Os três objetivos e propósito da profecias.

1. EDIFICAR

2.EXORTAR

3.CONSOLAR

1. EDIFICAR:
Quando o profeta Isaías disse ao rei Ezequias para colocar sua casa em ordem porque morreria, Ezequias foi edificado por aquela profecia e Deus lhe deu uma segunda chance (Isaías 38.1-8).
Quando você ouve uma palavra profética para sua vida, sente-se fortalecido e abençoado. A mensagem de Deus sempre promove edificação para quem ouve, porque “a manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso” (I Coríntios 12.7). Já as palavras de homens muitas vezes desmotivam e até destroem os sonhos da pessoa.

2.EXORTAR: 
Um exemplo de profecia que exorta foi o profeta Natã quando admoestou o rei Davi por seu pecado para que se arrependesse (II Samuel 12.1-15).
Deus tem toda autoridade de nos chamar atenção e o profeta quando usado por Deus, verdadeiramente, faz estremecer aquele que ouve porque sabe que está com a razão. Para ministrar uma exortação, o profeta deve ter autoridade de Deus, se não a pessoa fica apenas revoltada e não aceita ser corrigida. A exortação por mais severa que seja, deve ser feita em amor, “pois o Senhor corrige ao que ama” (Hebreus 12.6). A maioria dos profetas da Bíblia tem um perfil exortativo em suas profecias chegando até mesmo a denunciar os pecados no meio do povo.
Você recebeu uma exortação?
Aceite ser corrigido por Deus!

3.CONSOLAR

Ananias foi enviado por Deus para entregar uma palavra de consolo para Saulo após seu encontro com Jesus, pois precisava de apoio e orientação para sua nova vida (Atos 9.10-17).
A mensagem que vem de Deus traz conforto para quem recebe. Saber que Deus está falando conosco já é motivo de tranquilidade. Muitas pessoas precisam de uma palavra de esperança e esperam uma resposta de Deus, “porque todos podereis profetizar, um após outros, para todos aprenderem e serem consolados” (I Coríntios 14.31). Através de uma profecia recebemos a resposta de nossas orações. O Espírito Santo é o consolador, por isso usa pessoas espirituais para enviar palavras de conforto quando precisamos (João 14.26).

São 9 dons, 9 manifestações sobrenaturais concedidas pelo Espírito Santo, que operam através do cristão, para o bem comum da Igreja.1 Co 12.7-11

“Todavia deixo um alerta, qualquer exício na obra de DEUS , que não seja para glória do nome de Jesus, e não houver amor, não tem proveito algum.
1 Co 1.1-8

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.2 Timóteo 2:15

POR: PrJosenil Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *