Se a criança é mais travessa, mostra-se inquieta ou
tende à hiperatividade, é muito comum os pais concluírem
que ela é o problema. O sentimento de culpa dos próprios pais
os faz projetar sobre a criança as coisas que dão errado para
eles.
Você já se perguntou por que seu filho se atrapalha,
quebra as coisas, deixa cair tudo, grita mais que o normal, cai
com frequência, machuca-se, chora sem motivo, irrita-se e
tenta chamar atenção das pessoas da casa?
Quem de fato está estragando tudo? Pais ansiosos,
nervosos ou deprimidos tendem a jogar nos filhos a culpa de
tudo que acontece. Por isso, dizer a uma criança que ela
“sempre estraga tudo” é uma atitude cruel e injusta.

Consequências
A criança começa a catalisar as coisas erradas, e a
ansiedade aumenta. Aos poucos, ela vai se convencendo de
que é realmente culpada por qualquer situação indesejável
dentro de casa.

O que dizer?
Com todo amor, aconselhe a criança: “Procure ter
mais cuidado com o que faz. Vejo que você é inteligente,
gentil e bom, mas algumas atitudes suas precisam ser
corrigidas. Preste mais atenção quando for fazer algo. A
tranquilidade e o respeito dentro de casa são coisas boas, mas
é preciso que todos contribuam para isso, e quero que você
colabore a partir de agora”.
Sabemos que a autoridade é essencial para manter a
ordem e o equilíbrio na família. Seu filho precisa acreditar que
você é essa figura no relacionamento entre pais e filhos.
Quando essa autoridade é exercida de forma gentil e amorosa,
os limites são estabelecidos e as ordens são claras e firmes.
Com isso, a criança passa a se comportar de maneira
adequada.

FONTE: 50 Coisas que os pais nunca
devem dizer aos filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *