1Co. 7:3 O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher, ao marido.




 

Romanos 7:2-3 Ora, a mulher casada está ligada pela lei ao marido, enquanto ele vive; mas, se o mesmo morrer, desobrigada ficará da lei conjugal. De sorte que será considerada adúltera se, vivendo ainda o marido, unir-se com outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei e não será adúltera se contrair novas núpcias.

 

Duas histórias de casamento: Jacó com Raquel:

 

Gênesis 29:1 Jacó chegou a um poço no campo, onde encontrou pastores de ovelhas. Inteirou-se a cerca de Labão, seu parente, e conheceu Raquel (ovelha). Ela era pastora.

 

Gênesis 29: 17-20 Lia tinha os olhos baços (fracos, meigos ou sem brilho),  porém Raquel era formosa de porte e de semblante. Jacó amava a Raquel e disse: Sete anos te servirei por tua filha mais moça, Raquel. Respondeu Labão: Melhor é que eu ta dê, em vez de dá-la a outro homem; fica, pois, comigo. Assim, por amor a Raquel, serviu Jacó sete anos; e estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava.

 

Jacó foi enganado no casamento com Raquel, recebendo Lia, da mesma forma que sua mãe deu-lhe em lugar de seu irmão Esaú, no direito de primogenitura. A JUSTIÇA FOI FEITA.

 

O casamento de Jesus com a Igreja:

 

Cantares 1:2 Beija-me com os beijos de tua boca; porque melhor é o teu amor  do que o vinho. (Louvor à Deus)

 

Dt. 32:9-10 Porque a porção do SENHOR é o seu povo; Jacó é a parte da sua herança. Achou-o numa terra deserta e num ermo solitário povoado de uivos; rodeou-o e cuidou dele, guardou-o como a menina dos olhos.

 

Sl 17: 6-8 Eu te invoco, ó Deus, pois tu me respondes; inclina-me os ouvidos e acode às minhas palavras. Mostra as maravilhas da tua bondade, ó Salvador dos que à tua destra buscam refúgio dos que se levantam contra eles. Guarda-me como a menina dos olhos, esconde-me à sombra das tuas asas.

 

Ct. 2:10 O meu amado fala e me diz: Levanta-te, querida minha, formosa minha, e vem.

 

Ap. 21:2 Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da  parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo.

 

Fp. 2:5-11 Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou,




 

tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.

 

Fl. 2:12-17 Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade. FAZEI TUDO SEM MURMURAÇÕES NEM CONTENDAS, para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente. Entretanto, mesmo que seja eu oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, alegro-me e, com todos vós, me congratulo.

 

FONTE : 80 ESBOÇO DE PREGAÇAO

1 opinião sobre “O VALOR DE UM CASAMENTO – ESBOÇO DE PREGAÇÃO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *