1 Você sabia que o misterioso pau que Eliseu lançou no
Rio Jordão, para atrair o machado do fundo do rio
para flutuar na superfície das águas, deveria possuir
uma força de atração sobrenatural? Veja bem:
E possível que tenha ocorrido dois milagres neste episódio:
1.1 Deus pode ter colocado uma imã sobrenatural no pedaço do
pau para atrair o ferro para a superfície das águas.
1.2 Deus fez o ferro desafiar a lei da gravidade, fazendo o machado
boiar na superfície das águas, leve como o papel! (2 Rs. 6.5-7).
2 Você sabia que Moisés foi o único homem da Bíblia a ter
“lepra instantânea” e “cura instantânea da lepra” ao
mesmo tempo? Veja isso em (Êx. 4.4-8).
3 Você sabia que na hora que Daniel foi lançado na cova
Deus tirou o apetite dos leões? Veja bem:
3.1 Os leões estavam famintos, pois em casos como este, era ordenado
que os leões não fossem alimentados para devorarem
mais rápido a vítima.
3.2 A prova que os leões estavam famintos ficou evidenciada pela
forma que devoraram os homens que tinham acusado Daniel
(Dn. 6.24).
84 SUPER INTERESSANTE
3.3 Os leões não tiveram apetite para comerem Daniel. Certamente
Deus havia fechado a boca dos leões! Em compensação, passaram
a ter um apetite incrível a ponto de mastigarem até
mesmo os ossos dos inimigos de Daniel (Dn. 6.24).
4 Você sabia que Deus fez Jonas se transformar em um
alimento tão indigesto na barriga do grande peixe, que
o próprio peixe começou a sentir náuseas e vomitou o
profeta na praia? Perceba isso em (Jn. 2.10).
5 Você sabia que a respiração boca-a-boca do profeta Eliseu
com um garoto morto, fes o defunto espirrar 7 vezes
e ressuscitar? Leia isso em (2 Rs. 4.35).
6 Você sabia que a Bíblia menciona um dia em que Deus
mandou chuva não de água, mas de pedra para destruir
um exército inimigo? Leia isso em (Js. 10.11).
7 Você sabia que Elias foi o primeiro grande “maratonista”,
cuja corrida sobrenatural a Bíblia menciona? Observe
bem:
7.1 Elias disputou a corrida a pé contra um carro veloz pilotado pelo
rei Acabe, num percurso de aproximadamente 27 km, distância
aproximada do Carmelo à Jezreel (1 Rs. 18.42-46).
7.2 0 profeta Elias recebeu força sobrenatural e ganhou a corrida,
chegando à frente do carro veloz pilotado pelo rei Acabe
(1 Rs. 18.46).
8 Você sabia que a pregação mais veloz da Bíblia, foi feita
por um Evangelista correndo ao lado de um carro dirigido
por um alto oficial da África? Descubra este importante
detalhe lendo (At. 8.26-30).
9 Você sabe quantos milagres estiveram relacionados ao
ministério de Moisés? Observe bem:
9.1 Proteção sobrenatural no seu nascimento e criação (Êx. 2.1-10).
9.2 Chamado por Deus de forma milagrosa (Êx. 3.1-14).
9.3 Seu “cajado de Pastor” transformado em serpente milagrosamente
(Êx. 4).
9.4 Sua “mão leprosa” foi milagrosamente restaurada (Êx.4. 6-7).
9.5 Sua vara transformada em serpente pela segunda vez diante
de Faraó de forma milagrosa (Êx. 7.9-12).
9.6 Transformou de forma milagrosa as águas do rio Nilo em sangue
(Êx. 7.20).
ERIVALDO DEJESUS 85
9.7 Ordenou de forma milagrosa a praga de rãs sobre toda a terra
do Egito (Êx. 8. 5-6).
9.8 Convocou de forma milagrosa a praga de piolhos sobre toda a
terra do Egito (Êx. 7.16-19).
9.9 Ordenou de forma milagrosa a praga de moscas sobre toda a
terra do Egito (Êx. 8. 20-32).
9.10 Ordenou de forma milagrosa a praga de peste nos animais do
Egito (Êx. 10.1-7).
9.11 Ordenou de forma milagrosa a praga de úlcera nos homens e
nos animais do Egito (Êx. 9.8-12).
9.12 Ordenou de forma milagrosa a praga de saraiva sobre a terra
do Egito (Êx. 9.23-25).
9.13 Convocou de forma milagrosa a praga dos gafanhotos sobre o
Egito (Êx. 10.13-20).
9.14 Ordenou de forma milagrosa a praga de trevas sobre a terra
do Egito (Êx. 10.21-23).
9.15 Ordenou a praga de morte dos primogênitos do Egito (Êx.
11.4-7; 12.29-30).
9.16 Libertou Israel de forma milagrosa da escravidão do Egito
(Êx. 12.31-41).
9.17 Abriu o Mar Vermelho de forma milagrosa e fez toda a Nação
de Israel atravessar a pé enxuto pelo meio do mar (Êx.
14.21-31).
9.18 Desceu uma chuva de pão do céu de forma milagrosa sobre os
Israelitas (Êx. 16.4-15).
9.19 Fez sair água da rocha em Horebe de forma milagrosa (Êx.
17. 5-6).
9.20 Suas mãos levantadas deram grande vitória a Israel sobre
Amaleque (Êx. 17.11-13).
9.21 Uma coluna de nuvem e uma coluna de fogo, guiava Moisés e
o povo de forma milagrosa sobre o deserto nos 40 anos de peregrinações
(Êx. 13.21-22).
9.22 Deus aparece de forma sobrenatural a Moisés e Israel sobre o
Monte Sinai (Êx. 19.17-20; 24.10-11).
9.23 Milagre de suprimento de carne para 600 mil homens no deserto
(Nm. 11.18-24, 31-32).
9.24 Ordenou que a terra abrisse sua boca e devorasse vivo os rebeldes
(Nm. 16.28-32).
9.25 A vara de Arão produziu flores e deu amêndoas de uma noite
para o dia de forma milagrosa (Nm. 17.8).
86 SUPER INTERESSANTE
9.26 Feriu a rocha duas vezes e saíram muitas águas em Meribá
(Nm. 20.11-13).
9.27 Curou o povo picado de cobras venenosas, por meio de uma
serpente de bronze que levantou no deserto (Nm. 21. 4-9).
9.28 Destruiu os midianitas de forma milagrosa e conquistou o maior
despojo da história de Israel numa única guerra (Nm. 31.1-54).
10 Você sabe quantos milagres ocorreram nas grandes
conquistas de Josué? Obsei*ve bem:
10.1 O Senhor lhe designou diretamente como o sucessor de Moisés
(Nm. 27.18).
10.2 Iniciou milagrosamente sua carreira de conquistador ordenada
pelo Senhor (Js. 1.1-9).
10.3 Dividiu o rio Jordão em plena época de enchente para dar
passagem aos israelitas (Js. 3.14-17).
10.4 O Anjo de Jeová lhe apareceu de forma milagrosa do lado de
fora dos muros de Jerico e lhe deu instruções para conquistar
a cidade (Js. 5.13-15).
10.5 Os muros de Jerico caíram de forma milagrosa sob a sua liderança
(Js. 6.6-20).
10.6 O Senhor fez cair do céu grandes pedras sobre o exército anrorreu
e deu vitória sobrenatural a Israel sob a sua liderança (Js.
10. 11) .
10.7 Realiza um dos maiores milagres da história bíblica, alterando
o próprio curso do sol e da lua para conquistar uma grande
vitória contra os inimigos de Israel (Js. 10.12-14).
10.8 Eliminou e destruiu totalmente os gigantes que viviam ao sul
de Canãa e triunfou gloriosamente sobre todos os inimigos
(Js. 11. 21-22).
11 Você sabe quantos milagres estiveram relacionados com
o brilhante ministério do profeta Elias? Veja bem:
11.1 Previu milagrosamente uma seca de três anos e meio (1 Rs.
17.1; Tg. 5.17).
11.2 Foi sustentado milagrosamente pelos corvos (1 Rs. 17.3-6).
11.3 Previu milagrosamente a multiplicação do alimento da viúva
de sarepta (1 Fls. 17. 9-16).
11.4 Devolveu a vida do filho da viúva de Sarepta de forma milagrosa
(1 Rs. 17. 17-24).
11.5 Desafiou 850 profetas idólatras e fez descer fogo do céu de
forma milagrosa sobre o holocausto no monte Carmelo (1 Rs.
18.19-38).
ERIVALDO DE JESUS 87
11.6 Previu o fim da seca de três anos e meio e uma grande chuva
caiu sobre Israel (1 Rs. 18.41-45).
11.7 Correu 27 km de forma milagrosa, chegando a correr mais do
que o carro pilotado por Acabe ( I Rs. 18.45-46).
11.8 Foi alimentado de forma milagrosa por um anjo do Senhor,
caminhando 40 dias e 40 noites com a força daquela refeição
angelical (1 Rs. 19.5-8).
11.9 Presenciou três manifestação milagrosas da presença de Deus
no monte Horebe (1 Rs. 19.11-13).
11.10 Dividiu as águas do rio Jordão em duas partes e atravessou o
rio em seco, acompanhado de Eliseu (2 Rs. 2.8).
11.11 Fez descer fogo do céu em duas ocasiões sobre soldados que
queriam prendê-lo (2 Rs. 1.9-15).
11.12 Por fim, foi levado ao céu de forma sobrenatural num redemoinho
(2 Rs. 2.11).
12 Você sabia que a Bíblia menciona oito casos de “ressurreição3’?
Observe bem:
12.1 A ressurreição do filho da viúva de Sarepta (1 Rs. 17.22) Elias.
12.2 A ressurreição do filho da Sunamita (2 Rs. 4.35) Eliseu.
12.3 A ressurreição do jovem que tocou os ossos do profeta Eliseu
(2 Rs. 13.21).
12.4 A ressurreição da filha de Jairo (Mc. 5. 22-42) Jesus.
12.5 A ressurreição do filho da viúva de Naim (Lc. 7.15) Jesus.
12.6 A ressurreição de Lázaro (Jo. 11.44) Jesus.
12.7 A ressurreição de Tabita (At. 11.40) Pedro. °>,Th
12.8 A ressurreição de Êutico (At. 19.9-11) Paulo.
13 Você sabia que as 10 pragas enviadas por Deus ao Egito
por meio de Moisés, teve o objetivo de confrontar as 10
principais “divindades” veneradas pelos egípcios e revelar
o Único Deus verdadeiro na terra? Observe bem:
13.1 Na primeira praga Deus feriu o rio Nilo, venerado pelos egípcios
que tinham às suas águas como sagradas. O rio Nilo é o
maior rio do mundo, estendendo-se por cerca de 6.500 km.
Sua bacia hidrográfica é de 2.978.500 km2, servindo cerca de
9 países, desde a região central de Uganda, na África, até o
mar Mediterrâneo. Nesta praga o “EU SOU O QUE SOU” (Êx.
3.14), mostrou sua Soberania como o Criador do maior rio do
mundo, podendo fazer nele o que quiser. Foi um golpe de Jeová
contra “Hapi”, o deus das inundações do Nilo.
88 SUPER INTERESSANTE
13.2 Na segunda praga, Deus tomou nojenta aos egípcios as rãs, tidas
pelos egípcios como sagradas. As rãs aparecem regularmente
em abundância na metade do mês de dezembro,
quando as águas do Nilo baixavam e eram para os egípcios
símbolo de fertilidade. Nesta praga, Deus desferiu um golpe
no deus “ecte”, usando tais criaturas idolatradas pelos egípcios,
tornando-as odiosas para eles, cujas casas foram invadidas
por tais répteis nojentos.
13.3 Na terceira praga, Deus transforma o pó da terra, considerado
sagrado no Egito, em piolhos. A partir desta praga os “magos”
começaram a reconhecer a impotência deAseus deuses,
diante do “dedo” do verdadeiro Deus da terra (Êx. 8.19). Foi
um golpe de Deus contra os “principados e potestades do Egito”
que manipulavam os magos “Janes e Jambres” para resistirem
a Moisés (2 Tm. 3.8), imitando o poder de Deus (Êx.
7.11-12,22; 8.7, 18, 19).
13.4 Na quarta praga, Deus convoca um enxame de moscas sobre
a terra do Egito, a exceção da terra de Gósen, numa clara demonstração
de seu Senhorio no meio da terra do Egito (Êx.
8.22-24)’. Nesta praga, Deus desferiu um golpe em “Zebube”,
“O senhor da moscas”. Ficou bem claro para os egípcios a impotência
do “senhor das moscas” em invadir a terra de Gósen,
onde residia o povo do verdadeiro Senhor da terra do Egito
(Êx. 8.22).
13.5 Na quinta praga, Deus fere com pestilência os animais, tidos
como sagrados para os egípcios. No Egito eram adorados diversos
deuses que tinham a forma de animais: “Amom”, o
deus adorado em todo o Egito, era um carneiro; “Ápio”, também
adorado em todo o Egito, era um “touro”. Nesta praga, o
Deus vivo de Israel demonstra aos egípcios que tais “divindades”
em forma de animais não poderiam livrar-se a si mesmas,
quanto menos a eles (Êx. 9.1-7).
13.6 Na sexta praga, Deus fere os homens, os animais e principalmente
os magos com úlceras, numa clara demonstração de
impotência daqueles feiticeiros e seus deuses, diante da potente
e poderosa mão do Senhor. (Êx. 9.8-11).
13.7 Na sétima praga, o Senhor Deus envia trovões, chuvas de pedras
e fogo sobre a terra do Egito, numa demonstração poderosa de
Seu domínio sobre os fenômenos físicos da natureza, cujo poder
os egípcios atribuiam aos deuses astronômicos: “She e Rá”, que
eram venerados por eles. Os egípcios que obedeceram e temeram
o Deus de Israel conseguiram salvar seu gado e suas vidas,
reconhecendo que só havia livramento por parte do verdadeiro
Senhor que fez os céus e a tema (Êx. 9.13-26).
13.8 Na oitava praga, Deus envia um exército de gafanhotos para
consumir a vegetação que havia sobrado da tempestade de
ERIVALDO DE JESUS 89
saraiva. Os egípcios veneravam os deuses, ísis e Seráfis que
supostamente protegiam o Egito dos gafanhotos. Nesta praga,
tais “divindades” foram impotentes diante do golpe desferido
pelo Deus verdadeiro (E’,x. 10.12-19).
13.9 Na nona praga, Deus envia trevas sobre a terra do Egito, num
duro golpe contra o “deus sol” (She) e a “deusa lua” (Rah),
que se mostraram impotentes diante daquele que fez o sol
para governar o dia e a lua para presidirem a noite (Sl.
136.2-9). O deus sol e a deusa lua não conseguiram impedir a
escuridão enviadas por três dias sobre a terra do Egito.
Enquanto isso, os filhos de Israel tinham luz nas suas habitações
(Êx. 10.21-23).
13.10 Na décima praga, Deus fere todos os primogênitos egípcios,
inclusive o primogênito de Faraó que se dizia “imortal” (Ex.
12.29-30).
13.11 No primeiro encontro que Moisés havia tido com Faraó, este
perguntou a Moisés de forma sarcástica: “Quem é o senhor
para que lhe ouça eu a voz, e deixe ir Israel? Não conheço o
Senhor, nem tão pouco deixarei ir Israel” (Êx. 5.2). No Egito,
Faraó era divinizado como “senhor e deus”. Nesta última praga,
Faraó se encontrou desmontado e debilitado diante do
seu primogênito morto, e, agora passa a conhecer quem é o
Verdadeiro Senhor e Deus de toda a terra (Êx. 12.30-32). Os
faraóis que eram tidos pelos egípcios como imortais, agora
descobrem que os faraóis não passam de homens frágeis e
mortais como qualquer Aoutra pessoa. Somente o Senhor é
Deus no meio da terra (Êx. 8.22).
14 Você sabia que pelo menos três casais na Bíblia foram
rejuvenescidos por Deus para terem filhos depois de velhos?
Aprenda o seguinte:
14.1 O primeiro casal rejuvenescido por Deus para terem filhos foi
Abraão e Sara (Gn. 18.11-14; Rm. 4.18-20).
14.2 O segundo casal rejuvenescido por Deus para terem filhos depois
de velhos foi a Sunamita e seu esposo (2 Rs. 4.12-17). No
caso deste casal, a Bíblia revela apenas que o marido da Sunamita
era velho.
14.3 O terceiro casal rejuvenescido por Deus para terem filho depois
de avançados em idade foi os pais de João Batista, Zacarias
e Isabel (Lc. 1.5-25).
15 Você sabe como Deus secou o Rio Jordão em plena “época
de enchentes” para o povo de Israel atravessar? Observe
bem:
15.1 O rio Jordão costumava transbordar nos meses de maio e junho.
Em Adã, cidade 25 km ao norte, o Jordão corre entre ri­
90 SUPER INTERESSANTE
banceiras de barro de 13 m de altura, sujeitas n desmoronamento.
Podia ter sido este o método que Deus usou para estancar
as águas e deixar passar o povo, na hora determinada
por Ele. De acordo com a Bíblia, as águas que o Jordão recebia
de seus afluentes eram paradas e neutralizadas de forma
milagrosa, tendo o seu curso desviado para outra direção.
Que milagre fantástico foi este da travessia do rio Jordão! A
travessia do Mar Vermelho foi gloriosa, mas a travessia do rio
Jordão foi igualmente maravilhosa! Glórias ao nosso Deus
que faz maravilhas!
16 Você sabia que Abraão foi tão rejuvenescido por Deus
que mesmo após a morte de Sara ele ainda teve filhos
com outra mulher, com cerca de seus 140 anos? Observe
bem:
16.1 Muitas pessoas tentam ofuscar ou diminuir a grandeza do milagre
biológico ocorrido na vida de Abraão, afirmando que
naqueles dias era normal os homens viverem muitos anos.
Porém, não era bem assim.
16.2 Nos dias de Abraão, a longevidade da árvore genealógica de
Adão estava em ordem extremamente decrescente (Gn.
11.10-26). A idade de reprodução é diferente da idade de duração
da vida humana. Se o leitor for observar a leitura do capítulo
11 de Gênesis, vai perceber que a média da idade
reprodutora do homem caiu para 30 a 35 anos.
16.3 Abraão demonstrou ser difícil um homem de 100 anos gerar
um filho naqueles dias (Gn. 17.17). Além do mais, Abraão já
tinha o próprio corpo amortecido para reproduzir filhos (Rm.
4.18-19).
16.4 Abraão, com cerca de 140 anos, ainda se casou com outra
mulher chamada Quetura e teve muitos filhos na sua vigorosa
velhice! (Gn. 25.1-8).
17 Você sabia que a “capa de Elias” era a vestimenta de profeta
mais milagrosa do Antigo Testamento? Veja bem:
17.1 O próprio Elias dividiu as águas do rio Jordão ao meio, com a
sua capa e atravessou o Jordão seco com EliseU (2 Rs. 2.8).
17.2 Mais tarde o seu sucessor Eliseu repetiu o mesmo milagre da
travessia do Jordão, utilizando a mesma capa (2 Rs. 2.14)
Que capa milagrosa hein!

FONTE : 500 Curiosidades Bíblicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *