direito para acabar com um poderoso guerreiro e exaltar o poder do seu povo.
  • Assim foi que o glorificaram por dez mil e o louvaram pelas bênçãos do Senhor, oferecendo-lhe uma coroa gloriosa.
  • Pois esmagou os inimigos por toda a parte e humilhou os filisteus, seus adversários, abatendo até hoje o seu
  • Em todas as suas obras dava graças ao Santo e Excelso, com palavras de louvor: 10 de todo o coração louvava o Senhor, tanto ele amava a Deus, seu
  • Diante do altar estabeleceu cantores, para seu canto compondo suaves melodias.
  • Deu grande esplendor às festas e organizou as solenidades ao longo de todo o ano: fez com que louvassem o santo Nome do Senhor e o Santuário ficava repleto de sons desde a
  • O Senhor perdoou-lhe seus pecados e exaltou para sempre o seu poder; concedeu-lhe a aliança real e um trono glorioso em

 

Salomão

 

  • Sucedeu a Davi um filho sábio, o qual, graças a ele, viveu em segurança.
  • Salomão reinou em tempo de paz e Deus concedeu-lhe tranqüilidade nas fronteiras, a fim de que construísse uma Casa para o seu Nome e estabelecesse um Santuário para sempre.
  • Como eras instruído em tua juventude, de inteligência cheio como um rio!
  • Tua alma recobriu a terra, e tu a encheste com sentenças enigmáticas. Teu nome chegou até as ilhas longínquas e foste amado pela tua paz.
  • Por teus cânticos e provérbios, parábolas e interpretações, todos os países te admiraram. 19 Em nome do Senhor Deus, aquele que se chama “o Deus de Israel”,
  • amontoaste ouro como estanho, multiplicaste prata como
  • Mas entregaste teus flancos às mulheres e foste subjugado em teu
  • Manchaste a tua glória e profanaste a tua descendência, a ponto de fazer vir a cólera contra teus filhos e a aflição, por causa da tua insensatez!

 

  • Teu império foi dividido em dois e de Efraim surgiu um reino rebelde.
  • Deus, porém, não renuncia à sua misericórdia e não enfraquece nem cancela nenhuma de suas palavras. Por isso não deixará faltar os descendentes do seu eleito na sua linhagem, e não extinguirá a linhagem daquele que amou ao Senhor
  • Assim deu a Jacó um resto e a Davi, uma estirpe nascida

 

 

Roboão e Jeroboão

 

  • E Salomão repousou com seus pais, 27 deixando atrás de si um
  • Foi Roboão, causa da loucura da nação e desprovido de prudência, que causou a revolta do povo com a sua decisão.
  • Quanto a Jeroboão, filho de Nabat, foi ele quem fez Israel pecar e ensinou a Efraim o caminho do pecado.
  • E os pecados deles multiplicaram-se tanto, que Deus os expulsou da sua própria terra. 31 Excogitaram toda sorte de iniqüidades, até que a vingança caísse por cima deles.

 

Elias, o profeta arrebatado por Deus

 

48

 

1 O profeta Elias surgiu como o fogo, e sua palavra queimava como tocha. 2 Fez vir sobre eles a fome e, no seu zelo, reduziu-os a bem poucos.

  • Pela palavra do Senhor fechou o céu e de lá fez cair fogo por três
  • Ó Elias, como te tornaste glorioso por teus prodígios! Quem poderia vangloriar-se de ser semelhante a ti?
  • Tu, que da morte levantaste um falecido, dos abismos, pela palavra do Senhor;
  • tu, que precipitaste reis na ruína e do cetro despojaste homens ilustres, destruindo com facilidade o seu poder;
  • tu, que ouviste censuras no Sinai e decretos de vingança no Horeb;
  • tu ungiste reis para executar a desforra e profetas, para te sucederem;
  • foste arrebatado num turbilhão de fogo, num carro de cavalos também de fogo,

 

  • tu, de quem está escrito que estás reservado, nos tempos futuros, para acalmar a ira do Senhor antes que se desencadeie, reconduzir o coração dos pais aos filhos e restabelecer as tribos de Jacó.
  • Felizes os que te viram e os que adormeceram na tua amizade!
  • Nós também, com certeza, viveremos; mas, após a morte, não será como o teu o nosso

 

Eliseu e o povo depois dele

 

  • Apenas Elias foi envolvido no turbilhão, Eliseu ficou repleto do seu espírito. Durante a vida não temeu príncipe algum, e ninguém o superou em
  • Nada estava acima de suas forças e, mesmo morto, seu corpo
  • Durante a vida realizou prodígios e, mesmo na morte, suas obras foram
  • Apesar de tudo isso, o povo não se arrependeu nem se afastaram de seus pecados, até que foram expulsos de seu país e dispersos por toda a
  • Restou apenas um povo pouco numeroso e um príncipe na casa de Davi.
  • Alguns dentre estes fizeram o que agrada a Deus;outros, porém, multiplicaram seus

 

Ezequias e Isaías

 

  • Ezequias fortificou sua cidade e trouxe água para dentro dela: com ferro cavou o rochedo e construiu um reservatório para as águas.
  • No seu reinado, Senaquerib mandou uma expedição sob o comando de Rabsaces; e levantou a mão contra Sião, mostrando-se soberbo, louco de poder.
  • Então estremeceram seus corações e suas mãos, sentindo dores como mulheres no 22 E invocaram o Senhor misericordioso, estendendo as mãos e levantando-as para ele, e o Santo ouviu logo a sua voz.
  • Não se recordou mais dos seus pecados nem os entregou a seus inimigos, mas purificou-os pelas mãos de Isaías, o santo profeta:
  • feriu o acampamento dos assírios e seu Anjo os exterminou.
  • Pois Ezequias fez o que agradou a Deus e manteve-se firmemente no caminho de Davi, seu pai, segundo lhe indicara o profeta Isaías, grande e fiel em suas visões.
  • Nos seus dias o sol retrocedeu e ele prolongou a vida do

 

  • Com grande inspiração viu as últimas coisas e consolou os que choravam em Sião;
  • mostrou as coisas futuras até a eternidade e as coisas ocultas, antes que acontecessem Josias

 

49

 

  • A memória de Josias é como uma mistura de aromas, preparada pela arte do
  • Em todas as bocas a sua lembrança é doce como o mel, e como música, num banquete com
  • Ele foi divinamente dirigido para a conversão do seu povo e eliminou as abominações da
  • Dirigiu para o Senhor o seu coração e em dias de pecado fortaleceu a piedade.

 

 

Os últimos reis de Judá. Jeremias

 

  • Com a exceção de Davi, Ezequias e Josias, todos os reis de Judá pecaram: 6 pois abandonaram a lei do Altíssimo e desprezaram o temor de Deus;
  • entregaram seu reino a outros e a sua glória a uma nação
  • E os inimigos incendiaram a cidade eleita do Santuário e tornaram desertas suas ruas, segundo a predição de Jeremias
  • Pois o haviam maltratado, aquele que desde o ventre de sua mãe fora consagrado como profeta para arrancar, destruir e fazer perecer, mas também para edificar e plantar e

 

Ezequiel e os Doze Profetas

 

  • Ezequiel teve a visão da Glória, que Deus lhe mostrou no carro dos querubins.
  • Pois recordou-se dos inimigos na chuva torrencial, mas beneficiou os que demonstraram andar por caminhos
  • Quanto aos Doze Profetas, que seus ossos rebrotem de seus túmulos; pois fortaleceram Jacó e o resgataram por sua virtude fiel.

 

Zorobabel, Josué, Neemias

 

  • Como engrandecermos Zorobabel? Ele é como um sinete na mão direita,
  • como o é também Josué, filho de Em seus dias edificaram a Casa do Senhor, e reergueram o templo, consagrado ao Senhor e destinado a uma glória eterna.
  • Também Neemias: sua memória é duradoura pois reergueu nossas muralhas destruídas, restaurou as portas e os ferrolhos, e tornou a levantar nossas casas.

 

Os mais louváveis

 

  • Mas ninguém, sobre a terra, foi criado igual a Henoc, o qual da terra foi
  • Nem como José nasceu alguém assim, príncipe entre os irmãos, sustentáculo do seu povo; 18 até seus ossos foram honrados e após a morte profetizaram.

19 Set e Sem foram glorificados na história humana, mas, acima de toda criatura vivente, na origem, está Adão.

 

Liturgia do sumo sacerdote Simão

 

 

50

 

  • Simão, filho de Onias sumo sacerdote, em sua vida restaurou a Casa \do Senhor e em seus dias fortificou o templo.
  • Os fundamentos do templo foram por ele construídos, bem como o embasamento elevado do muro do templo.
  • Nos seus dias foi talhado o reservatório das águas, uma cisterna imensa, tão grande como o
  • Ele defendeu de ladrões o seu povo e o fortaleceu contra a eventualidade de um cerco. 5 Como era esplêndido, quando olhava desde a tenda sagrada, ao sair da Casa do Véu! 6 Era como a estrela da manhã no meio da névoa, como a lua cheia nos dias da festa;
  • como o sol resplandecendo sobre o templo de Deus, como o arco-íris brilhando entre nuvens de glória;
  • como a flor das roseiras nos dias da primavera; como os lírios junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano nos dias do verão.
  • Era como o fogo radiante e o incenso ardendo ao fogo,
  • como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas;

 

  • como a oliveira carregada de frutos e como o cipreste que se eleva até as nuvens. Quando revestia seu manto de glória e se adornava com a perfeição da magnificência,
  • ao subir os degraus do altar santo, enchia de glória o recinto do Santuário.
  • Ao receber das mãos dos sacerdotes as porções das vítimas, estando ele de pé junto ao altar, seus irmãos ao redor formavam uma coroa como mudas de cedro no monte Líbano,
  • e o circundavam como ramos de palmeira. Todos os filhos de Aarão com suas vestes esplêndidas,
  • e com a oferenda do Senhor em suas mãos, mantinham-se de pé, diante da assembléia de E ele, concluindo a liturgia sobre o altar, realizava ordenadamente a oblação ao Todo- poderoso:
  • estendia sua mão para a libação e fazia a libação do sangue da uva;
  • derramava-o enfim sobre as bases do altar, como perfume agradável ao Excelso Príncipe. 18 Nesse momento os filhos de Aarão clamavam, faziam soar as trombetas de metal batido e produziam um imenso alarido como memorial diante do Deus Altíssimo.
  • Então o povo todo, ao mesmo tempo, se apressava a cair com a face por terra, adorando o Senhor seu Deus e fazendo súplicas ao Deus todo-poderoso e
  • E o louvavam os salmistas com suas vozes, fazendo ressoar um canto imenso, cheio de
  • E o povo suplicava ao Senhor excelso, em oração diante do Misericordioso, até que se completasse a honra do Senhor e todos concluíssem o seu encargo.
  • Descendo, então, do altar, ele elevava as mãos sobre toda a assembléia dos filhos de Israel, para dar a bênção do Senhor com os seus lábios e ter a honra de pronunciar o seu
  • E todos reiteravam o gesto da adoração, para receberem a bênção do Altíssimo.

 

 

Convite ao louvor

 

  • Agora, bendizei o Deus do universo que faz maravilhas em toda a terra, exaltando nossos dias desde o ventre de nossas mães e agindo conosco segundo a sua misericórdia.
  • Que ele nos dê a alegria do coração e que haja paz em nossos dias, em Israel, para dias sem fim;
  • e Israel acredite que está conosco a misericórdia de Deus, para nos libertar em nossos dias. Nações detestadas
  • Duas nações minha alma detesta, e a terceira nem é nação:
  • 26os que habitam no monte Seir, e os filisteus, e o povo insensato que habita em Siquém.

 

Conclusão

 

 

  • Uma instrução de sabedoria e de disciplina escreveu, neste livro, Jesus, filho de Sirac, de Jerusalém, que derramou a sabedoria do seu coração.
  • Bem-aventurado aquele que for versado nestas palavras: quem as fixar no coração será sempre sábio.
  • Se as praticar, será capaz de tudo, porque o temor de Deus é o seu

 

 

APÊNDICES

 

Ação de graças

 

 

51

 

  • [Oração de Jesus, filho de Sirac.] Vou glorificar-te, ó Senhor, meu rei, e louvar-te, ó Deus, meu
  • Vou dar glória ao teu Nome, pois foste para mim auxílio e proteção.
  • Livraste meu corpo da ruína, da cilada da língua perversa e dos lábios que forjam a mentira; na presença dos inimigos foste o meu amparo.
  • Pois me libertaste, 3segundo a grandeza da tua misericórdia e do teu Nome, dos laços preparados para me
  • das mãos dos que procuravam tirar-me a vida, e das muitas tribulações que me rodearam; 6 da fogueira sufocante que me cercava e do meio do fogo, onde não fui consumido;
  • da profundeza do ventre do Abismo, da língua impura e da palavra mentirosa, e dos dardos de uma língua injusta.
  • Minha alma esteve próxima da morte
  • e minha vida chegou perto do sorvedouro do e
  • Por toda parte me cercavam, e não havia quem me socorresse; eu olhava, procurando o amparo de alguém, mas ninguém
  • Lembrei-me então da tua misericórdia, Senhor, e das tuas ações desde toda a eternidade. 12 Pois libertas aqueles que confiam em ti, Senhor, e os salvas da mão dos malvados.
  • E fiz subir da terra minha oração, pedindo para ser livre da morte que se avizinhava.

 

  • Invoquei o Senhor: “Tu és meu Pai! Não me abandones no dia da minha tribulação e no tempo dos soberbos, sem ajuda.
  • Eu louvarei teu Nome continuamente e o cantarei no meu ” Sim, minha oração foi ouvida.
  • Tu me salvaste da ruína, e me livraste do tempo
  • Por isso, quero dar-te graças e louvar-te, e bendirei o Nome do Senhor.

 

 

Exortação

 

  • Na minha juventude, antes de minhas voltas pela vida procurei abertamente a Sabedoria em minhas orações:
  • diante do Templo eu suplicava por ela, e até o fim vou procurá-la. E ela floresceu, como a uva prematura,
  • e meu coração depositou nela sua alegria; meu pé andou por um caminho reto, e desde a juventude segui suas
  • Inclinei um pouco o ouvido e a acolhi,
  • e encontrei para mim a abundante da Sabedoria, por meio dela fazendo grandes progressos: 23 por isso, glorifico a quem me dá a Sabedoria.
  • Porque resolvi pô-la em prática, procurei o bem e não serei
  • Minha alma aprendeu com ela a lutar, e na prática da Lei procurei ser diligente. 26 Levantei minhas mãos para o alto e compreendi os seus mistérios.
  • Para ela orientei minha alma e na purificação a
  • Com ela dominei meu coração desde o princípio, e por isso não serei abandonado. 29 Minhas entranhas comoveram-se à sua procura: de fato, um bem precioso adquiri. 30 Em recompensa, o Senhor me deu a língua e com ela o
  • Aproximai-vos de mim, ó ignorantes, e reuni-vos na casa da instrução
  • Por que ainda tardais nestas coisas, enquanto vossas almas sentem tanta sede? 33 Por isso abri minha boca e falei: “Vinde comprá-la sem dinheiro
  • e submetei vosso pescoço ao seu jugo; receba vossa alma a instrução, pois aí está a oportunidade de encontrá-la.
  • Vede com vossos olhos que eu pouco trabalhei, e no entanto encontrei grande
  • Participai da instrução, mesmo se com muito dinheiro, e com ela ganhareis ouro em abundância

 

  • Alegre-se vossa alma com a misericórdia do Senhor, e não vos envergonhareis do seu
  • Realizai vossa obra antes do tempo fixado, e ele, no tempo que é seu, vos dará a

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *