Lucas 14.16-24

Certo homem estava preparando um grande banquete e convidou
muitas pessoas.
Na hora de começar, enviou seu servo para dizer aos que haviam sido
convidados: “Venham, pois tudo já está pronto”.
Mas eles começaram, um por um, a apresentar desculpas. O primeiro
disse: “Acabei de comprar uma propriedade, e preciso ir vê-la. Por favor,
desculpe-me”.
Outro disse: “Acabei de comprar cinco juntas de bois e estou indo
experimentá-las. Por favor, desculpe-me”.
Ainda outro disse: “Acabo de me casar, por isso não posso ir”.
O servo voltou e relatou isso ao seu senhor. Então o dono da casa irouse
e ordenou ao seu servo: “Vá rapidamente para as ruas e becos da cidade
e traga os pobres, os aleijados, os cegos e os mancos”.
Disse o servo: “O que o senhor ordenou foi feito, e ainda há lugar”.
Então o senhor disse ao servo: “Vá pelos caminhos e valados e obrigueos
a entrar, para que a minha casa fique cheia”.
Eu lhes digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu
banquete.

Explicação: O Reino de Deus é apresentado como banquete em que
Deus reúne os seus convidados. Ainda que os representantes oficiais e os
habituados à religião recusem o convite, dando mais importância aos seus
próprios afazeres, o Reino permanece aberto para aqueles que comumente
são julgados como excluídos: os marginalizados da sociedade e da religião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *