o porto marítimo mais famoso das antigas terras bíblicas, situava-se 32
km ao sul de Sidom, em uma ilha a 1 km da terra firme. A cidade contava com dois
portos, um no norte e outro no sul. Os muros eram de grande altura, especialmente no
lado que dava para a terra firme. Os artesãos fabricavam artigos e diferentes produtos
artísticos de bronze e de prata e preparavam a tinta púrpura que tornou Tiro famosa. Os
mercadores comerciavam com as muitas terras do Mediterrâneo, inclusive com as
distantes ilhas Britânicas. Tiro tornou-se uma “bem povoada e afamada cidade”. Mas o
profeta assegura que a cidade pereceu: “Como você está destruída, ó cidade de renome,
povoada por homens do mar! Você era um poder nos mares, você e os seus cidadãos;
você impunha pavor a todos os que ali vivem” (Ez 26:17). Reis e militares de muitos
países sitiaram Tiro, mas não puderam apoderar-se da cidade. Em 333 a.C., Alexandre
Magno tomou-a, após sete meses de assédio. Tiro, no entanto, reergueu-se pouco a
pouco até se tornar centro de comércio na época do Império Romano. Em séculos
recentes, porém, o lugar foi reduzido em tamanho. Os portos estão cheios de ruínas e
são pouco mais que “um local propício para estender redes de pesca” (Ez 26:14).
Ver tb: Js 19:29, 2Sm 5:11, 2Sm 24:7, 1Rs 7:13, 1Rs 9:11, Sl 45:12, Sl 87:4, Is 23:1, Is
23:5, Is 23:15, Ez 26:2, Ez 26:15, Ez 27:3, Ez 27:8, Ez 27:32, Jl 3:4, Am 1:9, Zc 9:3, Mt
11:21, Mt 15:21, Mc 7:24, Mc 7:31, Lc 6:18, Lc 10:14, At 12:20, At 21:3

 

fonte: BIBLIA THOMPSON

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *