Salmo 127: 1-2 Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem.

 

1)  Jonas 1:5 € O sono de um crente rebelde

Jonas, um israelita, filho de Amitai, era um crente fiel. Por muitos anos pediu ao Senhor para ser profeta. Clamava ao Senhor para ser enviado ao ofício profético e missionário. Talvez tivesse almejado em seu coração um lugar específico ou formulado em sua imaginação os lugares por onde passaria. Seria muito fácil ser missionário em uma terra conhecida, sem conflitos, ou com o idioma igual, mas o Senhor o envia à um local hostil, perigoso e recusável.

Mal sabia Jonas que aquilo seria crucial para sua formação profética.




 

Deus o envia para uma das cidades mais antigas do planeta, Nínive, fundada por Ninrode. Ao se recusar, Jonas sai de sua casa em Gate-Hefer e viaja ao sul, em direção ao porto na cidade de Jope, onde entra em um navio que fazia a travessia do Mar Mediterrâneo ou o “Mar Grande” até a Espanha, em um antigo e distante porto chamado Tartessos, ou simplesmente Társis. No meio do caminho, aproximadamente no meio da segunda semana, Deus envia a tempestade sobre aquele navio, enquanto Jonas estava dormindo. O sono de um crente que está rebelado contra o Senhor nunca é tranqüilo, nunca é perfeito. Quando ele acordou, tudo estava em polvorosa! Os marinheiros apelando aos demônios para livrarem daquilo, mas Jonas sabia o real motivo da tormenta. Deus havia lhe devolvido a coragem enquanto dormia. DEUS DÁ AOS SEUS ENQUANTO DORMEM. Enquanto os marinheiros se desesperavam, Jonas recebia de Deus a segunda chance! Humilhado e consciente do seu erro, ele mesmo pede para ser lançado ao mar, onde um grande peixe o engole e, após três dias e três noites nadando, vomita-o na praia de JOPE, de onde Jonas não deveria ter saído. A título de informação geográfica, o peixe que engoliu Jonas no Mar Mediterrâneo deveria viajar com ele em seu estômago até a região sudeste deste mar, passando pelo delta do Rio Nilo, entrando no Mar Vermelho, depois contornando a atual Arábia Saudita e subindo pelo golfo do Irã, e em seguida subir pelo Rio Tigre, até o norte da Mesopotâmia, chegando finalmente em Nínive. Precisaríamos de um peixe a jato para fazer isso em três dias, se acreditarmos que Jonas foi vomitado na praia de Nínive. Deus o mandou de volta ao Porto de Jope, de onde ele nunca deveria ter saído para a Espanha! Não foi moleza, ele teve que voltar à sua cidade e de lá ir em direção à Nínive, mas pregou a Palavra do Senhor.

Nisso tudo teve o Senhor compaixão de Jonas, mesmo que ele quisesse morrer, e o fez um grande profeta em Israel, que 23 anos depois, predisse a vitória de Jeroboão II sobre a Síria (2Rs 14.23-25).

 

2)  Juízes 16:17-20 € O sono de um crente desviado

Descobriu-lhe todo o coração e lhe disse: Nunca subiu navalha à minha cabeça, porque sou nazireu de Deus, desde o ventre de minha mãe; se vier a ser rapado, ir-se-á de mim a minha força, e me enfraquecerei e serei como qualquer outro homem. Vendo, pois, Dalila que já ele lhe descobrira todo o coração, mandou chamar os príncipes dos filisteus, dizendo: Subi mais esta vez, porque, agora, me descobriu ele todo o coração. Então, os príncipes dos filisteus subiram a ter com ela e trouxeram com eles o dinheiro. Então, Dalila fez dormir Sansão nos joelhos dela e, tendo chamado um homem, mandou

 

rapar-lhe as sete tranças da cabeça; passou ela a subjugá-lo; e retirou-se dele a sua força. E disse ela: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Tendo ele despertado do seu sono, disse consigo mesmo: Sairei ainda esta vez como dantes e me livrarei; porque ele não sabia ainda que já o SENHOR se tinha retirado dele.

Sansão era um homem Nazireu, separado ao Senhor, por mandamento e ordenança de Deus à Manoá e sua esposa, seus pais. Sua mãe era estéril e o Senhor enviou o seu anjo até ela, para que lhe anunciasse que ela conceberia e teria um filho varão, nazireu, que jamais se passaria a navalha sobre sua cabeça, e que ele começaria a livrar o povo de Israel das mãos dos filisteus.




 

Jamais Sansão poderia beber vinho ou comer uvas, também não poderia tocar em cadáveres (humanos ou de animais), não poderia se contaminar com mulheres impuras (de outras nacionalidades) e não deveria cortar os cabelos.

De todas as mulheres que ele poderia ter se apaixonado, buscou logo uma no povo inimigo, os Filisteus. Seu nome era Dalila, que significa “delicada” e isso o atraiu. Era uma mulher feminina e sedutora. Começou a pecar contra Deus antes de casar com ela, quando descia para busca-la, e tocou no cadáver de um leão, pegando o favo de mel que havia no meio das entranhas podres do animal. Sansão, por causa de uma paixão carnal, por causa de um amor falso, esqueceu-se das promessas de Deus. Deixou a “delicadeza” de Dalila cegarem seus olhos para o Poder e Força de Jeová! Sansão estava desviado  dos Caminhos do Senhor. Consumou a sua derrota quando casou com a filistéia! Ela era ímpia, do povo inimigo! Desde que Sansão nasceu, Satanás sabia que aquele garoto seria usado para restaurar o povo de Deus, por isso preparou o plano “Dalila” meticulosamente! Desde que VOCÊ nasceu, Satanás sabe o que Deus fará através da sua vida, porque ele tem visto os sinais em você. Não caia nos planos de derrota dele!

O desviado Sansão dormiu nos braços da delicadeza do diabo. Erro fatal. Nunca durma com o inimigo perto de você! Pode ser terrível a conseqüência!

Caso você esteja dormindo na presença de Dalila, cuidado! Caso o seu cabelo já tenha sido rapado e a sua força já foi retirada, lembre-se: DEUS DÁ AOS SEUS ENQUANTO DORMEM. Dalila chamou um homem para rapar as sete tranças de Sansão, mas naquela mesma noite, enquanto ele dormia, Deus fazia seus cabelos crescerem novamente! Ele pagou o preço de ter se desviado do Caminho do Senhor,  mas a misericórdia de Deus foi maior sobre ele.

 

3)  Atos 12:1-11 € O sono de um crente fiel

(1-6) Por aquele tempo, mandou o rei Herodes prender alguns da igreja para os maltratar, fazendo passar a fio de espada a Tiago, irmão de João. Vendo ser isto agradável aos judeus, prosseguiu, prendendo também a Pedro. E eram os dias dos pães asmos. Tendo-o feito prender, lançou-o no cárcere, entregando-o a quatro escoltas de quatro soldados cada uma, para o guardarem, tencionando apresentá-lo ao povo depois da Páscoa. Pedro, pois, estava guardado no cárcere; mas havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele. Quando Herodes estava para apresentá-lo, naquela mesma noite, Pedro dormia entre dois soldados, acorrentado com duas cadeias, e sentinelas à porta guardavam o cárcere.

O crente fiel até na provação tem tranqüilidade! Quando temos o Espírito Santo em nós não precisamos nos preocupar com nada. Ele cuida de nós! Pedro estava preso a algum tempo, super bem guardado por 16 guardas divididos em 4 escoltas cada. Seu amigo e líder de ministério, Apóstolo Tiago havia sido decaptado há uns dias atrás e ele sabia que na manhã seguinte seria o próximo. VOCÊ CONSEGUIRIA DORMIR TRANQUILAMENTE NESTAS CONDIÇÕES? Mas o sono do crente fiel é tranqüilo. O salmista Davi disse, no seu salmo de numero 4, verso 8: “Em paz me deitarei e

 

dormirei, pois só tu, ó Senhor, me faz repousar em segurança”. Pedro sabia disso! Certamente ele conhecia o salmo 127:2 que diz: “O Senhor dá aos seus amados enquanto dormem!”.

Quando somos justificados pelo Senhor, pode o inferno se levantar contra nossas vidas, contra nossas famílias, contra nossos ministérios, mas o Senhor nos dá a vitória enquanto dormimos. Não precisamos levantar uma palha, apenas descansar no Senhor e entregar tudo nas mãos Daquele que nos amou primeiro.

Pedro recostou-se e dormiu sentado, sobre a sua capa, algemado à dois guardas que estavam em pé ao seu lado, um à direita e outro à esquerda. Posso até imaginar a oração de Pedro antes de dormir: “Senhor, se tu não me livrares nesta noite da morte, glorificarei o teu nome com ela então, mas jamais te negarei novamente!”. O crente fiel é absolutamente seguro da sua fé e inabalável quanto à sua salvação!

DEUS DEU O LIVRAMENTO À PEDRO ENQUANTO ELE DORMIA!

(7-11) Eis, porém, que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz iluminou a  prisão; e, tocando ele o lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa! Então, as cadeias caíram-lhe das mãos. Disse-lhe o anjo: Cinge-te e calça as sandálias. E ele assim o fez. Disse-lhe mais: Põe a capa e segue-me. Então, saindo, o seguia, não sabendo que era real o que se fazia por meio do anjo; parecia-lhe, antes, uma visão. Depois de terem passado a primeira e a segunda sentinela, chegaram ao portão de ferro que dava para a cidade, o qual se lhes abriu automaticamente; e, saindo, enveredaram por uma rua, e logo adiante o anjo se apartou dele. Então, Pedro, caindo em si, disse: Agora, sei, verdadeiramente, que o Senhor enviou o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de toda a expectativa do povo judaico.

Se você é fiel ao Senhor, não temas! Deus dá aos seus enquanto dormem! EM QUAL SONO VOCÊ ESTÁ?

No sono do crente rebelde? No sono do crente desviado? No sono do crente fiel?

 

Saiba que o Senhor o ama e dá aos seus enquanto dormem…

 

MAS SE VOCÊ ESTÁ DORMINDO NA PRESENÇA DO SENHOR, e deixando

a vida acabar aos poucos… então fique com este versículo:

 

Efésios 5:14 Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará.

 

FONTE : 80 ESBOÇO DE PREGAÇAO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *