Pregadores que não se preocupam em expor a Palavra — pois a sua
missão é movimentar as massas — se valem de perguntas como esta: “Tem
sapato de fogo aí, irmão?” Com muita tristeza assisti a um vídeo em que
alguém que já foi considerado, unanimemente, o maior expoente da
Assembléia de Deus no Brasil participa de um espetáculo deprimente.
No tal vídeo, o pregador é chamado por um animador de auditório,
que, apertando a sua mão, pergunta-lhe: “Pastor fulano, tem sapato de fogo?
Tem sapaaato?” E ele balança a cabeça, em sinal de aprovação. Quer saber o
que aconteceu? Bastou um sopro — e não um soco — para levá-lo à lona,
quer dizer, ao chão…
Fiquei pensando: Meu Deus, um homem que já foi um referencial para
muitos jovens pregadores, um defensor das verdades centrais da fé cristã,
alguém que admirei, cujos livros e comentários bíblicos para escola
dominical eu li, caído ao chão…
E ainda acreditando que está certo. Que Deus nos guarde, e que
vigiemos, a fim de que jamais apostatemos da fé.

 

fonte: Mais Erros que os Pregadores Devem Evitar – Ciro Sanches Zibordi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *