1Samuel 17:17-18 Disse Jessé a Davi, seu filho: Leva, peço-te, para teus irmãos um efa deste trigo tostado e estes dez pães e corre a levá-los ao acampamento, a teus irmãos. Porém estes dez queijos, leva-os ao comandante de mil; e visitarás teus irmãos, a ver se vão bem; e trarás uma prova de como passam.

Davi não tinha nada a ver com aquela batalha. Sua função era apenas levar uma cesta com alimentos para seus três irmãos mais velhos. Nesta altura, o ungido Davi era apenas um moço de recados, um Ungido Moço de Recados. Os ungidos do Senhor devem estar dispostos a ser moços de recados. Se formos fiéis no mínimo, Deus nos colocará sobre o muito. A unção de Deus pode repousar no mais humilde dos obreiros.

Davi chegou ao campo de batalha e viu uma situação marcante: um exército repleto de guerreiros preocupados. € É o que somos hoje: um bando de “Eliabes”, guerreiros preocupados com o que fazer para vencer, sabendo que as situações são contrárias.

Davi olhou com os olhos ungidos que tinha e não viu adversidade, mas sim possibilidades!

Porém, a primeira pessoa que ele se depara é o irmão mais velho, Eliabe.

Davi X Eliabe € O Ungido versus o Profissional




 

Golias atacou o povo e blasfemou contra Deus:

O coração de DAVI aqueceu com aquilo – A fé anula o medo

O coração de ELIABE esfriou e esmoreceu – O medo anula a fé

Eliabe, sendo um profissional, fez uma análise crítica da situação e viu que Israel não tinha chance de ganhar a batalha. Ele se viu ao lado de Golias e percebeu o quão grande e monstruoso era o gigante.

Davi, sendo um ungido de Deus, não fez análise nenhuma, apenas creu e confiou no que Deus iria fazer. Ele viu o gigante Golias ao lado de Deus e pode perceber quão minúsculo e insignificante era ele perto de Jeová. O UNGIDO ENXERGA AS COISAS COM A FÉ, NÃO COM A RAZÃO!!

Para o exército de Saul, o “moço de recados” era um intruso no campo de batalhas. Hoje em dia é assim também: Quando Deus unge um humilde, os “instruídos” e teólogos acham que ele é um intruso em sua cúpula eclesiástica. Deus não se importa com anéis de formatura nos dedos, e sim com óleo sobre a cabeça e com um coração ardendo pelo chamado do Senhor!

Davi, mesmo sendo um “amador” entrou na tenda do rei Saul e dirigiu-se para a batalha. Ele focalizou Golias como sendo seu próprio inimigo e não como um alvo do exército de Israel. Ele era o inimigo mortal de cada homem, mulher e criança da terra. Se livrar dele era o dever de todos e não apenas de um exército.

Hoje isso é realidade em relação ao diabo. O Reino de Deus não pode ser dirigido apenas por profissionais pagos com os fundos da igreja. Os amadores ungidos, os moços de recados são necessários. O diabo é uma ameaça para todos.

 

FONTE : 80 ESBOÇO DE PREGAÇAO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *