É uma frase que denota um desagrado malévolo
para com alguém tão próximo afetivamente de seu filho.
A criança não é culpada pelas desavenças, intrigas e
falta de compreensão entre você e sua sogra.
Falar mal, depreciar e subestimar qualquer parente
diante dos filhos abre caminho para o ódio.

Consequências
As crianças começam a conceber uma imagem
negativa da pessoa criticada. Em seguida, começarão a repetir
a mesma frase, porque a boca fala do que está cheio o coração
(Lc 6:45).
Por mais que essa avó tente estabelecer vínculos de
afeto, de amor e de carinho, não conseguirá. Qual o futuro
desse relacionamento? Será distante, frio, hostil, carrega-do de
queixas e rancores. Por sua vez, será a raiz de todas as
dificuldades que as crianças terão para se relacionar com os
futuros sogros ou mesmo com os futuros genros, porque foi
erguida uma barreira que impede a aceitação incondicional
desses parentes.

O que dizer
Fale bem dos avós da criança. Minimize suas falhas e
destaque suas virtudes. Dê aos seus filhos uma versão sempre
positiva e bela dos idosos mais amados por eles. Eles
crescerão valorizando a família e terão referências para a
sustentação de uma identidade saudável.

FONTE: 50 Coisas que os pais nunca
devem dizer aos filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *