F undada pelo pregador de cura divina W illiam M arrrio n B ranham , esta igreja com eçou
com o um m inistério ortodoxo, m as, ao longo do tem po, teve suas d outrinas distorcidas. B ranham ,
tanto em vida quanto depois de m orto, era endeusado p o r seus seguidores. Sua m orte ocorreu em
1965, quando foi atropelado p o r um m otorista bêbado. E nquanto algum as pessoas aguardavam
sua ressurreição, outras lhe edificaram um santuário em form a de pirâm ide. B ranham foi identificado
com o “o profeta da Era” e com o “aquele que cum priu Apocalipse 10.7”.
C o n trarian d o M arcos 13.32, W illiam B ranham disse que o fim do m u n d o ocorreria em
1977. E foi m ais longe ao alegar que, em bora não pudesse prever o dia e a hora, podia, no en tan ­
to, profetizar o ano e o mês. Seu único objetivo era contradizer o ensino bíblico. Depois, seu sucessor,
na tentativa de desculpar a falsa profecia, disse que naquele ano se iniciava um novo perí­
odo para a Igreja.
Assim com o em qualquer grupo genuinam ente evangélico a Bíblia é considerada a única e
infalível Palavra de Deus, no Tabernáculo da Fé as afirm ações de W illiam B ranham tam bém são
consideradas verdadeiras profecias. Seu livro Lassiete edades de la Iglesia é lido e aceito com a m esm
a referência que a Bíblia. Segundo esse livro, D eus disse a B ranham que ele era João Batista, enviado
ao m u n d o para preparar o cam inho para o reto rn o do Senhor.
Nega a d o u trin a da Trindade. O u seja, é unicista em seus princípios. Pai, Filho e Espírito Santo
seriam apenas nom es diferentes de um m esm o Ser. E chega a identificar a m arca na testa de que
fala Apocalipse 13.16 com a crença na d o u trin a da Trindade. A m arca na m ão seria a obediência às
dem ais Igrejas, o que m anifesta claram ente seu caráter proselitista. Por causa disso, seu batism o é
apenas em nom e de Jesus, negando, dessa form a, a fórm ula batism al de M ateus 28.19.
W illian Soto Santiago, o sucessor de W illiam B ranham , reivindicou as m esm as m anifestações
divinas para si e se intitulou com o “a voz da pedra”. O u seja, Jesus é a pedra angular e ele, a
voz da pedra.

FONTE: APOLOGETICA ICP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *