TORUCHIRA MIKI – O PROFETA DA PL

 

Toruchira Miki é o OSHIEOYÁ-SAMÁ da seita chamada Perfect Liberty. Oshieoyá-Samá quer dizer “pai dos ensinamentos” e Perfect Liberty é o nome inglês da seita que em português significa “Perfeita Liberdade”.

 

O profeta da P L herdou sua seita do seu pai, que foi monge budista e fez pane de uma outra seita comandada por um guru a quem chamavam de Mestre Kanada. Por ocasião da morte de Kanada, assumiu a sucessão da seita que tinha 18 preceitos, acrescentando mais três, que dizia ter recebido por revelação divina em frente a uma árvore sagrada.

 

O pai de Toruchira conseguiu sobreviver com sua seita até 1936, morrendo dois anos depois, deixando-a esfacelada e dividida. Dez anos depois, Toruchira resolveu dar continuidade ao trabalho do pai. Em 1946, então, de posse dos 21 preceitos sagrados, criou mais algumas doutrinas, juramentos e cerimônias e, na cidade de Tossu, em Saga, no Japão, fundou a seita que hoje é conhecida pelo nome de Perfect Liberty (PL).

 

Atualmente a seita tem a sua sede em Tondabayashi, próxima a Osaka, no Japão e está espalhada em muitos paisés. Dizem que no Brasil já conta com cerca de 500.000 adeptos, principalmente em São Paulo, onde está concentrado o maior número dos seus seguidores.

 

VIDA É ARTE

 

Este principio é o lema central da doutrina da PL. Seus adeptos acreditam que os 21 preceitos da seita são divinamente inspirados e contém a arte do bom viver. Só alcança a verdadeira liberdade aquele que vive de acordo com os ensinamentos da PL.

 

A maneira como o pai de Toruchira recebeu a sua “revelação” é uma clara imitação da história de Buda. Começou a sua vida religiosa como monge budista e aos 41 anos, desiludido e decepcionado com a sua escolha, intentou fundar a sua própria seita, o que fez recebendo-a por herança do guru Kanada. Após isso, para colocar “a sua mão”, criou a história da meditação frente a árvore sagrada onde teria recebido os outros três preceitos que culminariam a revelação plena da seita.

 

Os adeptos da PL são envolvidos através de juramentos e conselhos, a trabalhar em favor da seita, bem como contribuir financeiramente com ela em troca de graças miraculosas. Suas preces são visivelmente dirigidas no sentido de que se o adepto dá ou trabalha em prol da seita, então certamente receberá a graça desejada.

 

 

DOUTRINAS

 

A PL não tem um sistema doutrinário definido. Pode-se dizer que a base da sua doutrina está contida nos 21 preceitos que são os seguintes:

 

1 – “Vida é arte”.

2 – “A vida do homem é a sua auto-expressão”.

3 – “O eu real é a expressão de Deus”.

4 – “Sofre quem não expressa o que sente”.

5 – “O homem se perde quando dominado por sentimentos emotivos”.

6 – “A personalidade real está na ausência do ego”.

7 – “Tudo co-existe na mútua relatividade”.

8 – “Viva radiante como o sol”.

9 – “Todos são iguais”.

10 – ” Beneficie a si e aos outros”.

11 – “Baseie tudo em Deus”.

12 – “Para cada denominação há uma função”.

13 – “Há um procedimento para o homem e um para a mulher”.

14 – “Tudo pela paz mundial”.

15 – “Tudo é espelho”.

16 – “Tudo progride e se desenvolve”.

17 – ” Focalize o ponto central”.

18 – “Saiba que está sempre entre o bem e o mal”.

19 – ” Faça ao perceber-“.

20 – “Viva em equil [brio espiritual e material”.

21 – “Viva a verdadeira perfeita liberdade”.

 

Tais preceitos, aparentemente inofensivos, são interpretados a partir do pensamento budista e revelam a verdadeira rede doutrinaria da seita. Observemos alguns exemplos:

 

Panteísmo – Quando dizem que tudo é espelho, querem dizer que tudo o que existe apenas reflete algo de outra coisa. Os homens espelham Deus e Deus é reflexo dos homens, da natureza, etc. Que é isso senão panteísmo, que vê Deus em tudo e em todas? A natureza de Deus é negada, e também a do homem. Se tudo é reflexo, como afirmam,

concluímos que nada é concreto e real em si mesmo.

 

Reencarnação – Não a pregam explicitamente, mas de acordo com o preceito que “tudo progride e desenvolve”, certamente o homem ai está enquadrado. Como seus ensinamentos são oriundos do pensamento budista, não resta dúvidas de que tal preceito indica a evolução do espírito através de reencarnações sucessivas, conforme ensina o espiritismo.

 

A Liberdade

 

A palavra chave da seita nunca é explicada corretamente ao adepto. Liberdade para eles significa guardar e cumprir os preceitos da PL.

 

Paz Universal

 

Falam muito da paz universal. Acreditam que, através dos seus ensinamentos, os homens poderão descobrir e viver a verdadeira paz. Pregam uma paz produto da auto-disciplina e da obediência aos preceitos. ‘

 

Juramentos

 

Os adeptos são obrigados a fazer constantes juramentos. Pela manhã juram as decisões do dia. Nada fazem sem a certeza de que se está fazendo dentro de um juramento, inclusive suas orações.

 

Prece de Oyashikiri

 

É um ritual estranho no qual repetem as sílabas dessa palavra, seguido da oferta em dinheiro num envelope especial e ao juramento de seguir por toda a vida à PL. O adepto que faz tal prece tem a promessa de que irá receber as bênçãos desejadas.

 

O Protetor

 

O Patriarca da PL é, por enquanto, o pai de Torushira Miki. Crêem que quando fazem um juramento são assistidos espiritualmente por Tokuharu Miki, o Patriarca, que faleceu em 1946. Dessa maneira, a PL disfarçadamente ensina a comunicação com os mortos.

 

Paraíso terrestre

 

Não seria demais concluir que a PL prega um paraíso terrestre onde os homens, em harmonia com a natureza, poderão viver criativamente em plena paz e felicidade. Não resta dúvidas de que seria bom se isso acontecesse. Entretanto, desconhecem que há no homem mistérios insondáveis e que a sua natureza jamais lhe permitiria a promoção de tal empreendimento.

 

 

A Bíblia diz que o homem pecou e por isso está destituído da graça de Deus. Não é pelo esforço próprio que o homem alcançará a felicidade, mas pela fé em Jesus Cristo.

 

A Perfect Liberty não fala de Jesus Cristo, de salvação, de vida eterna, ou de qualquer outro ensinamento de Jesus Cristo. As coisas que consideramos espirituais não têm valor. para eles. Parecem preocupados apenas com esta vida.

 

Seus ensinamentos são dirigidos visando o bem-estar das pessoas, e por isso a seita é muito procurada por pessoas doentes e aflitas em busca de uma graça especial sempre prometida por eles.

 

Jesus contou uma parábola que tem muito a ver com a maneira da PL encarar o mundo: a do homem que obteve grande produção no seu campo e teve de constituir grandes celeiros para estocar os seus bens, achando que tendo em depósito bens para muitos anos poderia descansar, comer e beber em estado de felicidade até que Deus lhe disse:

 

“Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?” Lucas 12. 16-20

 

Não pode haver verdadeira liberdade sem Jesus Cristo. Ele mesmo, ao anunciar sua missão deixou isso bem claro: “o Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para por em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor. ” Lucas 4, 18, 19

 

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. ” Jó 8.36