A palavra “Queber” (hebraica) que comumente é usada
no Antigo Testamento é correntemente traduzida por
“sepultura”, “cova”, e “túmulo”. Assim podemos deduzir
que. a palavra “Sheol” aparece sempre no singular.
A Bíblia não se ocupa de “Sheoles” = mas de “Sheol” .
Por outro lado, a palavra hebraica para designar sepultura
ou sepulcro é mesmo “Queber”. Não há um único exemplo
de que uma alma descesse ao “Queber” ou de que um cadáver
fosse ao “Sheol”.
O Queber é o lugar do sepultamento do corpo sem vida;
0 Sheol é (agora para os maus) o receptáculo do espí-
rito que tem deixado o corpo. Queber abriga ou recebe cadáveres
37 vezes (1 Rs 13.30), enquanto que o “ Sheol” jamais
recebe corpos (com exceções de: Coré e o seu grupo e
a besta e seu consorte).
As Escrituras deixam-nos entrever entre linhas o seguinte:
Há um Queber (sepultura) para cada indivíduo, 44
vezes (2 Sm 3.32; 2 Cr 16.14). O Sheol é sempre 0 lugar
onde há muita gente. O homem coloca corpo no “Queber”,
33 vezes (2 Sm 21.14), mas somente Deus envia o homem
ao Sheol (Lc 16.22,23).
O homem escava o “Queber” (sepultura), 6 vezes,
mas jamais escava o Sheol.
O homem apalpa o “Queber” (sepultura), 5 vezes,
mas jamais apalpa o Sheol (Gn 50.5).
Concluímos, portanto, que o uso da palavra “Queber”
prova que ela significa sepultura, que acolhe o cadáver, enquanto
que Sheol acolhe o espírito e a alma do homem sem
Deus, após sua morte.

 

fonte: Escatologia Severino Pedro da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *