Lucas 18.2-5
Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava
com os homens. E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia
continuamente a ele, suplicando-lhe: “Faze-me justiça contra o meu
adversário”.
Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo:
“Embora eu não tema a Deus e nem me importe com os homens, esta viúva
está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha me
importunar”.


Explicação: Insistência e perseverança só existem naqueles que estão
insatisfeitos com a situação presente e, por isso, não desanimam; do
contrário, jamais conseguiriam alguma coisa. Deus atende àqueles que,
através da oração, testemunham o desejo e a esperança de que se faça
justiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *