Quando alguém faz essa afirmação, está declarando
que o afeto acabou. Trata-sede uma frase que, por sua vez,
elimina todo o vínculo de amor até então existente. Soa como
o término do relacionamento e sempre se constitui ameaça ou
chantagem — ou no mínimo uma imprudência sem
precedentes.
Sua raiva e sua chateação estão se manifestando como
uma sentença inapropriada. Será que você realmente não
gosta mais de seu filho?

Consequências
A criança sente o impacto da ruptura do afeto que ela
tanto preza. Não entende como pôde ser tão má a ponto de
provocar esse terrível afastamento. Logo, um sentimento de
abandono invadirá a alma, levando-a à solidão.
Ela pode ficar vulnerável a medos e fobias, porque a
ideia de segurança lhe é subtraída pela rejeição.
Na vida adulta, terá enorme facilidade para reeditar o
comportamento e agredir da mesma forma as pessoas que lhe
desagradarem.

O que dizer?
Se seu filho vier a praticar algo que deixe você
aborrecido, chame-lhe a atenção, dizendo que não aprova o
que ele fez. Peça para que ele não repita esse tipo de atitude,
explicando-lhe o quanto pode afetar as pessoas ao seu redor e
a si próprio. Dê as instruções necessárias de forma clara e
objetiva. Seu filho certamente irá entender.

FONTE: 50 Coisas que os pais nunca
devem dizer aos filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *