A Bíblia ensina muito sobre o quanto é abominável procurar sabedoria em alguém outro senão o verdadeiro Deus.  Tal prática é tida como rebelião (I Sam 15:23).  Podemos tomar a Bíblia como a única e suficiente regra de fé e ordem e veremos o que diz a Bíblia sobre esse assunto tão popular, ou seja, a magia e suas derivações.  Quais abominações são praticadas pela magia, e o que diz a Bíblia a seu respeito?

 

EM DEUTERONÔMIO 18:9-14

 

Adivinhadores

(Deut 18:10, 14; falam mentiras, Zacarias 10:12) – em hebraico significa: 1)  praticar adivinhação, adivinhar (inglês: divination, Online Bible – diviners, #7080, Strong’s).  Em português significa: adivinhação 1. Ato ou efeito de adivinhar (1 e 6) (adivinhar – 1. Conhecer ou descobrir, por meios sobrenaturais ou artifícios hábeis, o que está oculto em (passado, presente ou futuro), 6. Predizer, profetizar, vaticinar) (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Agoureiro

(Deut 18:10; Jer 27:9), agoureira (Isa 57:3).  Em Hebraico significa 1) praticar adivinhação, adivinhar, observar sinais, aprender pela experiência, observar diligentemente, predizer o futuro, aceitar como agouro 2) observar os sinais ou agouros (inglês: enchanter, #5172 Strong’s).  Em português significa: agoureiro S.m. 4. Indivíduo que vaticina males de desgraças. 5. Aquele que agoura; adivinho, áugure. 6. Áugure (1) 1. Sacerdote romano que tirava presságios do canto e do vôo das aves; agoureiro (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Consultor de espírito adivinhador

(Deut 18:11).  Em hebraico significa: 1) pedir, indagar, tomar emprestado, mendigar 2) pedir em favor 4) indagar ou consultar (uma deidade ou oráculo) (inglês: consulter, #7592, Strong’s).  Em português significa: consultar V. t. d. 1. Pedir conselho, opinião, instrução, parecer, a: 2. Procurar informar-se de alguma coisa por meio de 3. Sondar, examinar, antes de decidir 4. Dar ou apresentar a sua consulta ou parecer sobre (algum assunto). V. t. d. e i. 5. Pedir instrução, conselho, parecer (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Consultor dos mortos

(Deut 18:11).  Em hebraico significa: procurar com diligencia em adoração ou oração deidades pagãs, necromantes, (inglês: necromancer, #1875, Strong’s).  Em português significa: necromante  1. Pessoa que pratica a necromancia. 2. Pessoa que invoca os mortos (Dicionário Aurélio Eletrônico).  O necromante tem por hábito invocar os mortos, mas não somente é ele tem essa prática.  A consulta dos mortos é obra de feitiçaria (veja I Sam 28:7), por isso Saul procurou uma mulher que tinha espírito de feiticeira (pitonisa) que em hebraico significa necromancia (#178, Strong’s).

Encantador

(Deut 18:11).  Em hebraico significa: 1) unir ou juntar, ser compacto, ser um encantador  2) fazer laços com encantos mágicos 1e) promover alianças ou formar confederação  (inglês: charmer, #2266, Strong’s).  Em português significa: encantador Adj. 1. Que faz encantamentos; mágico. 2. Que atrai, arrebata; sedutor: mulher fascinante, encantadora. S. m. 4. Aquele que faz encantamentos; mágico (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Fazer passar alguém pelo fogo

(Deut 18:10; 12:31).  Em hebraico significa: provocar alguém atravessar  um fogo literal (#5674, #784, Strong’s).  Este ritual era dedicado ao deus pagão Moleque, o para qual foram feitas várias fogueiras entre as quais uma criança, como ritual de introdução àquela crença pagã, era guiada por um sacerdote para que tornasse devota àquele deus.  Depois da cerimônia, freqüentemente as crianças eram marcadas com fogo para que fossem identificadas como sendo daquele deus especificamente (Gill, Online Bible, comentário de Deut 18:10). Em comentário a Deut 12:31, John Gill descreve a tradição dos pagãos Cartagineses (África do norte) que não apensas queimavam os adultos e as crianças como também os sacrificavam jogando-os ao próprio fogo.  Os Cartagineses, como é relatado, aprenderam esse ritual dos Fenícios que sacrificavam os jovens a Saturno.

Feiticeiro

(Deut 18:10).  Em hebraico significa: 1) praticar feitiçaria ou bruxaria 1a) aquele que faz tal prática (inglês: witch, #3784, Strong’s).  Em português significa: feiticeiro S. m. 1. Aquele que faz feitiço; bruxo, mago. 2. Homem que encanta, seduz, atrai. Adj. 3. Que faz feitiços. 4. Agradável, encantador, sedutor (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Mágico

(Deut 18:11).  Em hebraico significa: 1) um conhecedor, alguém que tem um espírito adivinhador 1a) necromante (inglês: wizard, #3049, Strong’s).  Em português significa: mágico Adj. 1. Respeitante à magia. 2. Extraordinário, sobrenatural, fantástico.3. Encantador, delicioso, fascinante, mago. S. m. 4. V. mago (3). Verbete: mago S. m. 3. Homem que pratica a magia (1). [Sin., nesta acepç.: feiticeiro, bruxo, mágico (bras., N.), juremeiro e (impr.) necromante e nigromante.] (Dicionário Aurélio Eletrônico).  Existe uma outra palavra hebraico usada para ‘mágico’, que é #2748 e significa 1a) aquele que esculpe ou escreve (somente no sentido de um possesso com um conhecimento oculto – Strong’s). Referências a esse uso são Gen. 41:8; Êx. 7:11, 22; 8:7, 18 e Dan 2:2.  ‘Mágicos’ ou ‘magos’ no Novo Testamento vem da palavra grega #3097 (magoj) 1) a magus 1a) nome dado pelos Babilônios (Caldeus), Medos, Pérsios, e outros povos a homens sábios, professores, sacerdotes, astrólogos, profetas, interpretadores de sonhos, agoureiros, adivinhadores, etc. 1b) homens orientais (astrólogos) que, ao descobrir o aparecimento de uma estrela espetacular no céu, seguiram-na e foram levados ao Messias, que tinha acabado de nascer em Jerusalém, e, lá, eles O adoraram 1c) falso profeta ou mágico, feiticeiro (Strong’s).  Aqui incluem-se os magos sábios de Mateus 2:1-12, o falso mágico Simão e o mágico de Atos 8:9-11 que iludiu o povo por muito tempo com artes magicas, e, Elimas, o falso profeta (falso por ser um mágico diabólico)  de Atos 13:6 que era denominado “filho do diabo” e “cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça” (Atos 13:10). .

Prognosticadores

(Deut 18:10, 14) – em hebraico significa: 1) fazer aparecer, produzir, trazir (nuvens) 2) conjurar 3) observar tempos, praticar adivinhação 2a) praticar espiritismo ou magia ou o feitiçaria com ou sem agouros 2b) adivinho, encantador, agoureiro, profeta, bárbaro (Online Bible – observer of times, #6049, Strong’s).  Em português significa: prognosticar V. t. d. 1. Fazer o prognóstico de; predizer, pressagiar, profetizar, conjecturar (Dicionário Aurélio Eletrônico)

 

EM ISAÍAS 47:13

Agoureiro dos céus

(Astrólogos) (Isa 47:13). Em Hebraico significa: 1) (Qal) dividir 1a) ser um astrólogo (usando os objetos dos céus) (Online Bible, inglês: Astrologer, #1895, Strong’s). Em português significa: astrologia S. f. 1. Estudo e/ou conhecimento da influência dos astros, especialmente dos signos, no destino e no comportamento dos homens; uranoscopia (Dicionário Aurélio Eletrônico).  Revistas que trazem informações advindas do zodíaco e o horoscópio evidenciam claramente de que se trata o trabalho de quem pratica tais ciências.

Contempladores dos astros

(Isa 47:13).  Em hebraico significa: 1) vidente 1b) visão (Online Bible, inglês: stargazers, #2374, Strong’s). Em português significa: contemplador Adj. 1. Que contempla; contemplante. S. m. 2. Aquele que contempla (Dicionário Aurélio Eletrônico), os astros.

Prognosticadores das luas novas

(Isa 47:13). Em hebraico significa: #3045 saber pela lua nova, ou pelo mês lunar (Online Bible, inglês: monthly prognosticators, #2320 e #3045, Strong’s). Em português: ver prognosticador.

 

EM JEREMIAS 27:9

Encantadores (Jer 27:9).

Em Hebraico significa: 1) mágico ou feiticeiro (Online Bible, inglês: sorcerer, #3786, Strong’s).  Em português significa: encantador Adj. 1. Que faz encantamentos; mágico. 2. Que atrai, arrebata; sedutor: mulher fascinante, encantadora. S. m. 4. Aquele que faz encantamentos; mágico (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Os que sonham

(Jer 27:9). Em Hebraico significa: 1) sonho, ordinário ou com significado profético (Online Bible, inglês: dreamer, #2472, Strong’s).  Em português significa: sonhador 3. Aquele que sonha; devaneador (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Profetas dos homens

(Jer 27:9). Em hebraico significa: 1) porta-voz, quem fala, profeta (verdadeiro ou não) : (Online Bible – inglês: prophet, #5030, Strong’s). Em português significa: profeta 1. Indivíduo que prediz o futuro. 2. P. ext. V. adivinho. [Fem., nessas acepç.: profetisa.] 3. Título que os muçulmanos dão a Maomé (Dicionário Aurélio Eletrônico).

 

EM DANIEL 2:2

Astrólogos

(Dan 2:2).  Em hebraico significa um necromante, ou quem conjectura, um astrólogo, encantador, exorcista ou esconjurador (# 825, Strong’s).  Em português essa palavra ‘astrólogo’ significa simplesmente aquele que pratica a astrologia (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Caldeus

(Dan 2:2).  São 1) o povo da Caldeia, na Mesopotâmia perto do Golfo Pérsico.  A região ou o povo da região 2) as pessoas consideradas mais sábias na terra (#3778, Strong’s).  Os Caldeus que o Rei Nabucodonosor chamou eram os que tinham aprendido a arte abominável de julgar as ações pela astrologia. Na Caldéia se originaram muitas obras das trevas (Gill, Online Bible, comentário de Dan 2:2).

 

 

 

 

EM VÁRIAS OUTRAS REFERÊNCIAS

Idolatria

(Zacarias 10:2; I Cor 10:19-22; Gal 5:20; Apoc 9:20; 13:15).  Em hebraico significa: 1) idolatria, ídolos, imagens, terafim (ídolos pequenos para uso familiar 1a) um tipo de ídolo usado em uma capela doméstica para adoração (Online Bible, inglês: idols, #8655, Strong’s). Em grego significa: 1) uma imagem, semelhança 1a) i.e. qualquer coisa que representa a forma de um objeto, real ou imaginário  1b) palavra usada para representar o ser dos mortos, aparições, fantasmas da mente, etc. 2) a imagem de um deus pagão 3) o deus pagão (Online Bible, inglês: idol, #1497, Strong’s).  Em português significa: idolatria S. f. 1. Culto prestado a ídolos. (Dicionário Aurélio Eletrônico).

Videntes – Profetas

(I Sam 9:9).  Em hebraico a palavra ‘vidente’ significa: perceber, fiscalizar, ver (#7200).  Em hebraico a palavra ‘profeta’ significa: porta-voz, orador falso ou verdadeiro (#5030, Strong’s).  Para saber se um profeta era de Deus ou não ele precisava passar por provas (Deut 18:22).  A Bíblia traz exemplos de profetas bons (II Cron. 33:18; Jer 28:9) e profetas maus (Miquéias 3:7).

 

Pelo estudo bíblico concluímos que, quando não é evidente de origem do Deus verdadeiro, tais obras são, exclusivamente, da carne (Gal 5:19-21) e tem suas origens no espírito da maldade, ou seja, em Satanás (João 8:44; Atos 13:10; Efés 6:12).  As obras da magia são abomináveis ao Senhor (Deut 18:12), cobiçam contra o Espírito Santo (Gal 5:17) e perturbam os retos caminhos do Senhor (Atos 13:10).

 

Tendo suas origens em Satanás evidentemente as obras da magia são inferiores à pessoa e à obra de Deus (Isa 44:25; 47:14: Dan 1:20; 2:27, 28; Rom 8:38,39; I João 4:4).  Justamente por não serem o que agradam o Senhor Deus elas provocam a Sua ira (II Cron. 33:6; Atos 13:11).  Os Cristãos não devem se entregar a curiosidade ou brincarem com tais abominações, pois como podemos nos manter limpos (Naum 3:3,4; Apoc 2:21,22) nos associando na mente e na prática daquele que é maldito e destinado a um fim terrível (I Cor 6:16; II Cor 6:14-15; Apoc 9:20, 212; 21:8; 22:15)?  Verdadeiramente, pela magia e companhia serem contra o Senhor Deus, é necessário, para os que querem manter um testemunho limpo e puro, uma boa distância de obras malignas (Deut 18:9-14).  Lembremo-nos da atitude divina sobre os que praticam abominações (Êx. 22:18; Lev 20:27; Naum 5:11-15; Isa 47:14).  A instrução do sábio é de desviar-se do homem insensato (Prov. 14:7), não participar com ele e não ser curioso quanto a sua obra má.

 

A defesa que o Cristão verdadeiro tem contra as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais é guardar o seu pensar (Fil. 4:6-8), ter cuidado com quem se associa (II Cor 6:14-18) e resistir as tentações sempre procurando o escape divino (I Cor 10:13).  Aquele que quer ter a vitória para a glória de Deus deve manter-se firme na fé (I Pedro 5:8,9), ou seja, sujeito a Deus (Tiago 4:7-9).  Não encontramos, na Bíblia, instruções que nos instruem a lutar contra os espíritos malignos, e nem expulsá-los (Judas 1:9).  Chegai-vos a Deus é a instrução divina para o fiel servo de Deus (Tiago 4:8,9).

 

O homem que insiste em andar na confiança do que vê, pelo que se entende pela pura lógica ou pelo que sente, certamente andará segundo as obras abomináveis da carne.  Viver pela fé não é aquela caminhada pela vista (II Cor 4:18; Heb 11:1) nem pelo sentimento (II  Pedro 1:16-19).  Veja o exemplo do Faraó que confiava apenas no que ele podia ver, raciocinar e sentir (Êx. 7:22; 8:7, 18; 12:29,30).  Aquele que confia no seu próprio coração é um insensato (Prov. 28:26).

 

O deus deste século, que é Satanás, tem a obra de cegar os que não crêem na verdade (Êx. 7:20-22; II Cor 4:4).  Se você é um daqueles que desejam ser livres do poder de Satanás e do pagamento eterno dos seus pecados, corra ao Senhor Deus, clamando pela sua misericórdia, e creia de coração no sangue de Jesus Cristo como Seu Salvador (Mat. 11:28-30; I Cor 15:55-57).

 

 

 

Bibliografia:

 

BÍBLIA SAGRADA. São Paulo, Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, 1994.

CONCORDÂNCIA FIEL DO NOVO TESTAMENTO. São José dos Campos, Fiel, 1994.

GILL, John, Commentary on the Whole Bible. Online Bible, Ver 7.05, Canada, 1998.

PIETZXCHKE, Fritz, Novo Dicionário Ilustrado Inglês – Português/Português- Inglês.  São Paulo,  Melhoramentos, 23. ed. s.d.

STRONG, James LL.D., S.T.D. Strong’s Concordance of the Whole Bible. Canadá, Online Bible, Ver 7.05, 1998.

 

O QUE A BÍBLIA DIZ ÀCERCA DO OCULTO

 

A Bíblia é o único livro que tem autoridade para esclarecer este assunto, porque é a Palavra de Deus.

 

Muitas pessoas têm os seus pontos de vista àcerca do oculto e acham muitas coisas. Mas vamos ver o que a Bíblia diz.

 

Deus criou todas as coisas e entregou tudo nas mãos do homem. Satanás enganou o homem, que de sua livre vontade virou as costas a Deus e fez-se a si mesmo escravo do pecado, dominado por satanás.

 

Deus decidiu ajudar a humanidade enviando ao mundo o Seu único Filho, Jesus Cristo.

 

Jesus já fez tudo o que era preciso para nós sermos salvos. E a própria Bíblia dá testemunho disto:

 

Actos 4:12 – “E não há salvação em nenhum outro, pois não há debaixo do céu qualquer outro nome dado aos ho-mens que nos possa salvar”.

 

Mais uma vez, veio satanás, para voltar a enganar o homem com religiões, filosofias, avareza, sinais sobrenaturais ligados com bruxaria e espiritismo, etc. Leva as pessoas a acreditar piamente que estão a servir a Deus, e que vão pelo caminho verdadeiro, “porque todas as religiões vão dar a Deus”.

 

Ao homem foi dada uma vontade própria. Não está nas mãos de Deus, nem de satanás, decidir o rumo da vida do homem. Antes, cabe a ele escolher: seguir Jesus, ou seguir satanás.

 

COMO SATANÁS ENGANA O HOMEM

 

O ser humano é curioso por natureza e gosta de se envolver com coisas do oculto. O propósito do oculto é manifestar o poder sobrenatural para atrair a atenção das pessoas.

 

As obras do oculto são o assunto mais reprovado pelas Escrituras quer no Velho Testamento como no Novo Testamento.

 

O Velho Testamento (Deuteronómio 7:25-26) fala-nos das abominações e de como Deus rejeita essas coisas.

 

“Queimarás no fogo as imagens dos seus deuses. Não cederás à tentação de ficares com a prata e com o ouro que as cobre, porque isso origina a tua ruína, e são uma abominação para o Senhor teu Deus… Detestá-la-ás e afastá-la-ás com horror”.

 

“Maldito o homem que faz uma estátua esculpida ou fundida, objecto abominável ao Senhor ” (Deuteronómio 27:15)

 

Satanás opera por detrás de toda a idolatria, para enganar as pessoas e afastá-las, cada vez mais, do verdadeiro caminho, que é Jesus.

 

“… nada disto compreendem os que conduzem em procissão o seu ídolo de madeira e dirigem as suas orações a um deus que não pode salvar” (Isaías 45:20).

 

Deus declara que o culto a imagens é culto a demónios.

 

“… a carne sacrificada aos ídolos é alguma coisa? Ou o ídolo é alguma coi-sa? Pelo contrário, digo-vos que os que sacrificam, sacrificam aos demónios e não a Deus, e Eu não quero que vós tenhais parte com demónios” (I Corínti-os 10: 19-20).

 

AS OBRAS DO OCULTO

 

Hoje já não é como nos tempos em que a Bíblia foi escrita. Naquele tempo chamavam-se bruxas, astrólogos, feiticeiros, videntes etc. Hoje são poucos os que têm estes nomes, mas por detrás da camuflagem de Professor, Doutor Ervanário e outros, as suas obras continuam a ser as mesmas. Mas a Bíblia continua a chamar tais pessoas de: bruxos, feiticeiros e mágicos. Pensando que servem a Deus (alguns), têm comunhão com demónios.

 

ALGUNS TERMOS DO OCULTISMO E SEUS SIGNIFICADOS:

Bruxaria

 

Curandeiros em oculto.

 

Espiritismo

 

Sistema doutrinal que pretende pôr os homens em contacto com os espíritos dos mortos.

 

Astrologia

 

Suposta arte de ler o futuro e o destino através dos astros.

 

Feitiçaria

 

Emprego de feitiços, encanto e sedução.

 

Cartomancia

 

Adivinhação do destino, pela leitura de cartas.

 

Magia

 

Religião e sortilégio de magos; utilizando propriedades da matéria (magia branca) ou fazendo interferir poderes demoníacos (magia negra).

 

ALGUNS EXEMPLOS DE SEITAS, SÍMBOLOS DE FEITIÇARIA, IDOLATRIA E DO OCULTO:

 

  • Cobras,
  • Rãs,
  • Budas,
  • Deuses de felicidade,
  • Ferraduras, unhas, figas,
  • Saquinhos com ossos, areia, alho…
  • Bocados de Cabelo …

 

Tudo isto é conhecido nos dias de hoje, mas vejamos o que a Bíblia diz dos falsos e verdadeiros profetas.

 

A Bíblia exorta-nos a não crermos em toda a gente, mas para vermos se o espírito é de Deus. Há um ditado que diz: “nem tudo o que luz é ouro”. A questão é: “como é que eu posso provar os espíritos, saber se são de Deus ou não”?

 

I João 4-1: “Amados, não creais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo”.

 

A resposta é simples, pela Palavra de Deus. A Palavra de Deus é o guia, a chave, a solução. É por ela que nós vamos saber. Há muita gente que diz coisas em Nome de Deus e quando vamos à Bíblia, não encontramos lá nada disso que proferem.

 

Como é que nós devemos saber se isto que está aqui é verdadeiro ou falso? Se estamos a falar verdade ou mentira?

 

Quando as pessoas não fazem o que a Bíblia diz, não se vê nada de Deus acontecer nas suas vidas. Elas teimam em afirmar que falam ou fazem práticas a favor e em nome de Deus! Decerto, se passa algo de errado com elas. A Bíblia ensina-nos: “pelos seus frutos os conhecereis”.

 

Se estiver num grupo onde se fala muito em Deus e do Nome de Jesus mas falam de tudo menos do que está na Bíblia – inventam-se histórias e os sinais de Marcos 16 não acontecem – pela Palavra de Deus chamamo-los de falsos. E Deus nos diz: “acautelai-vos dos falsos profetas”. Aquilo que um homem de Deus diz tem que vir na Bíblia – a Palavra de Deus. Fora dela está tudo errado. Agora surge a pergunta: – « No espiritismo expulsam demónios? – Não. Entregam a vida a Jesus e recebem-no como seu Senhor e Salvador? – Não. São batizados no Espírito Santo e falam em línguas? – Não.»

 

Nós não estamos a querer ridicularizá-los. Durante muitos anos a Igreja de Jesus andou a fazer o que era errado. Entretanto, as pessoas continuavam a desejar e a procurar o sobrenatural. Porém, noutros sítios. Então o diabo aproveitou-se e deu-lhes o sobrenatural. Como essas pessoas não sabem melhor, pensaram que esse sobrenatural era de Deus. Não liam a Bíblia. Mas hoje quero que saibam que há o sobrenatural de Deus e o do diabo. O sobrenatural de Deus é superior ao do diabo.

 

Mas eis a solução de tudo: Se estivermos numa Igreja onde os bêbados se convertem, deixam os vícios e começam a viver condignamente; as prostitutas se convertem e se transformam em pessoas decentes; os drogados se convertem e são libertos pelo Poder de Deus; as pessoas são libertas de demónios ou os doentes são curados, essa é a Igreja de Jesus ( Pelos seus frutos os conhecereis ).

 

 

 

 

A CONSULTA AOS MORTOS

No Velho Testamento

 

No espiritismo ensinam a comunicar com os mortos, com os espíritos e sobre a reencarnação. Vamos ver o que a Bíblia diz em Deuteronómio 18: 9-12:

 

” Quando chegarem à terra prometida, tomem cuidado! Não vão ficar corrompidos pelos horríveis costumes dos po-vos que vivem actualmente lá!

 

Não haja ninguém no meio de ti que faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha; ou se dê à prática de encantamentos, ou se entregue à leitura dos astros, à adivinhação ou à magia, ao feiticismo, ao espiritismo, aos sortilégios ou à evocação dos mortos. Porque o Senhor abomina aqueles que se entregam a semelhantes práticas”.

 

Em II Crónicas 10:13, 14 (Bíblia Viva), podemos ler que Deus irritou-se com o rei Saúl, por ele ter ido consultar uma adivinhadora. Deus proíbe o espiritismo, pelos frutos que dele conhecemos.

 

“Saúl morreu porque tinha desobedecido ao Senhor e porque tinha consultado um médium, em vez de pedir a orientação de Deus.”

 

A idolatria, a feitiçaria, o espiritismo e os adivinhadores irritam a Deus.

 

II Reis 21:2-6 – “E fez o que parecia mal aos olhos do Senhor, conforme as abominações dos gentios que o Senhor desterrara de suas possessões de diante dos filhos de Israel.

 

Porque tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai, tinha destruído, e levantou altares a Baal, e fez um bosque como o que fizera Acabe, rei de Israel, e se inclinou diante de todo o exército dos céus, e os serviu.

 

E edificou altares na casa do Senhor, de que o Senhor tinha dito: Em Jesrusalém porei o meu nome.

 

Também edificou altares a todo o exército dos céus em ambos os átrios da casa do Senhor.

 

E até fez passar a seu filho pelo fogo, e advinhava pelas nuvens, e era agoureiro, e instituíu adivinhos e feiticeiros: e prosseguiu em fazer mal aos olhos do Senhor, para O provocar à ira.”

 

II Reis 21:10-16 – “Então o Senhor falou por intermédio dos profetas: Visto que o rei Manassés fez estas coisas más e ele é mais perverso que os amorreus que estiveram nesta terra há muitos anos, e visto que ele levou o povo de Judá a praticar a adoração de imagens: vou trazer males tão grandes sobre Jesrusalém e Judá, que os ouvidos que ouvirem a respeito desses males vão tinir de horror. Farei com que os reis de Israel conquistem Jerusalém e eliminarei Jerusalém como um homem limpa um prato e depois o vira de boca para baixo, para secar. E rejeitarei mesmo aqueles poucos que restarem do meu povo, e os entregarei nas mãos dos seus inimigos. Pois eles fizeram perante mim o que era mau, e provocaram a minha ira desde que tirei os seus pais do Egipto” (Bíblia Viva).

 

Além da adoração de imagens, que é uma prática que Deus não tolera e que Manassés levou o povo a cometer, ele assassinou um grande número de pessoas inocentes. E Jerusalém, desde uma porta até à outra, estava cheia dos corpos das suas vítimas.

 

Hoje, infelismente, também existem pessoas que levam outras a prestarem culto a imagens. Um dia, vão ter que dar contas a Deus, pelas coisas que andam a fazer.

 

Feitiçaria E Magia

 

II Reis 23: 4-5 – “E o rei mandou ao sumo sacerdote Hilquias, e aos sacerdotes da segunda ordem, e aos guardas do umbral da porta, que se tirassem do Templo do Senhor todos os vasos que se tinham feito para Baal, e para o bosque, e para todo o exército dos céus; e os queimou fora de Jerusalém, nos campo de Cedrom, e levou as cinzas deles a Betel.

 

Também destituíu os sacerdotes que os reis de Judá estabeleceram para incensarem sobre os altos nas cidades de Judá, e ao redor de Jerusalém, como também os que incensavam a Baal, ao sol, e à lua, e aos mais planetas, e a todo o exército do céus”.

 

Quando este rei descobriu a maldade daqueles homens pegou neles e matou-os. Sabe qual é a sorte dos bruxos e dos feiticeiros? É que Jesus já os perdoou. Ele veio ao mundo e morreu na Cruz – trouxe-lhes o perdão. Antes de Jesus vir à terra a ordem que havia era de matá-los. Hoje, Jesus está à espera que eles se arrependam de levar as pessoas ao caminho da perdição, da morte eterna. Estamos a falar de vida ou de morte.

 

Este rei fez o que era bom. Depois de encontrar a Palavra de Deus e ver qual era a vontade de Deus, andou a destruir todas as capelinhas. Ensinou o povo, acabando com as bruxas, derribando as casas de prostituição; exterminando os médius, feiticeiros, etc, pois queria seguir tudo o que tinha encontrado na Bíblia.

 

Vejam ao ponto que este povo chegou: tinham a Bíblia e estiveram anos e anos sem que ninguém a lesse. E é isso que vemos em muitas Igrejas. Lêem outros livros e não a Bíblia. Mas Glória a Deus que Ele está a levantar um povo que leva a Bíblia a todos os povos, que não tem medo das opiniões dos outros que também se hão-de converter.

 

No Novo Testamento

 

Jesus nos adverte do seguinte: “largo é o caminho que nos leva à perdição”. Há muitos caminhos no mundo. Há pessoas que buscam dinheiro e fama, querem ser importantes, querem ser vistos. Há muitos caminhos, mas todos levam à perdição, ao engano e à cegueira. Há só Um que leva à vida eterna. É Jesus.

 

I João 4-1 “Amados, não creais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo”.

 

Mateus 7:13-15 – “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que o encontrem. Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.”

 

Mateus 7:16-18 – “Pelos seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.”

 

Como vimos em Mateus 7:13, são muitos os caminhos que os homens apresentam para se chegar ao céu, mas Deus o Pai, preparou apenas UM CAMINHO, o Seu Filho Jesus Cristo.

 

A não ser que se encontre na Bíblia, não devemos seguir idéias de homem algum. Por exemplo, àcerca da Reencarnação, o que é que Deus diz?

 

ÀCERCA DA REENCARNAÇÃO

 

Algumas pessoas pensam que uma pessoa, depois de morrer, volta várias vezes ao mundo e que se purifica cada vez que cá vem. Olhe para o mundo lá fora e veja como é que ele está! Cada vez pior! Cada vez se faz mais mal uns aos outros! Se esta doutrina

fosse verdadeira, o mundo estaria a caminhar para melhor. A consumação da reencarnação não existe. O diabo sabe imitar vozes. Ele é o imitador. Veja Hebreus 9:27:

 

” E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o Juizo “.

 

Os mortos não andam por cá a passear estilo balão. As pessoas por vezes dizem: “mas eu fui a um sítio e eles disseram-me coisas que eram verdade”. Claro! O diabo está cá, há muitos séculos, e anda a ver o que é que você faz. O que ele quer é enganar as pessoas. Vejamos o que Jesus diz em Lucas 16:19-26:

 

“Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finissimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente. Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele. E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas. E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico e foi sepultado. E no Hades ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama. Disse, porém, Abraão: Filho,

lembra-te que recebeste os teus bens em vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado. E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quiserem passar daqui para vós não poderiam, nem tão pouco os de lá passar para cá”.

 

A lição a tirar daqui é muito simples: uma pessoa quando morre não fica cá na terra; ou vai para um sítio ou vai para outro e de lá nunca mais sai. Coitados daqueles que vão para o lugar errado! Quão terrível vai ser!

 

A Bíblia diz que uma vez que a pessoa vai para o céu nunca mais sai de lá, e uma vez que a pessoa vai para o inferno também nunca mais sai de lá.

 

Não há reencarnação. Os espíritos não voltam à terra. Não pode haver comunicação com os mortos. As pessoas não estão a comunicar com os mortos mas com demónios, que falam e depois fazem todo o tipo de males às pessoas.

 

O QUE TRAZ AS PESSOAS AO OCULTO

 

  • Procura de Poder
  • Procura de Fama (Conjuntos Rock)
  • Procurar Controlar Outros – nos negócios, em famílias (o casarem com quem eles querem); na separação de casais; na manipulação a nível de Partidos e Governos
  • Amaldiçoar quem se lhes oponha
  • Contactar entes já falecidos

 

Temos a história de uma senhora que foi consultar uma “medium” para poder contactar o seu falecido marido. Depois da médium fazer as suas práticas, ouviu-se uma voz igualzinha à do marido, falando de coisas que só os dois sabiam. A senhora convenceu-se de que era o marido e fez tudo o que a médium mandou. Resultado: começou a sofrer grandes opressões: ouvia vozes e caía no meio da rua, descontrolada. Mais tarde, alguém lhe falou de Jesus. Entregou a vida a Jesus. Tudo foi quebrado e renunciado e ela ficou liberta.

 

Isaias 8:19 – “Quando vos disserem: consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram entre dentes: – não recorrerá um povo ao seu Deus? a favor dos vivos interrogar-se-ão os mortos?”

 

II Reis 22:17- queimaram incenso a falsos deuses

 

SOLUÇÃO

 

Quando uma pessoa se envolve nestes caminhos do Oculto, satanás fica com direito sobre a vida dessa pessoa e mais cedo ou mais tarde, ele vai cobrar-se dos favores que lhe andou a fazer. A pessoa tem que decidir: continuar a pedir favores a satanás ou seguir a Jesus. A escolha é pessoal!

O QUE FAZER PARA SE LIBERTAR DO OCULTO

1º) Arrependa-Se

 

“E muitos dos que tinham crido vieram confessar e declarar as suas práticas. E muitos dos que se tinham dedicado à magia trouxeram os seus livros e queimaram-nos diante de todos” (Actos 19:18-20)

 

Devemos fazer o mesmo que estes irmãos fizeram.

 

  1. a) Reconheça e Confesse o seu Pecado Diante de Deus

“Se confessarmos os nossos pecados Ele é fiel e justo para nos perdoar, e nos purificar de toda a injustiça” (I João 1:9)

  1. b) Deixe o seu Pecado Diante de Deus

” Deixe o ímpio os seus caminhos e o pecador os seus projectos; volte-se para o Senhor, que terá piedade dele, para o nosso Deus que é generoso em perdoar ” (Isaías 55:7)

  1. c) Deite fora os Símbolos de Bruxaria
  2. e) Renegue a esses envolvimentos
  3. f) Rejeite satanás

2º) Rasgue Os Pactos Com Satanás

 

Depois de dizer a Deus que nunca mais se envolverá com o oculto, rasgue esses compromissos ou pactos que tinha com o diabo, usando a autoridade investida no Nome de Jesus.

 

Se você ainda não conhece Jesus como seu Senhor e Salvador, quer conhecê-Lo agora e entregar-Lhe a sua vida, faça comigo esta oração dizendo:

 

“ Ó Deus eu venho a Ti no Nome de Jesus, pois a Tua Palavra diz, o que vem a Ti de modo nenhum o lançarás fora ( João 6:37 ). Eu creio no meu coração que Jesus é o Senhor que morreu por mim na cruz para me salvar. Arrependo-me de todos os meus pecados – do mal que te fiz – e peço-Te perdão. Eu entrego agora a minha vida a Jesus. Sê Tu o meu Senhor. Limpa-me de todos os meus pecados e ajuda-me a viver pela Tua Palavra. Obrigado por me salvares agora mesmo.

 

NOTA: Parte das citações Bíblicas foram extraídas da Bíblia Católica Edição comemorativa da visita de João Paulo II a Portugal) e reconhecida pelo Cardeal Patriarca D. António.

 

OS PERIGOS DO ESOTERISMO

 

A palavra esoterismo, do grego “esotéricos”, è sinônima de ocultismo e está relacionada com a     doutrina que se oculta das pessoas em geral e se revela apenas aos iniciados, em contraposição à exotérica    (externa ou pública). Brasília é tida como uma cidade esotérica por contar com diferentes recantos aonde se    pratica o mistiscismo em todas as suas modalidades, entre os quais se destacam “Cidade da Paz”, o “Vale do       Amanhecer”, a “Cidade Eclética”, e um grupo de ufológico que vasculha permanentemente o espaço em busca de       outras vidas.

 

As pessoas místicas gostam de olhar o Universo através de um telescópio e dimensionar sua imagem espiritual.

 

Nesses lugares praticam-se: jogo de búzios, tarologia, astrologia, trabalho de energização de cristais, quiromancia; encontram-se: sensitivos, videntes, mestre de Tai Chi Chuan e I Ching (oráculo chinês). Os supersticiosos que se   dirigem a esses lugares são pessoas que estão dispostas a pagar qualquer preço por uma consulta, submeter-se       às chamadas acupunturas psíquicas para a regressão de vidas, praticar ioga ou meditação transcendental, enfim,   estão dispostas a se desenvolver com todo o tipo de recursos místicos para a solução de seus problemas.

 

O Poder Extra-Sensorial existe?

 

Admitimos que o sobrenatural realmente exista, mas não que seja resultante de um poder mental inato ao homem  e que para sua manifestação se torne necessário despertar poderes extra-sensoriais. Tais poderes só podem ser   desenvolvidos por alguns. Daí por que existe o título de sensitivos, videntes, esotéricos ou ocultista para as       pessoas que os desenvolvem.

 

O que a Bíblia tem a dizer?

 

Note o que a Bíblia diz de todos os homens:

 

Salmos 39:5 “Na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade”.

 

Jeremias 17:5 “Maldito o homem que confia em outro homem e faz da carne o seu braço”.

 

Os que crêem no poder sobrenatural do homem chegam a ficar numa dependência dos que o manipulam, seja    sensitivos, gurus, videntes ou astrólogos, e não se acanham de afirmar “Não dou um passo sem a sua orientação”.

 

É o caso relatado por Nonato Souza Lima, então delegado do PMDB em São Paulo, com relação ao seu babalaô   Walter de Logum-Edé chegando ao cúmulo de pagar na época Cr$ 100.000,00 para o seu guia (VEJA 29.01.86, pág. 49). “Não tomo nenhuma posição da minha vida política ou particular sem antes consultar Dr. Newtom. Ele è o     meu guru”, dizia o governador João Durval. O Dr. Newton Pinto praticava o ocultismo e fazia uso da quiromancia –leitura mais refinada das mãos que a feita pelo quiromantes (idem, pág.51).

 

A fonte do poder sobrenatural

 

O poder sobrenatural que alguns exercem só podem vir de duas fontes: de Deus ou do Diabo. Não há meio termo.

 

O poder sobrenatural ou milagroso que um homem pode exercer è de Deus, quando:

 

  1. é realizado no nome de Jesus e serve para glorificá-lo;
  2. serve para edificar a igreja de Jesus Cristo;
  3. serve para validar o Evangelho de Jesus, levando pessoas a salvação.

 

São essas características dos milagres descritas na Bíblia:

 

Atos 14:3 “Detiveram-se por muito tempo, falando ousadamente acerca do Senhor, o qual dava testemunho à   palavra da sua graça , permitindo que por sua mãos se fizessem sinais e prodígios”.

 

Romanos 15:19 “Pelo poder dos sinais e prodígios, na virtude do Espírito de Deus: de maneira que desde   Jerusalém, e arredores, até ao Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo”.

 

I Coríntios 14:12 “Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles para a edificação da  igreja”.

 

Já os milagres operados pelo diabo, através de videntes, astrólogos, sensitivos e outros que alegam possuir   poderes extra-sensoriais, têm características inteiramente diferentes, pois os tais são os falsos profetas e os falsos       cristos, os quais o próprio Cristo denunciou em Mateus 24:5 a 11, todos eles agregados ao movimento Nova Era.

 

Já no Egito, houve o seus predecessores:

 

Êxodo 7:10 a 12 “Porque cada um lançou sua vara, e tornando-se em serpentes; mas a vara de Aarão tragou as     varas deles”.

 

Êxodo 8:7 “Então os magos fizeram o mesmo com seus encantamentos; e fizeram subir rãs sobre a terra do Egito.

 

E sê as previsões vierem a se cumprir?

 

Deus determinadamente não quer que os sigamos. Existe o caso de Sana-Khan, astrólogo e quiromante armênio, que vaticinou, examinando a mão de Jânio Quadros em 1936, que ele seria eleito vereador, prefeito, governador de   São Paulo e presidente da República. Mas Sana-Khan errou no vaticínio de sua própria morte, marcada para 30 de      dezembro de 1970, pois morreu em 1979 (VEJA, 29.01.1986, pág. 31). E a Bíblia o que diz?

 

Deuteronômio 13:3 “Não ouviras as palavras daqueles profetas ou sonhador de sonhos porquanto o Senhor vosso      Deus vos prova, para saber se amais o Senhor vosso Deus com o todo o vosso coração, e com toda a vossa alma”.

 

Infelizmente, tudo o que se relaciona com os sistema de adivinhação está obtendo um grande sucesso. As novelas  despejam sobre o povo um concentrado sincrético de tarô, astrologia, búzios, pirâmides, oráculos gregos, curas      psíquicas e regressão de vidas passadas, que torna real o provérbio que se diz do povo brasileiro: “É um povo   obcecado pelo sobrenatural”. Os jornais noticiam que a febre pelo ocultismo invadiu de tal forma a nossa geração, que já se lê nos adesivos dos carros “Eu creio em duendes”.

 

São milhares de adesivos vendidos só em São Paulo. Cumpre-se a Bíblia, na advertência de Paulo, em I Timóteo    4:1 “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos    enganadores e a doutrinas de demônios”.

 

Quando os efésios se converteram pela pregação do evangelho de Jesus Cristo por meio de Paulo, o que se lê è  que “também muitos dos que seguiam artes mágicas trouxeram os seus livros, e os queimaram na presença de    todos e, feita a conta do seu preço, achavam que montava a cinqüenta mil peças de prata. Assim a palavra do   Senhor crescia poderosamente e prevalecia ” (Atos 19:19 e 20). Que anunciemos o evangelho de Cristo, que é    poder de Deus para a salvação (Romanos 1:16) de modo que as pessoas possam ser libertas ao se chegarem a    Jesus Cristo, livres de todos os temores do mundo espiritual contra o qual precisamos lutar (Efésios 6:10 a 12)